Banner 1

Banner 1

domingo, 4 de março de 2018

PL contra o nepotismo em Campos Belos (GO) vai a plenário da Câmara na terça-feira (8), às 20h



Está marcada para a próxima terça-feira (6) a sessão da Câmara de Vereadores de Campos Belos que vai decidir sobre o veto do prefeito Eduardo Terra ao PL 004/2017 e que proibi a prática do nepotismo no município, inclusive de agentes políticos. 

A informação foi dada pelo presidente da Câmara, vereador Juranda Santos.  

Segundo ele, a sessão esta prevista para ocorrer às 20h e faz um convite para a comunidade ir ao espaço democrático apreciar este momento histórico para a cidade. 

O PL, aprovado por maioria dos vereadores da cidade, foi vetado pelo prefeito e voltou Câmara. 

Há cerca de um mês o PL dorme nas Comissões da Casa, que, sem razão, tentavam protelar o máximo possível a apreciação do veto. 

Nesta semana, a vereadora Karinna entrou com pedido junto à Mesa informando que os dez dias úteis que a Comissão de Constituição e Justiça tinha para apreciar o dispositivo acabara e o PL deveria ir imediatamente ao plenário.

E assim foi feito, com a colocação do PL na pauta da terça-feira.  

Este blog, entendendo o momento histórico vivido no município, se coloca à disposição da comunidade e cede espaço para a transmissão, ao vivo, da sessão da Câmara. 

Para tanto, solicita aos comunicadores e radialistas da cidade que montem seus apetrechos tecnológicos na Câmara e transmitam a sessão pelo canal Youtube, para que possamos fazer a conexão via Blog.  

Há dezenas de pedidos de Brasília, Goiânia, São Paulo, Palmas, Anápolis, Formosa, Rio, inclusive do exterior, como Japão, Portugal, Colômbia e Alemanha, de cidadãos interessados em acompanhar o deslinde dessa questão.  

Suicídio político

Até agora não consigo entender a postura de alguns vereadores de Campos Belos em se colocar contra uma norma que proíbe a prática do nepotismo (emprego de parentes), inclusive de agentes políticos, em órgãos públicos municipais. 

Vejo como suicídio político se colocar contra a norma. 

As autoridades têm o obrigação de estar antenadas ao ambiente político do país e estar em conexão com os anseios atuais da sociedade.

Em outros tempos, empregar parentes era comum. Hoje não é. 

A sociedade evoluiu e percebeu que isso é prejudicial à comunidade e à administração da coisa pública. A CF de 1988 foi sábia e proibiu o nepotismo. 

Trinta anos depois, a prática ainda vigora e muitos setores da sociedade ainda resiste à mudança.

Nepotismo é um mal tão nefasto como a corrupção, assim como o "jeitinho brasileiro de tirar vantagem" em tudo.

Onde um tira vantagem, os demais integrantes da sociedade, comunidade, perdem. Simples assim. 

Isso não cabe mais. Não à toa, o Rio de Janeiro chegou ao fundo do poço, ao estado do caos, por não conseguir sair do ciclo vicioso "do levar vantagem em tudo". 

Numa sociedade vigiada como esta, chamada de sociedade da informação, este tipo de comportamento ético e administrativo não mais se aceita.  

Portanto, perdem o bonde da história o prefeito Eduardo Terra e os vereadores de Campos Belos que tem se colocado contra o PL.  

Ainda tento alertar, publicando diversas notícias de condenações criminais pela prática do nepotismo, mas parece que dão de ouvido a mercador. 

Veja: 

O que você deve saber sobre Nepotismo






Nepotismo escancarado: MPE pede afastamento de prefeito por contratar, mulher, nora, filha e cunhada








Um comentário:

  1. e a farra do nepotismo continua de prefeito em prefeito em combinado-to Dinomar, os vereadores foram comprados e a farra do nepotismo continua ñ so com empregos ,espero q ñ aconteça o mesmo ai em campos Belos .

    ResponderExcluir