Banner 1

sábado, 19 de agosto de 2017

Sindicato de Campos Belos denuncia transferência de professor, presidente do órgão, após greve da categoria



Professores da rede municipal de Campos Belos e o Sindicato dos Servidores Públicos (Sindibelo) denunciam que a prefeitura da cidade transferiu o professor Antônio Ferreira Barbosa, presidente do Sindbelo, após ele liderar a paralisação da categoria no último dia 15, terça-feira.

O professor, que é lotado numa escola municipal do Distrito do Barreirão, foi transferido para outra escola, localizada no Distrito de Pouso Alto. 

A Portaria 05/2017, assinada pela Secretária de Educação, Geisa Cordeiro, foi publicada em 16 de agosto, um dia depois da paralisação dos professores, em que os profissionais protestaram contra o corte de 10 horas semanais da grade horária de muitos deles. 

Segundo o Sindibelo e os professores, a ação formal de transferência do professor foi pura perseguição política e uma retaliação contra a liderança do professor Antônio Ferreira frente aos interesses da categoria. 

Em resposta ao Blog, a Secretária Geisa Cordeiro disse que a transferência do professor não teve nada a ver com a greve e não foi perseguição. 

Segundo ela, havia excesso de um professor no Barreirão e como o professor Antônio fez concurso para o Distrito de Pouso Alto, resolveu transferi-lo para adequar a grade de profissionais de ambos os distritos. 

Mas que tudo foi feio com conhecimento e autorização do professor Antônio, acordado com os demais professores do distrito do Barreirão.

Perguntada se não era estranho o presidente do sindicato ser transferido um dia após a paralisação que liderou e se ela tinha conhecimento de que a lei garante a inamovibilidade de dirigentes sindicais, a secretária de educação disse que a decisão de transferência tinha sido tomada muito antes e que a assessoria jurídica da prefeitura deu parecer favorável à transferência, porque ela se deu dentro dos próprios limites do município. 

O Sindicato dos professores prometeu protocolar na justiça ação judicial contra a transferência. 

Comentário deste Blogueiro

É no mínimo estranha essa decisão da prefeitura em transferir o presidente do Sindicato, logo após a paralisação da categoria. 

A situação está mais parecendo aquelas velhas perseguições políticas, muito em voga durante o coronelismo regional, em que as autoridades políticas perseguiam até a última geração de seus desafetos. 

Em se confirmando tal hipótese, é extremamente lamentável. Um retrocesso político perigoso e inadmissível. 

Não à toa, é política deste Blog, há quase dez anos, permitir os comentários anônimos por justamente entender essa ação cultural tacanha do coronelismo regional e dar voz às pessoas, sem o temor de perseguições. 

Ademais, cabe lembrar que os dirigentes sindicais, como o professor Antônio Ferreira, tem uma série de garantias constitucionais e legais. 

Com uma simples busca no Google é possível identificá-las, inclusive  as jurisprudências.

"O dirigente sindical tem estabilidade no emprego a partir do momento do registro de sua candidatura a cargo de direção ou representação de entidade sindical ou de associação profissional, até 1 (um) ano após o final do seu mandato, caso seja eleito, inclusive como suplente, salvo se cometer falta grave devidamente apurada nos termos desta Consolidação” art. 543 § 3º da CLT e artigo 8º, inciso VIII da Constituição Federal de 1988."

Art. 543- O empregado eleito para cargo de administração sindical ou representação profissional, inclusive junto a órgão de deliberação coletiva, não poderá ser impedido do exercício de suas funções, nem transferido para lugar ou mister que lhe dificulte ou torne impossível o desempenho das suas atribuições sindicais.


17 comentários:

Anônimo disse...

tooooma, vai mais vai kkkkk
cachorrada desses professores com o município, ta dando é abuso já

Anônimo disse...

Tal atitude só mostra a incompetência da atual secretária de Educação, bem como de sua equipe medíocre.
Outros colegas também foram transferidos de escola, para intimidar e calar a boca dos professores. AGORA É QUE VAMOS A LUTA MESMO.
FORA GEISA E SUA TURMA. VOLTA PARA O TOCANTINS. NÃO ACABE COM EDUCAÇÃO DE CAMPOS BELOS.

Anônimo disse...

QUE VERGONHA PARA A FACULDADE ONDE O MENINO DA BOTA "ESTUDOU". NÃO APRENDEU NADA SOBRE LEIS. ISSO EXPLICA A ATITUDE TOMADA COM O PROFESSOR ANTONIO.

#UNICACHAÇA SALGADO DE OLIVEIRA. VERGONHA ALHEIA.

Anônimo disse...

O que!? A secretária teve a coragem de dizer que foi com consentimento dos demais professores do distrito do Barreirão a transferência do prof Antônio? Meu Deus, a que ponto chegamos. Quanta mentira, como respeitar uma pessoa desse nível. Isso é um absurdo gente. Essa secretária perdeu o escrúpulo, o senso. Nós não concordamos em hipótese alguma, estamos revoltados, porque este ato, foi uma tentativa de "cala a boca". Então volto a afirmar, nunca concordamos com isso, nem nós e nem o professor Antônio. A secretária cogitou isto, mas claramente falamos pra ela, que fazendo isso não resolveria o nosso problema. E uma outra pergunta, por que a secretária só percebeu o deficit em Pouso Alto após a paralisação? Isso foi sim retaliação.

Anônimo disse...

A perseguiçao esta acontecendo na saude também a coisa lá ta feia,lá quem não obedece desce ou pra prefeitura ou pra secretaria emquanto os que faz parte da panela faz o que quer.

Anônimo disse...

Já que a senhora que perseguir, então vamos lá.Há um deficit no Barreirao que é o diretor, pq ele vai ter de sair de lá.Ele não é efetivo pq ele ainda está no estagio probatório, enquanto ele estiver no estagio probatório ele não é efetivo pois encontra se em avaliação e pode ser reprovado na avaliação. Ele é concursado porém só se efetiva qdo cumpre o estagio probatório, ou seja após ele ser avaliado como PROFESSOR em sala de aula pq ele fez o concurso para professor e não diretor, e se tornará efetivo após a avaliação de 3 anos do estagio probatório. A senhora não entende nada de leu, e nem sabia disso. Então agora está fácil a senhora tira o diretor (ilegal) coloca uma pessoa da sua confiança no lugar dele e a vaga dessa pessoa pra o professor Antônio e o diretor vem pra Campos Belos,lugar pra onde fez o concurso cumprir seu estágio probatório.A senhora entendeu?se não dá proxima eu desenho.Ao invés de ficar perseguindo pq não vai estudar pra entender o processo educacional.E tem mais a senhora se esconde atrás das pessoasuas isso é de medrosa, ninguém no Barreirao ficou do seu lado com a transferência do professor, tá feio a senhora ficar colocando a categoria contra os outros, ninguém é bobo de ir na sua ondinha não, todos já perceberam a sua quem é a senhora.

Anônimo disse...

A EDUCAÇÃO MUNICIPAL DE CAMPOS BELOS É UMA VERGONHA. NÃO TEM ACOMPANHAMENTO PEDAGÓGICO. TEM PERSEGUIÇÃO PESSOAL, COM QUEM TEM CORAGEM DE FALAR. MAS, NADA COMO UM DIA APOS O OUTRO.

"...ESCOLA TAMBÉM É LUGAR DE LOIRA."


Anônimo disse...

Eu estou com amenesia ou os professores eram os principais que queriam mudanças? Olha elas estão chegando, mas de um jeito amargo, redução de carga horária, entre outras. Tô vendo que o menino da bota vai sair igual um antigo administrador companheiro dele, sem moral pra ser eleito, até pelo menor, que é ser vereador. Kkkk
Vamos lá, limpar rua, visitas e mais visitas e nada de progresso só retrocesso.

Anônimo disse...

Gente quantos reclamaram do antigo prefeito?
Quantas vezes vcs acham que vão ver isso acontecer​?
Kade quem convenceu vcs votarem no atual prefeito?
Vcs acham que vão ver alguma mudança de benfeitorias em algum lugar de nossa cidade, ex: nas suas áreas​ professores?
Não vão ver não não não!
Só assim muitos aprender a dá lavor no que perdeu.

Anônimo disse...

a educaçao que ja conquistou o direto na lei hoje tão humilhados em vez de estarem buscando aperfeiçoamento para os mesmos estao tendo que regredir pela ditadura dessa pequena parte
de pessoas que experimenta um cargo de chefia ta uma falta de vergonha esta gestão só perseguiçao em todos os orgaos tem indicios das maldades deles acham que que sao perfeitos ate um funcionario que trabalha no hospital eles transferiram se este coitado nao serve para trabalhar no hospital porque serve para trabalhar em outro local muito indignado com o rumo que esta tomando esta gestao estao deixando um rastro de maldade totalmente contrario ao que se falava em palanque envergonhado demais e a turma da seleçao que a maioria so ganha oitocentos e poucos reais e nao podem falar nada se nao ruuuuuuuaaaaa nao foi isso que voce pregou nas campanhas senhor prefeito,a equipe de confiança de uma gestao reflete a sombra das açoes do chefe maior entao cada gestor tem que capacitar melhor sua equipe de confiança e nao deixar fazer tantas barbaridades o poder é igual uma roda ao mesmo tempo que estamos em cima podemos estar em baixo.

Anônimo disse...

#voltaninha

Anônimo disse...

Mas temos que analisar, que as professoras que estão lá na secretaria, não tem nada haver com a situação não! Não são elas que estão reduzindo a carga horaria nossa não. Não mandam em nada como as que estavam lá anteriormente. Não podemos generalizar. São peixes pequenos!Isso é briga de tubarões.

Anônimo disse...

A educação de Campos Belos, tá um caos. Os professores abandonados, humilhados desnorteados.
Não há formação, não há orientações pedagógica, não há qualidade no lanche, não há nada ... Educação retrograda. tem mais: Alunos comendo manga verde, escola suja, escola sem porteiro, salas super lotadas. As necessidades são inúmeras.

Anônimo disse...

E A TÃO SONHADA MUDANÇA CHEGOU! VIVA A MUDANÇA.

Anônimo disse...


Parabéns pelo belo texto, Marcio Valente. Vale a pena publicar.

"Perseguição Política
Um mal que ronda nosso Município de Campos Belos.

A perseguição política é uma das formas mais covardes de tentar manter o poder sobre as pessoas, é um tipo de comportamento que só é atribuído à pessoas fracas e inseguras acompanhadas de um caráter duvidoso.

O líder inteligente e seguro usa seu tempo para motivar e incentivar tanto os funcionários públicos, bem como todo cidadão, para que se sintam respeitados e valorizados.

Fico realmente espantado ao ver o comportamento de certos agentes públicos que se acham acima da lei.

Imbatíveis, com super poderes...tão ingênuo acreditar que todo poder durará para sempre, inevitavelmente todo aquele que hoje está investido de poder, em algum momento voltara as funções de origem.

Quem exerce cargo de confiança voltará ao seu cargo normal, quem é político eleito voltara a fazer parte da classe dos meros mortais, tudo passa, inclusive o poder que se julga ter sobre as outras pessoas.

A vida é uma roda gigante: “trate as pessoas como você gostaria de ser tratado”.

É uma pena vermos pessoas com discursos tão cativantes indo na contra mão de suas próprias palavras.

E, o pior, é que vivem cercados de pessoas interesseiras.

Pessoas que muitas vezes ficam do lado somente enquanto dura o poder e seu retorno financeiro, abandonando o barco ao primeiro sinal de naufrágio e pulando para o outro lado logo que o poder começa a diminuir.

São os amigos do poder, os verdadeiros amigos da onça...(Esse tipo de amigo coloca em descrédito qualquer político) .

Na maioria dos casos, são os amigos do poder os instrumentos usados para a pratica da perseguição política e assedio moral, dentro e fora do setor publico.

São os comumente chamados “Capangas do poder”, utilizados para causar o terror em quem se posiciona contrario aos atos dos poderosos.

Outra questão muito presente no nosso município é que muitas vezes os chefes são indicados em decorrência dos seus laços de amizade ou de relações políticas com o detentor do poder, e não por sua qualificação para o desempenho da função.

"Despreparado para o exercício da chefia, mas ancorado nas relações que garantiram a sua indicação, o chefe pode se tornar extremamente arbitrário, perseguidor e injusto”.

É impressionante como o dinheiro e o poder interferem no comportamento de certas pessoas, transformando-as em seres perseguidores, usam de autoritarismo, ironia.

Contudo, Sr. Antonio,( Presidente do Sindibelo ), diante de situações adversas é imprescindível manter a fé de que dias melhores virão.

E além da fé e da positividade de vermos a nossa terra em boas mãos, temos também que conhecer a lei que nos protege de pessoas mal intencionadas."

gregorio de matos guerra disse...

É hora de fazer o ranking dos gestores mais perseguidores de Campos Belos. Os brutos que enxergam na oposição tão somente inimigos a serem destruídos. Poder para odiar, humilhar, trucidar. Jamais usam o poder para o bem comum; usam apenas para favorecer parentes e correligionarios de ocasião. Acho que o menino da bota supera o peixe e o avô no quesito perseguição.

Anônimo disse...

Abuso de autoridade e improbidade administrativa lei 4.898/65.
Vejo que o professor Antônio foi sutilmente perseguido para que sirva de exemplo aos demais,com a intenção de a todos silenciar. A perseguição política e característica de gestores desqualificado e sem liderança é uma das formas mais covardes de se manipular e pressionar uma pessoa. A remoção e transferência é um jeito velado de se perseguir,casos como esses costumam aflorar quando as nossas opiniões desagradam os que estão no poder. Podemos perceber que o atual prefeito e sua secretaria estão gastando demasiada energia investindo em medidas punitivas para os servidores, ao invés de devotarem tempo e atenção para motivar,incentivar e qualificar cada profissional na perspectiva de sua valorização e auto-estima. Existem pessoas que se acham imbatíveis, super poderosas. Será que não param para refletir que tudo passa? Inclusive o poder que julgam ter sobre os outros.O que podemos ter por certo nessa vida é a morte essa sim é nossa maior certeza; então porque tantos vivem atropelando os outros,desprestigiado,ferindo,implicando? Ninguém é superior num contexto em que fazemos parte de uma mesma espécie humana. Precisamos urgentemente derrotar essa DITADURA REINANTE (em pleno século XXI ) e banir as perseguições covardes que ainda hoje são praticadas na nossa cidade. É impressionante como o dinheiro e o poder interferem no comportamento de certas pessoas,transformando-as em seres frios,sem sentimentos e emoções. Como pode senhor prefeito e senhora secretaria fazer isso com uma pessoa? Já pararam para pensar no transtorno que fizeram na vida do professor? Estão tornando a vida de todos os professores um caos,uma verdadeira perturbação que os atingem não somente financeiramente mas também psicologicamente. Mas para a felicidade de todos a tempestade nunca permanece e o sol há de brilhar mas uma vez...