Banner 1

Banner 1

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Homem é morto a facadas em Cavalcante (GO)


Um homem foi morto a facadas, dentro de uma residência, na cidade de Cavalcante, nordeste de Goiás, nesta quarta-feira (27).

O crime ocorreu por volta das 18h, numa residência localizada na avenida Elias Jorge, no setor Cavalcantezinho.

Segundo relatos de testemunhas, a vítima, Adão Vieira da Silva, apareceu para desejar um "feliz ano novo" a conhecidos, momento em que um homem, identificado apenas como Herick, o homicida, chegou também e pediu um copo de água a Thiago Antônio da Silva, testemunha e morador da residência.


Ainda segundo a testemunha, quando Thiago Antônio foi buscar a água, Herick disse para Adão: 

"Você não disse que ia me matar? então vamos acertar agora!", quando sacou uma faca de açougue e desferiu dois golpes na altura do tórax da vítima.

A grave lesão provocou a morte imediata de Adão Vieira, que não teve tempo de receber socorro.

Médicos do hospital municipal ainda estiveram no local, mas logo constataram a morte do homem, que ficou no local até a chegada do IML.

O matador fugiu do local e até a edição deste texto ainda não tinha sido preso pelo crime de homicídio doloso (aquele quando há a intenção de matar). 

Quando preso, ele deve responder na justiça criminal de Goiás, pelo crime do artigo 121, com pena que varia 12 e 30 anos.

O que fala o código penal?

Matar alguém está previsto no artigo 121 e tem pena de reclusão, de seis a vinte anos, se o homicídio for simples.

Já o homicídio qualificado, caracterizado mediante paga ou promessa de recompensa, ou por outro motivo torpe; por motivo fútil; com emprego de veneno, fogo, explosivo, asfixia, tortura ou outro meio insidioso ou cruel, ou de que possa resultar perigo comum; à traição, de emboscada, ou mediante dissimulação ou outro recurso que dificulte ou torne impossível a defesa do ofendido; para assegurar a execução, a ocultação, a impunidade ou vantagem de outro crime, tem pena maior, que vai de 12 a 30 anos de reclusão.

Um comentário:

  1. Agradeço por manter-nos informados dos acontecimentos aí de Cavalcante-GO e dessa importante região do Estado de Goiás. Realmente essa tragédia ocorrida ontem só demonstra a falta de amor e de tolerância entre as pessoas. Só mesmo Deus para compadecer dos seres humanos e transformá-los, afastando toda sorte de violência.
    Não há lugar para se viver seguro nesse Brasil e mundo. Só para se ter uma ideia, ainda no início do mês de dezembro, ao chegar de viagem em Cavalcante, encontrei a minha residência saqueada, furtaram cerca de 28 objetos...e infelizmente até agora nenhuma providência cabível da polícia...os bandidos desfrutam de meus bens e eu estou com trabalhos atrasados por depender de coisas sérias que me levaram. Estou até hj em estado de choque e amedrontada...que mundo é esse, não é?

    ResponderExcluir