Banner 1

Banner 1

terça-feira, 24 de abril de 2018

Peixes são novamente encontrados mortos na barragem do Rio Bezerra. O que fizemos?



Moradores da cidade de Arraias (TO) estão revoltados, mais uma vez, com o descaso ambiental com o Rio Bezerra, um dos mais importantes da região e que divide os estados de Goiás e Tocantins. 

Tudo porque peixes novamente foram encontrados mortos em uma barragem, próximo ao leito do rio. 

Desde que a empresa de mineração de fosfato Itafós, uma multinacional canadense, aportou na localidade, são recorrentes a mortandade de peixes, a cor amarronzada da água e o grande mau cheiro. 

Sem contar os cortes de água que tem sofrido os moradores ribeirinhos na época de estiagem. 

A instalação da empresa mineradora na região é controversa. 

Não houve uma aquiescência das comunidades locais e principalmente audiências públicas, quando da montagem da planta de extração, para discutir os impactos ambientais e sociais. Não houve diálogo. 

Pediu-se licença ao governo, mas não a quem mais sentiria os impactos. 

Licenças ambientais foram concedidas, sabe-se lá de que forma ( basta olhar a qualidade e a "catadura" de nossos políticos) e de uma hora para outra a empresa ocupou o principal rio da região. 

Pior do que isso. 

Desde então, tem causado um impacto ambiental sem precedentes e que tem atingido, além de ribeirinhos, a fauna e a flora local, os moradores de Campos Belos e Arraias, que até perderam o seu principal ponto de lazer. 

Perguntas devem ser feitas.

Compensa trocar a geração de emprego e renda por esse passivo ambiental tão grande?

Sobre a mortandade de peixes e as denúncias de derrames de resíduos minerais, quem fiscaliza?

O que o Ministério Público de Goiás, do Tocantins e Federal têm feito? vai ficar assim mesmo?

E os órgãos ambientais? por que fazem vista grossa? 

E os prefeitos de Arraias e Campos Belos?  e as Câmaras de Vereadores das duas cidades ? por que se calam? 

Este vídeo é um soco no estômago de todos nós. É uma verdade que dói muito. 




4 comentários:

  1. Precisa ter uma fiscalização rigorosa nessa empresa, verificar as dosagens de produtos quimicos, estao brincando com a cara do cidadão, se os peixes morrem o que vai acontecer com quem está consumindo essa agua?

    ResponderExcluir
  2. Lá no arrepia tem água boa pro consumo

    ResponderExcluir
  3. Campos Belos foi instalada em uma região muito seca, mas seus fundadores tiveram a visão dos corregos que cortam a cidade que eram muitos, e além disto, dois pequenos rios de água limpa e cristalina em quantidade suficiente para suprir a necessidade da população da época e quem sabe até ao atingir um número significativo de pessoas em um futuro distante. Não é justo dizer que construíram a cidade em local inadequado. Vivíamos alegremente usufruindo do Montes Claros e o Bezerra, até que a Saneago, que deveria cuidar, acabou matando o rio com um esgoto mal cuidado, e essa firma sediada em Arraias, tratou de acabar com o Bezerra jogando resíduos provavelmente sem nenhum tratamento. Será que valeu a pena ter esgoto e empresa nas duas localidades? Durante a seca população ribeirinha fica sem opção de água para beber devido o represamento. O esgoto nada mudou a rotina da cidade, vive vazando por todo lado e serviu tambem para dobrar a conta de água. Arraias não está arrecadando o suficiente. O retorno financeiro não compensa o prejuízo ambiental. Pra que serve vereadores das duas cidades? Seria esses cargos meros empregos de cerca de seis mil reais? e o Ministério Público das duas cidades o que estão fazendo? Agora são os peixes, daqui um pouco pessoas, vão esperar exterminar os ribeirinhos para começar a agir? Os prefeitos das duas cidades vão esperar os rios morrerem em sua totalidade para darem o grito de alerta? O mundo exige preservação da natureza, o capitalismo não pode exterminar a vida no planeta em nome de uma ganância financeira passando por cima de princípios e preceitos. Alô Ministério Público Federal, alô entidades representativas, vamos agir, vamos evitar uma catastrofe ambiental, vamos lembar da Samarco que causou um problema que levará séculos para que a natureza tome seu curso normal. Boa matéria, Dinomar Miranda, você não alisa o mal feito, parabéns pela coragem, você deu o grito de alerta, fez sua parte, e que as autoridades tomem providências, e que não possam dizer desconhecer o fato. Ele foi muito bem descrito.

    ResponderExcluir
  4. Por se tratar de rio de fronteira, cabe a denúncia do Ministério Público Federal. Esse senhor que fez a filmagem deve procurar o orgão através do email, certamente Gurupi tomará uma providência que pode ser multa, reparo do dano ao meio ambiente, e até mesmo suspensão das atividades até que se resolva o problema. Inclusive, essa empresa pode ser punida e por descumprimento contratual sobre as atividades sem impactos significativos, perder qualquer incentivo por parte de bancos oficiais brasileiros tipo BNDS.

    ResponderExcluir