Banner 1

Banner 1

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Engenhosidade: uma linha, um muro, duas pedras e maconha



Agentes da cadeia pública de Novo Alegre (TO) descobriram uma forma engenhosa que os presos encontraram para passar drogas para dentro do estabelecimento: linha e pedras. 


Por volta das 11 horas da última sexta-feira, ao fazer ronda de rotina, os agentes Daniel Bispo e Robson Leonardo encontraram uma linha com uma pedra amarrada na ponta, sobre muro da unidade, próxima à cela do semiaberto.

Eles logo desconfiaram que era os presos do semiaberto que estariam passando droga para uma das cela. 

À noite, os agentes fizeram uma campana no horário da chegada dos presos do semiaberto no intuito de identificar os autores.

E não deu outra.

Dois presos chegaram em uma moto Titan preta e um deles já desceu direto para o "engenho" montado sobre o muro. 

Ele foi abordado e na revista, as autoridades públicas encontraram uma porção de 5,4 gramas de maconha pendurada por uma linha, que dava acesso a janela da cela do semiaberto, igual isca de peixe. 

Os dois acusado foram preso em flagrante, ou melhor fisgados.

O fato foi logo comunicado ao chefe de segurança, o agente Luciano Alves, e com apoio da Polícia Militar, ambos foram conduzidos à central de fragrantes em Arraias (TO).

Após o término dos autos, os semiabertos foram recolhidos à cadeia pública de Novo Alegre, onde se encontra a disposição da justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário