sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Segurança: Perillo convoca a reserva e militares que se aposentaram poderão voltar


Os militares, que já serviram na Polícia Militar e no Corpo de Bombeiros do estado de Goiás, por 30 anos e que se encontram na reserva remunerada, poderão ser convocados, por ato do Governador do Estado, mediante aceitação voluntária, para servirem por mais quatro anos

Os convocados farão jus à indenização de convocação (correspondente a 45% do soldo que recebem na reserva), uniformes, equipamentos e outros direitos dispostos na Lei. 

Eles poderão compor até 15% do efetivo das Forças Militares do Estado.

Os detalhes sobre requisitos, direitos e deveres dos convocados, entre outros, estão dispostos na Lei Nº 19.966, de 11 de janeiro de 2018. 

3 comentários:

  1. Absurdo isto! Só aqui mesmo. Os caras se aposentam cansados, desgastados desapontados e sem gás. Vão trazer os antigões para que? Um ou dois ainda vão trabalhar. O restante vai se encostar. Sem falar o risco que será aumentado de morte de policiais, já que os antigões não tem mais o mesmo preparo e agilidade. Pqp

    ResponderExcluir
  2. Segurança publica em frangalhos, um dia e SIMVE, no outro PM ganhando 1.500 reais, agora essa de pegar os aposentados.
    Quando segurança publica sera levada a serio em Goias

    ResponderExcluir
  3. Vcs viram os salários no concurso da PM do TO? Estado com PIB bem menor que GO. Será pra onde está indo o $ dinheiro da venda da CELG? E outros recursos, inclusive o último empréstimo junto à CEF de 600 milhões?

    ResponderExcluir