Banner 1

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Restos mortais encontrados dentro de jacaré são humanos, diz laudo


Os restos mortais achados dentro das vísceras de um jacaré encontrado na zona rural de Lagoa da Confusão, a 220 km de Palmas (TO), são segmentos corporais humanos, conforme a Secretaria de Segurança Pública (SSP). 

A identificação é resultado de exames periciais da Polícia Científica.

A SSP informou ainda que com os resultados a Polícia Civil (PC) seguirá com as investigações para esclarecer o caso. 

O próximo passo é a realização de um exame de DNA para identificar se os restos mortais pertencem a Adilson Bernardes de Oliveira, 47 anos, que desapareceu no rio Javaé, em Lagoa da Confusão, no último dia 28. 

Caso 

Oliveira sumiu durante pescaria no rio. O Corpo de Bombeiros foi acionado e, após as buscas, não conseguiu encontrar o corpo. 

Três dias depois, com a ajuda de pessoas da região, foi encontrado um jacaré-açu, com a barriga muito cheia. 

Os moradores suspeitaram que o animal poderia ter devorado o homem. O animal foi morto e dentro da barriga aberta restos mortais foram encontrados. 

Um caso parecido aconteceu, em abril de 2016. Às margens do rio Araguaia, no município de Araguacema, Rogério Marques de Oliveira, 41 anos, também estava pescando quando desapareceu no rio. 

Um jacaré-açu foi encontrado com a barriga cheia e houve suspeita de que tivesse devorado o homem. Após vários exames, o IML constatou que não eram restos humanos.

Fonte: O Popular 

Nenhum comentário: