Banner 1

Banner 1

segunda-feira, 12 de março de 2018

Agehab conquista Prêmio Selo de Mérito por ações na comunidade Kalunga


A Agência Goiana de Habitação (Agehab) conquista mais um Prêmio Selo de Mérito da Associação Brasileira de Cohabs e Agentes Públicos de Habitação (ABC), na categoria Conjuntos Habitacionais com Uso de Tecnologias ou Sistemas Alternativos, edição 2018, com o projeto Sistemas Alternativos para Comunidades Isoladas.

O resultado foi divulgado na terça-feira, dia 6, e premia especificamente as ações desenvolvidas na comunidade Kalunga do Vão do Prata, em Cavalcante, no Nordeste goiano.

A comunidade foi vítima de enchente do Rio do Prata em 2016, que atingiu dezenas de moradias, deixando várias famílias desabrigadas. 

À época, o vice-governador José Eliton visitou a comunidade para levar assistência do Governo de Goiás, determinada pelo governador Marconi Perillo, em uma ação integrada de várias secretarias e órgãos. 

Fruto dessa ação, a Agehab construiu 27 unidades habitacionais e reformou dezenas de moradias nos municípios de Cavalcante e Teresina de Goiás. As ações foram desenvolvidas pela equipe da Diretoria Técnica da Agehab.

Os projetos das moradias foram diferenciados para atender aos hábitos e costumes da comunidade Kalunga, dentre os quais, métodos construtivos artesanais em função da falta de água encanada e energia elétrica na região – acidentada e de difícil acesso. 

As casas antigas de adobe, que aumentam os riscos de infestação por barbeiros – transmissor da doença de chagas, foram substituídas por alvenaria.

Foram construídas bacias de evapotranspiração (BET), que são fossas ecológicas que utilizam bananeiras para decompor a matéria orgânica sem risco de contaminação do lençol freático.

As casas foram dotadas de fogão à lenha, além de janelas e portas em madeira construídas no local. Também foi utilizada mão-de-obra das famílias da região, devido ao isolamento da área. 

As moradias estão espalhadas num raio de 900 quilômetros. 

Consta ainda do projeto a implantação de sistema solar fotovoltaico offgrid (com armazenamento e sem conexão à rede elétrica), em convênio com a Prefeitura de Cavalcante. 

Todas as casas foram projetadas para receber energia elétrica e água encanada, atualmente inexistente na região.

A Agehab desenvolveu também ação em parceria com a ONG Litro de Luz Brasil, que levou para essa comunidade iluminação pública autônoma com tecnologias alternativas. 

Para a adoção de sistemas inovadores, foram utilizados materiais como as garrafas PET, madeira reciclada, tubos e conexões de PVC; associados aos materiais tecnológicos como os painéis solares, circuitos eletrônicos, baterias e lâmpadas LED. 

A Comunidade Quilombola recebeu treinamento e participou das etapas de fabricação e instalação. 

As ações foram estendidas às crianças, com as atividades que despertaram interesse às ações de sustentabilidade. De acordo com a ONG, a iniciativa beneficiou 600 pessoas da região.

No ano passado, a Agehab recebeu dois prêmios pelo projeto Casa Solar, o Selo de Mérito da ABC – categoria especial e o Prêmio Construir Mais Sinduscon-GO. 

O Casa Solar beneficia 1,2 mil famílias em residenciais construídos pelo Governo de Goiás em parceria com o governo federal nos municípios de Pirenópolis, Alto Paraíso, Palmeiras e Caçu. 

Os dois últimos em processo de implantação e os dois primeiros já em funcionamento. Esse projeto dotou as residências de sistemas de geração de energia solar fotovoltaica, que geram de 40 a 70% de economia na conta de luz das famílias.

O prêmio da ABC é um dos mais importantes da área de habitação de interesse social. 

Foi criado em 1999 e está na 20ª edição. Este ano foram inscritos 32 projetos de 14 instituições distribuídas em nove estados, com 14 premiados nas quatro categorias.

Assessoria de Imprensa Agehaba

Nenhum comentário:

Postar um comentário