Banner 1

Banner 1

quinta-feira, 5 de abril de 2018

Artigo da UFT: as multisséries no campo de Arraias (TO)


De autoria de Jocyléia Santana dos Santos e Samara Caldas Franco, a pesquisa, publicada na Revista Brasileira de Educação do Campo , investiga quais as dificuldades enfrentadas pelos educadores e os educandos que vivenciam a realidade das classes multisseriadas nas escolas da área rural do município de Arraias (TO). 

A metodologia utilizada foi a proposta pela história oral que consiste na realização de entrevista com os sujeitos envolvidos. 

Neste caso, foram entrevistados professores e alunos que vivem no contexto das classes multisseriadas no município mencionado. 

Cerca de 1,3 milhões de alunos estudam em classes multisseriadas do campo no Brasil. 

A partir do depoimento de professores e alunos, alguns aspectos ganham destaque: falta de formação específica para o docente atuar na multisseriação, questão que afeta a qualidade do ensino; ausência de um currículo voltado também para a realidade do campo, e a falta de infraestrutura física. Estas condições implicam em resultados negativos para a modalidade de Educação no Campo. 

É necessário construir uma visão positiva do campo, pensar em uma formação inicial e continuada que reverta a visão negativa que se tem do campo com políticas de formação sintonizadas com a dinâmica social específica, onde está implícita a afirmação de direitos à terra, à cultura e identidade e à educação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário