Banner 1

Banner 1

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Assembleia aprova criação de dez Colégios Militares em Goiás. Só esqueceram do nordeste do estado, como sempre


O Plenário da Assembleia Legislativa de Goiás aprovou, em votação definitiva, projeto de lei que cria Colégios Estaduais da Polícia Militar de Goiás (CEPMGs) em dez cidades goianas: 

Alexânia, Cidade Ocidental, Cristalina, Iporá, Padre Bernardo, Pires do Rio, Planaltina, Rio Verde, Rubiataba e Santo Antônio do Descoberto.

O processo explica que as unidades irão funcionar em colégios estaduais já construídos e selecionados pela Polícia Militar em conjunto com a Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte (Seduce).

O impacto orçamentário-financeiro previsto é de cerca de R$ 1,3 milhão em 2017 e R$ 5,4 milhões para cada um dos exercícios de 2018 e 2019. 

Só esqueceram de lembrar aos parlamentares que há uma região no estado, a mais pobre de todas - nordeste de Goiás - que precisa de investimento maciço em educação, para sair desse ciclo perverso.

Esquecem-se de novos cursos para a região, esquecem-se de universidade federais, esquecem-se de programas de capacitação.   

E novamente os deputados estaduais "esqueceram" de cria uma "vaguinha" para a região. Campos Belos bem que merecia um colégio militar. 

3 comentários:

  1. Interessante! Polícia agora é responsável pela educação. Seria o educador sivil responsável pela decadência da escola pública? Por que em uma escola militar há punições aceitos pelo estado, mas em escola sivil são reprimidas? Seria essa uma forma igualitária de oferecer escola Democrática de qualidade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiramente, Civil é com "C".
      Segundamente, nesse tipo de escola a administração é militar, mas os educadores são civis.
      Conversei com alguns educadores do Col. Mil. de Arraias, e eles estão encantados com a segurança e o respaldo que tem para dar aulas.
      Não há interferência militar no conteúdo ministrado, mas a interferência militar no que diz respeito ao cumprimento de regras é o que garante a qualidade das aulas.

      Excluir
  2. Revoltante,só lembram do nordeste goiano em época eleitoral... quando disponibilizam algo para o nordeste é porque para outras regiões de Goiás não servem!

    ResponderExcluir