Banner 1

Banner 1

domingo, 26 de novembro de 2017

MP-GO leva projeto Nosso Suas a Alvorada do Norte e Simolândia


O Ministério Público de Goiás, por meio do Centro de Apoio Operacional (CAO) dos Direitos Humanos e com apoio da Promotoria local, realizou, nesta terça-feira e na quarta-feira (22 e 23/11), encontros com as redes de assistência social dos municípios de Alvorada do Norte e de Simolândia com o objetivo de apoiar a reestruturação do Sistema Único de Assistência Social (Suas), dentro das ações do projeto Nosso Suas. 

Na ocasião, foram apresentados aos participantes os diagnósticos do Suas referentes a cada município, além de elaborado o plano de ações para sua reimplantação.

Os eventos foram realizados na terça-feira (22/11), em Alvorada do Norte, no prédio do Fórum da comarca; e na quarta-feira (23/11), em Simolândia, no Centro Cultural do município. 

Em todos os encontros, estiveram presentes, representando o MP-GO, a coordenadora do CAO dos Direitos Humanos, Patrícia Otoni Pereira, e membros da Coordenadoria de Apoio à Atuação Extrajudicial (Caej), e da Coordenação de Apoio Técnico-Pericial (Catep), sendo que, em Alvorada do Norte, compareceu ainda a promotora Flávian Cristiane Viga Silveira. 

As reuniões envolveram os integrantes das redes de assistência social dos municípios, que participaram da construção dos planos de ação.

De início, foram apresentados aos gestores os diagnósticos do Suas, feitos pela equipe técnica em serviço social da Catep. 

O documento foi elaborado por meio de visitas aos municípios, com duração de quatro dias, levantando dados da rede, entrevistando servidores e orientando sobre políticas de assistência social.

Buscando a reestruturação do Suas, os participantes discutiram soluções para a situação e esclareceram dúvidas sobre as formas de atuação, infraestrutura e recursos humanos. 

Foram entregues ainda kits (ecobag) com material de apoio contendo cartilha e CD com compilado de leis e manuais sobre o Suas. 

A coordenadora do CAO dos Direitos Humanos, Patrícia Otoni, destacou ainda os efeitos positivos da visita, ressaltando o envolvimento dos gestores municipais e o cumprimento de algumas orientações feitas pela Catep nas visitas.

Fonte: MPGO

Nenhum comentário:

Postar um comentário