Banner 1

Banner 1

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Filho mata pai e mãe a pedradas após discussão em Jaraguá (GO). Uso de droga está por trás da extrema violência


Um rapaz de 27 anos confessou que assassinou os pais na cidade de Jaraguá, a 120 quilômetros de Goiânia. 

Marcos Antônio da Silva disse ter matado a mãe Sirlene Ferreira da Silva, de 49 anos, e o pai José Antônio da Silva, de 53, com pedradas. O suspeito também se envolveu em um acidente após o crime.

Segundo o delegado Glênio Alves, Marcos alegou que estava sob efeito de drogas e que após uma discussão com as vítimas teria praticado o crime. 

“Ele alegou que chegou em casa às 6 horas da manhã e que teria discutido com o pai. Durante isso, ele teria dado um murro na cara do pai, que teria caído desmaiado. A mãe teria vindo socorrer o marido e, após uma nova discussão, ele teria agredido a vítima com um murro e ela também caiu desacordada”, relata o delegado.

Ainda de acordo Glênio, o suspeito teria batido a cabeça da mãe cinco vezes até o crânio rachar. Marcos ainda teria desferido cerca de cinco socos na cara da mulher. Com o pai, Marcos jogou duas pedras na cara do pai. 

A frieza com o que ele destacou isso impressionou o delegado. “Ele ainda teria ficado com os corpos dentro da casa, ouvido música, tomou banho, saiu para comprar comida e estaria mentindo para o irmão que os pais não estavam em casa.”

Segundo a perícia técnica, a mãe morreu de traumatismo craniano e o pai foi vítima por asfixia. Depois das mortes, Marcos tentou fugir pela BR-153 e acabou se envolvendo em um acidente com um caminhão. Com o impacto, o automóvel foi incendiado.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o carro seguia no mesmo sentido em que o caminhão, quando invadiu a pista contrária. O condutor da carreta conseguiu dar ré para evitar que o fogo atingisse o veículo.

Marcos foi retirado do veículo com escoriações e fraturas e foi encaminhado para a unidade de saúde. Marcos foi autuado por duplo homicídio e será transferido para o presídio da cidade.

Fonte: Mais  Goiás. 

Comentário deste Blogueiro

Como o uso de entorpecentes tem feito tanto mal às famílias brasileiras. 

E tem sabichão por aí defendendo a legalização da maconha, sob o argumento de que ela é uma droga usada por muita gente, por recreação, e a sua liberação deve diminuir a violência, principalmente aquela causada por dívidas ou por brigas de facção. 

Os sabichões de plantão deveriam ler estes tipo de matéria. 

E mais, querem liberar a maconha, e o crack como fica? 

Já foram perguntar às famílias que têm filhos viciados em crack se querem a liberação?  e os demais entorpecentes, como heroína e a cocaína, vão liberar também? 

A vida em sociedade em mais complexa do que muito sabichão por aí imagina. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário