Banner 1

Banner 1

domingo, 15 de outubro de 2017

Cadáver é encontrado no rio Jacuba, em Campos Belos, em avançado estado de decomposição


Um cadáver de um homem, em avançado estado de decomposição, foi encontrado neste sábado (14), em Campos Belos, na zona rural do município. 

Um senhor, que andava na região do "Cajueiro" e "Camponesa", há poucos quilômetros de Campos Belos, nordeste de Goiás, passou pelo local, ermo, em busca de pequis, quando encontrou o cadáver de um homem no leito seco do rio Jacuba.

Sobre as pedras e sob o calor escaldante do sol das 15 horas, estava o corpo de um homem, que trajava bermuda amarela e a pele já empretecida, indicando que já estava ali há mais de cincos dias. O odor de putrefação era forte. 

O local onde o corpo foi encontrado fica próximo à chácara Paturi. 

A Polícia Militar e os peritos da Instituto de Medicina Legal foram acionados e chegaram ao local por volta das 16 horas. 

Até o momento, a pessoa morta não foi identificada. 

Informações preliminares dão conta de que ele não possui qualquer perfuração a tiros, facas e nem qualquer indicação de que tenha sofrido uma morte violenta. 

Com o cadáver também não foi encontrado qualquer tipo de documentação ou objeto (tipo celular), que pudesse o identificar. 

Também não consta qualquer registro na Polícia Civil de Campos Belos de desaparecimento de pessoa. 

Os peritos do IML, onde o corpo se encontra, trabalham no sentido de identificar o homem morto e  a causa da morte. 

Já que não foi encontrado sinais de morte violenta, as especulações são no sentido de que o homem estivesse no local em busca de Pequis ou cajus silvestres; tenha passado mal e morrido ali mesmo, a cerca de cinco ou seis dias atrás. 

Mas tudo é especulação. 

Só a perícia da Polícia Civil vai dizer a causa da morte e a família poderá dizer o que o rapaz poderia estar fazenda naquela região isolada, que outrora, por conta do rio, que ainda corria água, era bastante movimentada e local de turismo e lazer de crianças e adolescentes.    

Um comentário:

  1. Dinomar Miranda
    Vc sabe se o corpo foi identificado, idade aproximada, tatuagem, o que descubriram mais do caso.
    Alessandro

    ResponderExcluir