Banner 1

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Alto Paraíso (GO): Governo de Goiás e PNUD firmam parceria com foco na Agenda 2030


O governador de Goiás, Marconi Perillo, e o representante residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Brasil, Niky Fabiancic, assinaram na quinta-feira (31) em Alto Paraíso (GO) um memorando de entendimento para fortalecer a implementação da Agenda 2030 no estado e o projeto-piloto Território do Bem Viver, que será implementado no município.

De acordo com Perillo, o projeto envolve a participação de diversos segmentos da sociedade, com base nos contextos regionais, para o alcance dos ODS. “Muitas pessoas participam de forma voluntária, sem aparecer. 

E nós somos hoje a vanguarda, no Brasil, para o cumprimento dos 17 ODS, inclusive com ações do programa Goiás na Frente. Tenho a certeza de que a cidade de Alto Paraíso tem tudo para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, destacou.

“É a visão comum que nos leva a assinar um memorando de entendimento entre o governo de Goiás e o PNUD, com vistas a criar um marco de cooperação para facilitar e fortalecer nossa colaboração em áreas de interesses comuns, com foco especial na Agenda 2030 e alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, disse o representante residente do PNUD.

Niky Fabiancic destacou também que a “cooperação reflete o desejo de contribuir para o bem, para um país melhor, para uma sociedade mais justa, mais humana, de maneira a tornar realidade o mote que adotamos na ONU quando nos referimos aos ODS: não deixar ninguém para trás”.

O governo de Goiás é responsável pela execução do projeto, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (SECIMA), em parceria com a prefeitura de Alto Paraíso e apoio da Associação Awaken Love, Organização das Voluntárias de Goiás, PROCON, Agência Goiana de Habitação e da Saneamento Goiás.

O acordo facilitará a cooperação, a coordenação e a otimização de redes institucionais e recursos humanos e financeiros para a formulação, implementação e avaliação de projetos e iniciativas de mútuo interesse, em linha com os ODS. 

A parceria favorecerá também políticas para a erradicação da pobreza e redução das desigualdades, monitoramento de políticas sociais e a construção de sistemas para acompanhamento de metas e indicadores.

Fonte: ONU

Nenhum comentário: