Banner 1

domingo, 6 de agosto de 2017

10 anos de Blog: nasceu no Haiti e dentro do que seria hoje o G1 Pernambuco




No último dia 17 de julho, este Blog completou 10 anos de atividade, uma década de trabalho diário. 

E já nasceu criando confusão.  

Com cerca de quase meio milhão de acessos por mês, o Blog tem uma história surpreendente, que pouca gente conhece. 

Hoje importante canal de comunicação, com interessante influência no nordeste de Goiás e sudeste do Tocantins, o Blog Dinomar Miranda nasceu no Haiti, em junho de 2006, vinculado ao site PE360 graus, da TV Globo Nordeste, hoje G1 Pernambuco.

Certa feita, no início de 2006, a jornalista e publicitária Mariana Fantato, colega e contemporânea da Universidade Católica de Pernambuco, trabalhava na TV Globo Nordeste, e descobriu que eu estaria indo para o Haiti em junho, integrar o núcleo de comunicação social do Batalhão brasileiro em missão de paz naquela terra caribenha.

Mariana fez um convite inusitado: "Dinomar, você está indo para o Haiti. Não quer fazer um blog para nós, escrito de lá?" Blog, o que é um blog. Foi a primeira pergunta que a fiz. 

Ela então informou que se tratava de uma espécie de site, escrito por uma só pessoa, como se fosse um diário. 

O ícone do formato e o grande nome era o jornalista pernambucano Ricardo Noblat, também formado na mesma Universidade que nós. 

O blog falaria de que?  

Só não posso falar dos segredos da missão, das informações estratégicas do batalhão, disse a ela.  "Você pode falar de qualquer coisa, das pessoas, da cultura, religião, das coisas inusitadas. 

Topei. O blog estaria vinculado ao Portal 360Graus, muito lido na época e seria a primeira oportunidade de verdade em um grande canal jornalístico. 

Bem, faltava convencer o comandante do Batalhão Brasileiro, do quinto contingente do Haiti, oriundo do nordeste, o então coronel Paulo Humberto César de Oliveira, hoje general de Exército, no último posto da carreira, comandante do braço operacional do Exército, o Coter (Comando Operações Terrestre). 

Comandante arrojado, visionário e linkado na modernidade, não pensou duas vezes. "Autorizado. Compreendi tudo e vai ser ótimo. Mas olha lá. A responsabilidade é grande e não vai me colocar em maus lençóis", disse sorrido e em tom de brincadeira, como sempre fazia na sua forma simpática.  

Meses depois, o Blog "Haiti" era um dos espaços mais acessados do site da TV Globo em Recife, inclusive com matérias sobre "vodu" e "zumbis", uma marca da religiosidade haitiana. 

Extremamente cauteloso, cuidadoso e espantado com o sucesso momentâneo do Blog, chamei o chefe da Seção de Comunicação Social do Batalhão em Porto Príncipe, Neuzivaldo Dos Anjos e disse: "Coronel, estou um pouco assustado com a repercussão do Blog.  O Centro de Comunicação Social do Exército - sediado em Brasília - não sabe de nada e tão pouco o comandante geral das tropas multinacionais no Haiti, o general brasileiro José Elito Carvalho".

O general José Elito mais tarde se tornaria o ministro-chefe do Gabinete Institucional da Presidência da República, no governo da presidente Dilma Rousseff. 

Minha proposta era informar ao general, ter suas bênçãos e não ser incomodado durante todo meu período naquele país, missão que duraria até dezembro de 2006. 

O coronel Dos Anjos assentiu e marcamos uma data para uma audiência com general comandante geral das forças multinacionais. 

Foi o meu pior dia naquela missão. 

Apesar de extremamente educado e cuidadoso no trato com as palavras, o general foi direto. 

"Não posso perder o controle da comunicação, que só pode ser feita pelo Centro de Comunicação Social do Exército". De nada adiantou as explicações de que os segredos estratégicos militares estariam seguros. 

Voltei para a base brasileira, em outro bairro da cidade, cabisbaixo e pensando em como iria comunicar a delicada situação à competentíssima Jô Mazzarolo, diretora de jornalismo da TV Globo, de que não poderia mais publicar nada da missão Haiti. 

E o meu compromisso com ela?

Teria que parar, porque senão estaria desobedecendo a ordem de um general, o que ensejaria até um crime militar.  

Mas não expliquei que fui a causa, pelo excesso de zelo e cuidado. 
   
Noites se passaram pensando naquela oportunidade perdida. 

Foi aí que tive a ideia de entrar em contato com um outro colega jornalista, Gustavo Belarmino, do Jornal do Commercio de Recife, que sugeriu uma coluna no site do jornal, com foto sem farda, com assinatura de apenas jornalista e não um integrante do batalhão brasileiro. 

Sugestão aceita e conseguimos levar a coluna ao portal do Jornal do Commercio até o final da missão, agora com novo nome: "Haiti": a Pérola Negra do Caribe". 

Desta vez fui mais audacioso e não comentei uma linha sequer com qualquer comandante militar. 

O sucesso foi o mesmo e desse trabalho surgiu outros convites de cooperação, quando passei a ser enviado especial (sem pagamento, porque estava por conta do governo) do Jornal do Commercio e do Jornal Correio de Povo ( Porto Alegre-RS). 

A Universidade Católica chegou a destacar o nosso trabalho: Ex-aluno se destaca em missão da ONU.

De volta ao Brasil, a coluna foi desativada. 

Em 2007, com a iniciativa de preservar a memória do que havia escrito do Haiti, criei um Blog sem vínculo com qualquer empresa jornalística, agora na plataforma Blogger (então recém comprado pelo Google). 

O primeiro post foi em 17 de julho de 2007, com "Haiti: Porto Príncipe, uma capital em agonia".

Mas os assuntos do Haiti tinham se esgotado. O que fazer para manter viva essa chama, esse importante canal pessoal?

Depois de muito pensar, cheguei a uma decisão interessante. Por que não voltar o Blog para a minha cidade natal, Campos Belos? 

Lá as pessoas sabiam mais do que se passava nas ruas de São Paulo (com o programa do Datena), de Brasília, do Mundo, do que na sua própria comunidade. 

O que a prefeitura tem feito?  os projetos da Câmara Municipal? e as questões culturais, ambientais, sindicais, econômicas dos município? Nada. 

Era um escuro. E se uma comunidade não conhece o seu presente, como planejar o seu futuro?

Foi partindo dessa premissa que voltamos o Blog para Campos Belos.  O primeiro post regional foi em março de 2009, sobre a posse e a passagem da prefeitura de Campos Belos, do ex-prefeito Ninha ao prefeito, eleito e aliado, Sardinha. 

Cobertura da posse do prefeito e vereadores de Campos Belos

Aos poucos, o Blog foi caindo no gosto das pessoas e logo outras cidades começaram a demandar posts.  Hoje são mais de 30 cidades demandantes e leitores em todos os cantos do planeta. 

E assim nasceu um blog regionalizado, com a nova tendência do jornalismo participativo, cidadão, comunitário.

Nesse período, ajudamos a estancar a extinção da Escola Agrícola de Arraias, a denunciar a questões ambientais, como do rio bezerra com a implantação da mineradora canadense Itafós e as constantes ameças do agronegócio à Chapada dos Veadeiros; lutamos pela reconstrução dos 400 km da GO-118, encontramos pessoas perdidas, e o mais importante, valorizamos pessoas. 

Dez anos depois, em 2017, o canal está consolidado, é tese de estudo de universitários e pesquisadores e um xodó da comunidade. 

Obvio que não é fácil manter um canal diário como este, voluntário e sem fins lucrativos. 

Mas por todo esse tempo não teve uma vez sequer que não fizesse cada post com dedicação e absoluta certeza de sua importância. 

Que o Blog tenha mais um longo período pela frente! Até quando e aonde vai parar? só Deus sabe.

2 comentários:

Magda Suely P.Costa disse...

Parabéns meu querido Dinomar por este trabalho responsável e de grande utilidade para nosso sertão esquecido.
Escrever não é fácil, ainda mais noticiário, o risco de sempre agradar a uns e desagradar a outros é sempre certeiro. Mas é o papel de um jornalista, buscar escrever e descrever o fenômeno tal qual aconteceu, e de forma mais imparcial possível!
Escrever para o público é uma experiência linda, mas um tanto melindrosa.
Parabéns pois você o faz muito bem, e eu me orgulho sempre de ter sido uma das suas professoras no Polivalente!Bravo, mais umas décadas de bom jornalismo!Beijo em seu coração!

Leonardo disse...

Parabéns pelo seu blog! É um excelente meio de informação sobre o nordeste goiano e o sudeste tocantinense! Leio-o todos os dias! E vamos para mais 10 anos!