sábado, 30 de setembro de 2017

Tributo a Campos Belos



João Beltrão Filho

(Letra e Música: João Beltrão Filho)


Campos Belos, terra querida

Abençoada por Cristo Senhor

Terra adorada, plaga sagrada

Lar onipotente, onde reina o amor...


Suas terras de fertilidade

De gado bom e rica em minerais

Sua brava gente, feliz peleja

Pra que tu sejas orgulho de Goiás...



Deus lhe proteja terra bendita

Quem ti habitas, trabalha por mil

Com paz e garra, feliz peleja

Pra que tu sejas orgulho do Brasil...



Que belas serras, que Belos Campos

Que povo ordeiro, que céu, que porvir

Abro meu peito e forte grito

Que infinito é meu amor por ti...



Que verdes matas, berço da vida

Que puras águas, que lindo brasão

Sua bandeira tremula ao vento

Pulsando dentro do meu coração.


Campos Belos/GO, 05/07/2011


Glossário

Plaga: Região, lugar

Sagrada: Respeitada, venerada

Lar: Onde as pessoas vivem em harmonia

Onipotente: Que tem poder ilimitado

Reina: Domina, prevalece

Fertilidade: Que produz muito

Minerais: Substâncias inorgânicas existentes na terra, minério

Brava: Corajosa, valente, destemida

Proteja: Resguarda, defenda

Peleja: Luta

Garra: Esforço

Bendita: Glorificada, abençoada

Habitas: Moram, residem

Ordeiro: Disciplinado, bem comportado

Porvir: Futuro

Infinito: Muito grande, sem fim

Grito: Som de voz elevado

Berço: Lugar onde uma pessoa nasceu

Brasão: Escudo de uma cidade

Bandeira: Símbolo representativo de um município, estado ou país

Tremula: Move, agita, vibra

Pulsando: latejando, palpitando


2 comentários:

  1. Bela canção. Parabéns!
    Parabéns Campos Belos!

    ResponderExcluir
  2. Lindo poema.
    Nao surpreendo-me nossa Campos Belos celeiro de grandes poetas!!!

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.