Banner 1

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Professores de Campos Belos fazem um dia de paralisação, por corte de horas/aula



Professores da rede municipal de Campos Belos, no nordeste de Goiás, fizeram um dia de paralisação, nesta quarta-feira (16), contra a decisão da prefeitura que, razão da falta de recursos públicos, cortou 10 das 40 horas semanais da carga horária dos profissionais. 

Além da paralisação, os servidores da educação, de preto e munidos de cartazes e apitos, fizeram uma passeata pelo centro da cidade, para chamar a atenção da comunidade. 

Os profissionais não aceitam a diminuição que, por consequência, também atinge os bolsos dos professores, com a diminuição das horas recebidas em salários. 

Assessores da prefeitura nos informaram, em off, que a situação do cofre municipal é para lá de desesperadora e a ação de cortar dez horas da carga horária é uma das tentativas superar as dificuldades de caixa. 

E mais. 

Que os cortes não ficarão por aí. Outras áreas serão afetadas, porque a "coisa tá feia", contaram. 





16 comentários:

Anônimo disse...

Por que não diminui no número de pessoas que estão trabalhando como contratados,secretários pois em seu plano de governo ele colocava que o dinheiro era suficiente pra fazer muito pelo município e agora não dá....

Anônimo disse...

É PESSOAL OS SENHORES(a) NÃO CRITICAVA NINHA!!!? E AGORA COM O NOVO PREFEITO DE VCS COMO QUE ANDA A SITUAÇÃO??
ONDE ESTÁ O VEREADOR DE VCS,O SR BAIANO É ISSO?......

Anônimo disse...

Os professores sabem da situação pq esse é um problema antigo e não só de Campos Belos mas insistem em não entender, sei que os professores deveriam ser mais valorizadosimples, mas se não tem dinheiro vai fazer o que, isso é um problena do Brasil todo.

Anônimo disse...

Se tá feia pra vaca (prefeitura), imaginem pros bezerros (funcionários) que dependem desse mísero salário para sobreviverem. O que está havendo é a falta de planejamento da administração, diminuam as gratificações de comissionados, diminuam os contratos, dentre outras coisas que deverão ser feitas. Conversa fiada, precisamos de respeito. Tenho certeza de que quem mandou essainformação não é professor, e se for não está na sala de aula. Procure recursos prefeito, busque convênios. É isso q um prefeito preocupado c o povo faz e não mexer em salário de uma categoria sofredora. Pensem nisso! Ah a paralisação foi dia 15( terça- feira).

Anônimo disse...

abaixar os salários dos professores é simplesmente uma desculpa descabida o que precisa é de uma administração organizada e compromissada com uma boa educação.Em uma situação como essa não só fica prejudicando professores mais os alunos também. Alunos precisando muito de reforço cortaram não existe mais.Crianças sem apoio em fim uma falta de respeito sem medida.fica aí a pergunta pra vcs administradores é justo?
Professores são educadores convivem todos os dias com essa probematica de sala de aula.como não se indignar com uma situação dessa?Na minha opinião eles estão certissimos têm sim que se mobilizarem todos têm .
direitos e não só deveres.se os governantes olhassem para a classe com mais consideração e respeito não precisaria de nada disso.Já que não há diálogo nenhum tem que parar mesmo. professores se sintam apoiados...

Anônimo disse...

Tá faltando transferência, se tem dificuldades financeiras, demostre-as primeiro, divulgue para a sociedade, vereadores, tente achar, discutir soluções e nao eleger os professores como bode expiatório, neste país ninguém respeita os professores, se tem que fazer corte, sempre começam pela educação!

Anônimo disse...

É engraçado só atinge os professores, essa semana na câmara ouvir de um vereador as diárias do prefeito dentro de 7 meses de sua administração está em 20.000 reais.Porque não começa cortando as diárias abusivas tem q ser na carga horaria do professor?

Anônimo disse...

comecaram os cortes justamente pela classe que mais os apoiaram.e se preparem vai ter mais, isso so e o começo.por q se nao o dinheiro não vai dar para pagar os salarios absurdos dos comissionados. A MUDANÇA TÃO PROMETIDA SÓ ESTÁ COMEÇANDO.

Anônimo disse...

Eu sou a favor de acabar com concurso público, funcionários públicos nao trabalha não faz nada. Hoje professores só senta na sala de aula e manda os alunos fazer uma pesquisa na internet e pronto já valeu a Nota
O ensino é uma porcaria, só que trabalhar de segunda a quinta-feira, quando dá um feriado no meio de semana só volta a trabalhar na segunda faz o que quer.
Agora fica reclamando de salário que ganhar muito e trabalhar pouco.
A não pode esquecer que só vive comendo o Tempo todo.
Eu não luto pelos direito do professor mais sim da nossa segurança ( Policial que fica dia e Noite atrás de Bandido no sol quente passando fome) eles sim deveria fazer greve.

Anônimo disse...

OS PROFESSORES DA REDE ESTÃO COM SUAS CARGA HORÁRIA REDUZIDAS, ENQUANTO PESSOAS QUE SÃO FUNCIONÁRIAS DE OUTRO MUNICÍPIO FAZEM 40 HORAS DENTRO DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO.

FIQUE DE OLHO PROFESSORES O DIREITO É SEU.

Anônimo disse...

Caro Dinomar Miranda! Esta pessoa que postou essa matéria poderia se informar melhor,quanto ao dia da paralisação com manifestação, informo- lhe que ocorreu na terça- feira dia 15.08.17. A classe de professores estão reivindicando com dignidade aquilo que é de fato é de direito no plano de cargos e salários. A crise econômica no país não é novidade. Isso é problema de gestão pública de prefeituras inchadas de contratos e cargos comissionados. Assim realmente não há de se esperar melhoras no orçamento do município. Os professores estão reivindicando suas cargas horárias que muitos deles já fazem a 10, 15 ou 20 anos. Além disso a classe sofre no momento com retaliações, perseguições e transferências de professores de escolas, porque estão buscando seus direitos. Realmente a proposta deslumbrante do gestor menino da BOTA na educação, não condiz com a realidade que os professores estão sofrendo na pele hoje. Em apenas 8 meses de governo, já começou a cravar as suas esporas na educação.

Anônimo disse...

Amigo, nao se alegre com a desgraça alheia, até porque, nao se pode afirmar que todos votaram no atual prefeito, agora concordo que a maioria possa ter votado no Baiano, mas mesmo assim, a culpa da covardia ou trairagem do tal vereador, é dele e de mais ninguém, a propósito, quero parabenizar a vereadora Ivone,que esta sim, honrou os seus votos, sendo solidária aos professores.

Anônimo disse...

Isso é uma vergonha, estão tirando 25% do salario de quem já nao ganha muito!
O cara chega agora na prefeitura e tira do bolso de quem tem mais de 18 anos de bagagem, Talvez até de quem educou ele!
Ta faltando bom senso por parte do prefeito, reduzir os contratos ninguém quer né, Voto garantido é outro nivel.

Anônimo disse...

Bom! sabidão vai pra uma sala de aula, pra vc ver se da aula pra 30 alunos, com escolas sem estruturas. Uma sociedade que tem boa educação, não precisa de reforço na segurança.

Anônimo disse...

Está uma vergonha mesmo,uma falta de respeito para com as nossas crianças e com os professores. As crianças sem o reforço escolar, o lanche não tenho nem palavras para descrever a situação,a escola Jandira Aires está suja fico indignada quando vou levar minha filha.As salas sem um ventilador as crianças e os professores estão quase morrendo de calor,tem turmas que já trocou de professor 5 vezes só durante esse semestre,as crianças especiais sem acompanhamento. Está mesmo uma bagunça é para quem não acredita é só fazer um visita a escola e conferir. Cadê você secretaria de educação? Levanta da sua cadeira pega essa equipe que está aí com você e faça seu trabalho, visite as escolas.Venha também senhor prefeito não disse que ia fazer a diferença?

Anônimo disse...

A educação é a esperança para esse país!Como pode um prefeito que se diz ser Dr não compreender isso? É um absurdo a trairagem q o vereador Baiano cometeu com os professores que tanto o apoiou e confiou em suas palavras. Vereador esse, que foi comprado sem duvida nenhum pelo menino da bota. Até pq se o mesmo não puxar o saco do prefeito, não consegue ter vagas de emprego para sua familia toda, assim como o vereador Gilson e o vereador Rodrigo que estão com sua familia em peso trabalhando como comissionados e contratos q não passaram de uma grande marmelada.