Banner 1

Banner 1

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Governador Marconi Perillo em Campos Belos. Mais promessas e desculpas


Conforme anunciado, o Governador de Goiás, Marconi Perillo, esteve nesta, na última quarta-feira (30), em Campos Belos, juntamente com o vice-governador, José Eliton, para anunciar convênios e ouvir as necessidades do município.

A reunião ocorreu por volta de meio dia, no auditório do CRAS, no Setor de Indústrias.

Estavam presentes no evento, além do governador e do vice, a deputada estadual Leda, o deputado Claudio Meireles, representantes de parlamentares, assessores, o ex-prefeito Ninha e o atual prefeito Eduardo Terra.

Na oportunidade, o deputado Cláudio Meireles entregou documentos que, segundo ele, é o início do processo para a aquisição de uma nova ambulância para o município.

No mesmo dia, no entanto, em pronunciamento no programa Cidade em Foco, após questionamento de ouvintes, o deputado se comprometeu a entregar uma ambulância UTI.

Em seguida falou José Eliton, que deve sair candidato no ano que vem ao cargo de governador, e fez um balanço do governo, falou de realizações e de projetos para o Nordeste de Goiás.

Porém deixou o assunto mais delicado para o Marconi: a água do Rio Mosquito.

O prefeito Eduardo falou de suas dificuldades com o apertado orçamento, fez um retrospecto de sua administração e apresentou ao governador pedidos para melhoria da infraestrutura do município, a melhoria de trechos da estrada do Pouso Alto, e foi bem incisivo na questão da água do Rio Mosquito, sob a alegação, não só do sabor, mas pelo volume do Montes Claros que está cada vez mais comprometido.

Em seu pronunciamento, o governador Marconi Perillo falou das dificuldades da economia brasileiro e citou as medidas de austeridade que tem tomado, visando sanar o déficit nas contas do estado.

"Graças a isso, Goiás se destaca no cenário nacional, bem diferente dos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul que passam por dificuldades", disse.

Em seguida, anunciou a entrega de 2 milhões a fundo perdido para ser gasto em obras estruturais, como asfalto e recapeamento de ruas.

Anunciou também que o asfaltamento da rodovia de Divinópolis está com 40 milhões em caixa, e que já notificou a empreiteira para que apresse a execução das obras, para que o trecho brevemente seja entregue a população.

Quanto ao quesito água do Mosquito, o governador disse que a empresa que ganhou a licitação não honrou o compromisso, abandonou o projeto, e que isto requer uma nova licitação para o reinício das obras.

Disse também que pediu ao Presidente da Saneago para que tome as providências cabíveis, e que fara de tudo para que tudo seja concluído até o final de 2018.

O estranho nessa história, segundo quem ouviu os discursos, é que a empresa responsável abandonou a obra há quase dois anos, tempo mais que suficiente para que uma nova licitação já pudesse ter sido feita.

" Sua fala deixou um ar de enganação. Certamente as pessoas que ali estavam, com exceção dos políticos e seus aliados, era justamente ouvir do governador notícias promissoras com relação à água, e não mais uma vez deparar com o desprezo desses políticos com relação à maior reivindicação dos moradores de Campos Belos", disse um cidadão que esteve presente.

Comentários deste blogueiro

É impressionante a inconveniência do governador Marconi Perrillo e de sua tropa de seguidores. 

A cada ano de eleição, as caravanas de Goiânia desembarcam de seus aviões nas sofríveis cidades da região, para tirar do bornal pacotes de promessas eleitoreiras.

Promessas não cumpridas que há décadas são feitas aos cidadãos, como a adutora da água doce do rio Mosquito e a pavimentação da rodovia que liga a GO-118 à cidade de Divinópolis de Goiás, estrada, que se pavimentada, seria um verdadeiro input de desenvolvimento e integração entre as dezenas de cidades da região. 

Será que o eleitor, mesmo após anos e anos de lorota, ainda acredita nas palavras desses senhores, políticos velhos e ultrapassados?

Das duas uma: ou esses tradicionais políticos têm certeza absoluta de que os eleitores são extremamente ingênuos e encabrestados ou realmente são mesmo. 

A pergunta é: até quando?

2 comentários:

  1. Sorrisos amarelos, mentirosos e falsos.
    Papagaios de piratas oportunistas não perdem a chance de aparecer.
    A mudança na política tem o hábito de ressuscitar e trazer de volta
    "almas penadas" que achávamos que estávamos livres delas.

    ResponderExcluir
  2. Esse senhor nunca me enganou!! desde o famigerado "tempo novo", que de novo só tinha as figuras, pois as práticas politicas eram as mesmas!!

    Mas o pior disso, amigos, é que esse esquema dele funciona!! é sempre assim, no mandato de 4 anos, ele fica dois enganando a população com propagandas e nada de obras ou novidades, no terceiro ( vésperas da eleição ) ele lança um programa, que dessa vez se chama Goias na frente, mas já teve um onte de outros, e faz essa peregrinação pelo estado assinando papéis ( convenios)!!!
    O que me intriga é: Todo mundo sabe que é assim, ele repete isso todas as eleições... e o povo vota nele!!!

    Vai entender!!

    ResponderExcluir