Banner 1

Banner 1

quarta-feira, 18 de abril de 2018

Padre a promotor de Formosa (GO): “Há de queimar no quinto dos infernos”



A Justiça há de pagar e esse promotor há de queimar no quinto dos infernos”. A ameaça está gravada em áudio atribuído pelo promotor do Ministério Público de Formosa, Douglas Chegury, ao padre Waldson José de Melo.

O religioso da cidade de Posse (GO) foi preso durante a Operação Caifás, acusado de participar de um esquema de desvio de dízimos, doações e taxas pagas à igreja. 

O prejuízo seria de R$ 2 milhões. Segundo o MPGO, o grupo utilizou parte dos recursos para comprar fazenda, imóveis, carros de luxo e até uma casa lotérica em nome de terceiros.

Procurado para comentar o caso, o promotor disse não se sentir ameaçado, mas lamentou o tom da declaração. 

“Não condiz com o comportamento esperado de um religioso, que deveria pautar sua vida nos ensinamentos cristãos e da mãe igreja”, disse a reportagem.

Na conta pessoal do padre Waldson, de acordo com as investigações, foram bloqueados pela Justiça R$ 388 mil. O dinheiro seria referente a dízimos, taxas de batismo e de casamento pagos por fiéis à paróquia de Posse.

Clique aqui e ouça o áudio atribuído pelo promotor ao religioso.


Fonte: Metrópoles

3 comentários:

  1. Este promotor quando chegar no inferno certeza que prende e processa por improbidade o kapureto kkkk

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente igreja virou comércio. E não digo somente a religião católica, mas a todas aquelas que tem líderes corruptos que usam o nome de Deus em vão.
    Mas não podemos deixar isso abalar a nossa fé

    ResponderExcluir
  3. Kkkk onde ele chega ele dá um jeito de dar cana em alguém foi assim aqui em São Domingos durante muitos anos prende de prefeito a padre

    ResponderExcluir