Banner 1

Banner 1

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Arraias (TO): mulher suspeita de integrar quadrilha de 'novo cangaço' é presa por assalto a posto


Uma ação conjunta de combate à criminalidade deflagrada, da última segunda-feira, 18, pelas Delegacias de Polícia Civil de Arraias e pela 4ª DPC de Araguaína, resultou na prisão de uma mulher, identificada de ISS, 41 anos de idade.

Ela é suspeita de participação em um roubo praticado a um posto de combustíveis de Arraias, no dia 11 de novembro de 2017.

Ela foi presa em Araguaína, mediante cumprimento de mandado de prisão preventiva, expedido pelo juízo criminal da Comarca de Arraias. 

Conforme informações da delegada Vanusa Regina de Carvalho Nunes, responsável pelo caso, no dia 11 de novembro, a mulher, juntamente com outros bandidos, invadiu um posto de combustíveis, em Arraias e, após ameaçar funcionários e clientes, o bando subtraiu várias folhas de cheque, aparelhos celulares, bem como a quantia de R$ 6 mil em dinheiro, fugindo em seguida.

De imediato, a equipe da DPC de Arraias iniciou às investigações, as quais apontaram para o envolvimento de Indiara na ação criminosa. 

Diante dos fatos, a delegada Vanusa representou, junto ao Poder Judiciário, pela prisão da suspeita a qual foi deferida.

Segundo os delegados, a mulher é suspeita de integrar grupos do “Novo Cangaço”, tendo participado de diversos roubos no Estado do Tocantins.

Ao fim dos procedimentos legais cabíveis, ISS será recambiada à Cadeia Publica de Arraias, onde deverá responder as acusações que lhe são imputadas.

2 comentários:

  1. A cara dessa meliante e de outros mais devem ser duvulgada pra que nos cidadãos de bem possamos reconhecer,ate pq no mundo "justo" que vivemos hoje daqui a pouco ela estará nas ruas pronta pra cometer esse e muitos outros crimes,pra que preservar a "CARA" desses indivíduos ��

    ResponderExcluir
  2. Querido anônimo, venho te dizer que mesmo ainda sendo marginal eles (as) tem o direito a sua imagem... sendo assegurado por direito a resposta

    ResponderExcluir