Banner 1

Banner 1

sábado, 11 de novembro de 2017

Escola Agrícola de Arraias aprova projeto de pesquisa junto ao conselho nacional de desenvolvimento científico e tecnológico (cnpq)


Com o projeto intitulado “Da escola ao campos e do campo à escola": troca de saberes e práticas agroecológicas nas Comunidades rurais dos Municípios de Arraias (TO), Campos Belos, Cavalcante e Monte Alegre de Goiás (GO)”, a Escola Estadual Agrícola David Aires França concorreu e conseguiu a aprovação de financiamento no valor de 95 mil reais junto ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). 

O projeto foi submetido através da chamada MCTIC/MAPA/MEC/SAF - CASA CIVIL/CNPQ Nº 21/2015 - Apoio a implantação e manutenção de núcleos de agroecologia e produção orgânica. 

A proposta apresentada pela Escola Agrícola de Arraias concorreu com mais de 500 propostas oriundas de Universidades, Institutos Federais e Instituições de Pesquisas. 

Dessas 96 foram aprovadas e receberão financiamento de 10,7 milhões.

O resultado divulgado quinta-feira (09/11), demonstra o compromisso da Escola Estadual Agrícola David Ares França em buscar recursos externos (financeiros ou não), para potencializar o ensino e aprendizagem com a realização de pesquisa e extensão, assegurou a Diretora Veronice Costa.

Os objetivos do Projeto conforme informou o Coordenador do Curso Técnico em Agropecuária Professor Crispim Santos é a implantação de um Núcleo de Estudos Agroecológicos na Escola, com ações que possam levar às Comunidades rurais da região as práticas pedagógicas desenvolvidas na formação Técnica em Agropecuária, possibilitando também que as Comunidades possam trazer para a Escola seus fazeres/saberes. 

Segundo ele os recursos consolidarão as práticas em pesquisa e extensão realizadas pela Unidade Escolar. 

Esse é o segundo projeto aprovado pela Unidade Escolar em chamadas públicas do CNPq. Em 2016, o projeto intitulado “Construindo ciência através dos saberes dos povos tradicionais do Cerrado tocantinense”, recebeu financiamento de 16 mil reais”. 

Outros projetos de extensão estão em análise em instituições nacionais e internacionais, e visam principalmente fortalecer as práticas pedagógicas da Unidade Escolar junto às Comunidades rurais da região conforme informou a Diretora Veronice Costa. 

A criação do Núcleo de Agroecologia e Produção Orgânica na Escola Estadual Agrícola David Aires França é a oportunidade de debater e potencializar as práticas agrícolas e socioculturais locais, com valorização dos saberes existentes nas várias Comunidades rurais espalhadas pelas regiões Sudeste do Tocantins e Nordeste de Goiás. 

Para o Coordenador do Projeto Professor Crispim Santos essa é a chance de avançar na qualificação das práticas agroecológicas que (Re)existem ao modelo agrícola predominante: “a humanidade precisa compreender que outros caminhos existem e são possíveis quando falamos em desenvolvimento rural. 

Precisamos compreender que não é apenas a produção e a disposição de alimentos que nos interessa, mas todas as relações socioeconômicas e ambientais existentes nesse processo, assegura o Professor Crispim Santos”. 

Para ele a luta é para que a soberania alimentar seja uma realidade entre os povos, e, podemos alcança-la com pequenas ações que valorizam as práticas agroecológicas consolidadas na agricultura camponesa.

O início da execução do Projeto está previsto para fevereiro de 2018, e envolverá Escolas do Campo, Associações de Pequenos Agricultores, Sindicatos de Trabalhadores Rurais e Universidades. 

Com informações da Escola Estadual Agrícola David Aires França

Já publicamos: 

Grande vitória da comunidade: Escola Agrícola do município de Arraias irá atender exclusivamente comunidades quilombolas a partir de 2016



Nenhum comentário:

Postar um comentário