Banner 1

Banner 1

domingo, 5 de novembro de 2017

Sociedade da informação: não faz mais sentido comentários anônimos


Há dez anos, quando tivemos a ideia de criar este blog, voltado para as comunidades da minha região natal, nordeste de Goiás, sudeste de Tocantins e oeste da Bahia, a intenção era trazer à tona os problemas sociais, econômicos, políticos, ambientais de todas as matizes. 

Na realidade, as pessoas da nossa comunidade mais sabiam notícias de São Paulo, do "Datena", de Brasília, do mundo, e pouco ou nada sabiam daquilo que se passava debaixo de seus narizes. 

E se uma comunidade, uma pessoa não conhece o seu presente, como irá planejar o seu futuro? como irá tomar ações de mudança?

Foi com esse intuito que nasceu este blog. 

Mas na época, deparei-me com vários e enormes desafios. Um deles seria a perseguição política, que poderia impactar, inclusive, e diretamente nas pessoas que ousassem comentar qualquer coisa.

Seriam perseguidas até a última geração, como era costume na região.  

Por isso, decidi tomar uma decisão arriscada: tutelar os comentários anônimos. 

O que é isso?  

Trazer a responsabilidade dos comentários anônimos para a minha guarda. A Constituição Federal protege ao jornalista resguardar o direito da fonte, mas ele assume a responsabilidade pela informação. 

Por isso, tomei os comentários anônimos como se fontes fossem. 

O cuidado que sempre tive foi ler com atenção todos eles e não deixar passar aqueles que fosse crime (injúria, calúnia e difamação) ou que denegrisse uma pessoa gratuitamente. 

E assim foi feito, com altos e baixo, ao longo desses vários anos. 

Dez anos e 400 mil acessos por mês depois, a realidade é outra. As redes sociais, que naquela época ainda se engatinhavam, hoje são uma realidade na vida de milhões de pessoas. 

Os cidadãos agora têm voz e podem até produzir matérias. Estamos na era da sociedade da informação. 

Por isso, pergunto: faz algum sentindo os comentários anônimos?  Não está na hora de as pessoas saírem do anonimato e se tornarem cidadãos de verdade?

O que preciso mais dizer que vocês são cidadãos e podem assumir posições, dizerem e perguntarem o que quiserem?

A decisão de ontem (4) da ministra do STF Carmém Lúcia, que barrou a estapafúrdia ordem do ENEM em não se produzir redações contrárias aos direitos humanos vai nesse sentido: o direito constitucional da livre expressão e manifestação do pensamento .  

Você pode falar o quiser, desde que não seja crime. 

Veja o perigo: se hoje se proíbe se falar contra os  direitos humanos; amanhã contra um partido; depois de amanhã contra uma religião...  

Daqui a pouco estamos no mundo desenhado pelo livro o "Grande Irmão", tradução literal de "Big Brother" no original, que na verdade significa "Irmão Mais Velho", em linguagem coloquial inglesa, romance 1984, de George Orwell.

Já leram? excelente leitura para abrir mentes. Inclusive para os doentes ideológicos de esquerda ou de direita. 

Na sociedade descrita por Orwell, todas as pessoas estão sob constante vigilância das autoridades, principalmente por teletelas (telescreen), sendo constantemente lembrados pela frase propaganda do Estado: "o Grande Irmão zela por ti" ou "o Grande Irmão está te observando" (do original "Big Brother is watching you"). 

Assim, meu povo, é hora de os anônimos saírem da nossa tutela. 

Os senhores têm voz e direitos próprios. Lutem por eles. É preciso ter coragem. Não há mal nenhum em fazer isso. É apenas cidadania. 

3 comentários:

  1. Concordo plenamente com a sua decisão. Eu mesmo em matérias que editei e o Blog publicou, sofri muitos ataques, mesmo que de forma discreta, mas tinham como objetivo denegrir ou até mesmo desestimular o seguimento das cobranças que fizemos e que muita coisa mudou em função delas. Matérias sem nenhuma conotação política eram questionadas por aqueles que não tinham coragem de expor reivindicações da coletividade, e que sentiam no direito de criticar de forma anônima e covarde, não se dispunham a fazer um debate de ideias de forma clara, preferiam responder sem serem identificados, uma forma de levar vantagem, pois diziam o que queriam sem se importar com a ofensas e tinham a certeza que eu não responderia de forma deselegante, já que eu sempre me identifiquei tanto nas matérias quanto nos comentários. Agora sim, Dinomar, todos têm direito de fazer suas alegações, porém assumem as consequências dos seus atos, assim como sempre fizemos. Parabéns pela iniciativa, ela agora da direitos de igualdades entre os interlocutores.

    ResponderExcluir
  2. Leiva Marcia Almeida5 de novembro de 2017 14:37

    Excelente decisão, qdo o Sintego conseguiu trazer o Ipasgo para todas os funcionários municipais de Campos Belos,algo que no nosso entendimento foi um dos maiores feitos, diante da situação caótica que se encontra a saúde pública.Na verdade pra 90%das pessoas foi uma conquista importante e vindo de um sindicato foi algo inédito até pq quem deveria fazer isso era o Prefeito.Porem como ele não o fez, para "meia dúzia" de pessoas isso foi uma afronta, e gerou comentários covardes e anônimos atacando a minha pessoa e o Sintego.Parece piada, como não postei nada sobre isso, até pq a intenção nunca foi e nem será em benefício próprio, "eles" usavam outros posts nada a ver com o assunto para atacar...hilário kkk, lembrando que não era tão anônimos,Pq "eles" são cinco que tem função ou ligação com cargos na Prefeitura, os famosos Bos, talvez a ira se dava pq eu, ao contrário posto tudo é no meu perfil, os Bos piravam.Bobeira, dá nada não...nao me atingia nada, Pq as pessoas que "precisavam "saber a verdade já sabiam e isso era o que importava.Entao agora cada um(a) assuma as consequências de seus comentários e digo mais, muito cuidado com nomes fakes, Pq covardes sempre arrumam um jeito.Parabéns.E já aproveito e parabenizo o nosso advogado Eduardo Lucas Modesto, por ter feito uma matéria seríssima e assinado. É assim que as pessoas preocupadas com o bem estar de todos fazem.
    Sou Leiva Márcia Almeida.
    Professora e sindicalista.

    ResponderExcluir
  3. Acho salutar e importante demais essa sua decisão, de tornar esse espaço, que já criou uma grande relevância em nosso meio, para realmente travarmos um debate, de cara e alma limpa, sobre os rumos da nossa coletividade, o anonimato de certa forma é covarde, pois somente uma unica pessoa, pode se apoderar desse meio, para tentar desconstruir algo, ou até mesmo construir algo, que seja seu mero e as vezes escuso interesse, conclamo a nossa sociedade, não sejam omissa, faça seu comentário, dê a sua opinião, a sua sugestão, critique,sugira, opine, vamos construir sim uma nova sociedade. E que nossos governantes, entendam de uma vez, por toda, que o povo tem consciencia dos fatos, a comunidade acompanha e exige que aqueles que estaço atribuidos do poder, usem ele, a favor de todos e para todos, não para uma redoma, que geralmente , se protegem, imaginam que estão sendo o supra sumo, das ações administrativas mas infelismente, mais erram do que acertam. Talvez possam ate esta querendo acertar, mas o modus operandi, são os mesmo, que nós como povo, como gente, já sofremos na pele, e temos a convicção de que são erros que se repetem. Apresento a 08 anos um programa de radio semanal, que iniciou na Rádio Campos Belos e hoje veiculamos na Rádio Atividade FM, desde o inicio, com este projeto, de trazer uma debate sadio sobre o que afeta a nossa gente, a nossa intenção, sempre foi ser, buscando a verdade dos fatos e ser um programa de solução , não de problemas, o nosso povo abraçou a causa, tem sido participativo, não só ouvindo, mas exigindo, sugerindo, opinando, reclamando, criticando, e também a nós, na forma de apresentar, de tecer as opiniões, o povo é atento, é um novo tempo.Mas, os governantes, ainda insistem, em "achar" que tem que ouvir só elogios, que qualquer critica, ou opinião contraria aquilo que eles pensam.são obra do "Mal". Parabéns Dinomar, pelo seu blog, sua iniciativa também de eliminar o anonimato, vai contribuir e muito para realmente debatermos a nossa cidade.E conclamo a minha gente campobelense, não se calem, opinam,sugiram, discutam,debatam.PARTICIPEM, assim, teremos uma cidade, que tenho certeza, cada um de nós, eu , Você e os que a governam, desejam.

    ResponderExcluir