quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Recomendo: Filme “Polícia Federal – A lei é para todos” ultrapassa 1 milhão de ingressos



O filme “Polícia Federal – A lei é para todos”, thriller que revela os bastidores da Operação Lava Jato, rompeu a barreira de 1 milhão de ingressos vendidos no fim de semana estendido de 21 a 24 de setembro. 

A produção, que estreou no dia 7 de setembro, já acumula uma bilheteria de R$16.979.086. Segundo o portal especializado Filme B, “Polícia Federal – A lei é para todos” se prepara para liderar o ranking dos filmes brasileiros lançados em 2017, ultrapassando  “Detetives do Prédio Azul”, que vendeu 1.192.368 ingressos.

“Os resultados comerciais confirmam o que sempre pensamos: os brasileiros queriam ver na tela grande um thriller policial com a história do mais importante acontecimento no país nos últimos anos,” destaca o produtor Tomislav Blazic, da New Cine & TV e Raconto Produções. 

“Acredito que inauguramos uma nova tendência no cinema nacional, a de filmes baseados em fatos reais, sobre os grandes temas do país, feitos no calor dos acontecimentos, algo que já é uma tradição em várias cinematografias, em particular em Hollywood.”

Mais do que o sucesso de bilheteria, “Polícia Federal – A lei é para todos” tem gerado mobilizações espontâneas em todo país. São muitos os relatos de sessões em que o público aplaude de pé no fim da projeção. 

Em Curitiba, os 180 funcionários do restaurante Coco Bambu assistiram ao filme juntos, convidados pelo proprietário do estabelecimento, Ranieri Saraiva. 

A intenção, segundo a coordenadora de eventos da casa, Suzana Laporte, foi proporcionar um programa de lazer e de cidadania ao grupo de colaboradores do restaurante.

“Polícia Federal – A lei é para todos” tem recebido prêmios que ultrapassam o universo do cinema. 

O produtor Tomi Blazic e o diretor Marcelo Antunez foram homenageados em 2 de setembro na II Jornada Internacional de Investigação Criminal, realizada na cidade de Gramado, no Estado do Rio Grande do Sul. Os organizadores reconheceram a contribuição do filme por apresentar ao público a história do maior esquema de corrupção do mundo. 

A Jornada contou com mais de 1.500 participantes – advogados, secretários de segurança, delegados, autoridades governamentais etc. – e com palestrantes do FBI e dos serviços de segurança anticorrupção da Itália e Suíça, além do juiz Sérgio Moro.

O filme também foi homenageado na V Conferência Internacional de Prevenção e Combate à Corrupção, realizada no Rio de Janeiro nos dias 20 e 21 de setembro, que foi organizada pelo Instituto Brasileiro de Direito e Criminologia – IBDC, Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal – ADPF e Comissão Especial Anticorrupção, Compliance e de Controle Social dos Gastos Públicos (CSGP) da OAB/RJ.

Além das homenagens, “Polícia Federal – A lei é para todos” foi convidado a participar do maior festival de filmes anticorrupção do mundo, o Fraud Film Festival, em Amsterdã, na Holanda, que será realizado nos dias 5 e 6 de outubro.

O produtor Tomi Blazic anunciou que já está trabalhando no filme de continuação. A equipe da produtora iniciou o processo de pesquisa de informações que vai embasar a redação do roteiro do segundo filme.

“O que não faltam são acontecimentos cinematográficos. O segundo filme vai ter Eduardo Cunha, Aécio Neves, Michel e Temer e mais sobre o Lula,” adianta Tomi Blazic.

Com informações da Assessoria 

2 comentários:

  1. Senhor Dinomar Miranda, primeiramente gostaria de agradecer pela tão grande ajuda que proporciona o seu site, em 5 de novembro de 2015 uma das maiores catástrofes ambientais aconteceu devido ao rompimento das barragens da Samarco em Minas Gerais. Após o rompimento, a empresa executou vários planos emergenciais, do qual vimos até hoje nas notícias. Infelizmente aqui no Brasil a grade porcentagem das empresas e das pessoas esperam acontecer para depois poder fazer.
    Todos sabem que aqui perto de nós entre Arraias - To e Campos Belos - Go, foi construída uma barragem da Mineradora Itafós cujo o nome também MBAC fertilizantes. Hoje esta barragem encontra-se com várias fissuras, podendo acontecer o mesmo que aconteceu em 2015 com a empresa Samarco.
    Diante deste fato, espero que as autoridades e até mesmo a empresa possa executar algum plano de manutenção e fiscalização, pois só assim não entraremos na porcentagem daqueles que deixam acontecer para depois fazer.

    ResponderExcluir
  2. Gostaria fala com Dinomar Miranda sobre reportagem faz em Aurora

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.