Banner 1

Banner 1

domingo, 12 de novembro de 2017

Valentão em Divinópolis de Goiás: uma cena que merece todo o nosso repúdio



Este blog recebeu, de dezenas de leitores, um vídeo que nos entristece, porque é constrangedor e merece todo o nosso repúdio. 

Segundo os leitores, foi gravado no Parque da Vaquejada de Divinópolis de Goiás, uma área pública, sob controle da prefeitura. 

Um organizador de uma cavalgada, chamada de "Cavalgada dos Amigos", exige de forma extremamente grosseira R$ 1.000 de uma senhora, comerciante na comunidade. 

Identificada como "Sra. Vanoza", vendedora ambulante, ela é intimada a pagar o valor ou a sair com a sua barraca do local.  O vídeo não mostra, mas a fonte afirma que a mulher foi proibida de comercializar no local e teve a sua barraquinha danificada. 

Algumas perguntas teimam em sair:  se a área é pública, porque um particular exige, com tamanha arrogância, valores de uma cidadã, que também é contribuinte e paga seus impostos e tem o direito de uso?

O espaço foi alugado ou cedido pela prefeitura à "Cavalgada dos Amigos"?  

Se se exige uma cobrança de uma taxa de uso dos comerciantes, porque esta não é feita por autoridades da prefeitura e através de recolhimento junto a um banco conveniado? 

A cena é constrangedora e merece ser apurada pelo Ministério Público e pela pela Polícia Civil na cidade. 

Da prefeitura de Divinópolis de Goiás, exige-se uma nota explicativa. 

5 comentários:

  1. Homem ignorante,sem escrúpulos.Querer cobrar por algo que não é património particular,e ainda ser arrogante com a senhora.Triste mundo, onde as pessoas honestas pagam com seu suor,a falta de dignidade alheia.

    ResponderExcluir
  2. Triste mundo. Pessoas honestas pagam com seu suor, a falta de dignidade alheia. 😰💔 !

    ResponderExcluir
  3. Tem que acionar o Munisterio público para enquadra este cidadão que já se acha dono da festa de rodeio e vaquejada da regiões acobertado pela prefeitura

    ResponderExcluir
  4. Prefeito é omisso ou então, basta ser amigo do prefeito que tem o aval até para vender drogas, desde que pague R$ 1.000,00. Terra sem Lei. Assim caminha humanidade. Isso porque nome do evento é cavalgada dos amigos, literalmente, por que se não for, veja vídeo o que fizeram com Dona Vanoza.

    ResponderExcluir