Banner 1

Banner 1

sábado, 9 de dezembro de 2017

Protesto: ocupação do campus da UFT segue indefinida



Continua indefinida a situação do movimento de ocupação do campus da UFT, em Arraias (TO), por moradores da Casa do Estudante. 

Dezenas de estudantes moradores da Casa ocuparam o campus da universidade em protesto contra o total abandono do espaço, que é a residência de universitários que não são da cidade e não têm condições de arcar com a despesas de alugueis. 

" A questão ainda não foi resolvida. A UFT continua ocupada", disse um morador. 

Hoje os alunos compartilharam uma mensagem de um professor, que se coloca à disposição para ser o responsável pela Casa e uma ponte entre os moradores e a instituição. 

"Mesmo não sendo esse professor aí o que ficará responsável por monitorar a Casa, esse print aí deve despertar os professores para que se candidatem para ser o monitor, o que vai facilitar a realização de uma eleição, para que os estudantes escolham o representante de suas preferências", disse outra estudante. 

Apesar dessa luz no fim do túnel, é de espantar a lerdeza da direção da UFT em resolver a questão. 

Pelo que se vê, os estudantes da UFT não pedem nada demais do que condições dignas de moradia.

Passou da hora, na só da direção da UFT, de olhar com mais carinho para as reivindicações dos moradores da Casa do Estudante, assim como também os professores, os próprios estudantes da UFT não residentes e até a comunidade de Arraias.

Gente, eles não estão pedindo nada demais. Apenas mais dignidade e condições de moradia. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário