Banner 1

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Guarani de Goiás é um dos municípios que já receberam o valor integral destinado pelo "Goiás na Frente"


Com recursos do programa Goiás na Frente em suas contas, 11 prefeituras já conseguiram viabilizar obras em suas cidades, iniciá-las ou retomá-las. 

Até o momento, 34 municípios acessaram os recursos por terem apresentado a documentação exigida por lei para efetivação dos convênios com o governo estadual. 

A maior parte das obras é de pavimentação asfáltica e rodoviária.

A definição do aporte de recursos e onde eles seriam aplicados foram feitos pelos prefeitos em conjunto com as populações de suas cidades. 

Dos 34 municípios, 22 já receberam o valor total acordado em convênio. Os outros 12 receberam a primeira parcela, e receberão em breve a segunda. 

De acordo com o secretário de Governo, Tayrone Di Martino, mais 20 cidades estão com processo em andamento, e devem receber suas primeiras parcelas na próxima semana, caso consigam dirimir os impedimentos legais.

Guarani de Goiás é um dos municípios que já receberam o valor integral destinado pelo Goiás na Frente. 

O município angariou R$ 1 milhão, e segue com a construção de um parque municipal no valor de R$ 652.391,72, cujas obras estão 58,55% prontas. 

A Prefeitura de Itapuranga também já obteve suas duas parcelas, no total de R$ 2 milhões, e aplica os recursos em pavimentação urbana. As obras estão 89,88% concluídas, com investimento de R$ 1.836.329,66.

Na lista das cidades que já receberam o valor total, Itumbiara está com obras de uma subestação de energia e de uma linha de transmissão em andamento. 

A Subestação Paranaíba está 26% concluída, e a Linha de transmissão Itumbiara - Paranaíba C2 está 46%. Gameleira de Goiás será beneficiada com a construção do trecho que liga a cidade ao município de Silvânia, na GO-437. As obras, com investimento de R$ 5.131.937,44, estão 86,86% concluídas.

A Prefeitura de Jaraguá investe parte do recurso que recebeu do Goiás na Frente na construção de uma quadra coberta em uma escola. A obra está no início, 10% pronta. O

 valor total será de R$ 450 mil. Nerópolis será atendida com a duplicação da GO-080 até a BR-153. A obra está 71,41% pronta. O investimento é de R$ 68.927.465,26.

Mossâmedes, Trindade, Itapaci, Luziânia e Nova América receberam a primeira parcela do Goiás na Frente. Mossâmedes vai ser beneficiada com a conclusão da duplicação da GO-070, que vai de Goiânia até a cidade de Goiás. Ela está 84,51% concluída.

Trindade é uma das cidades que vão aplicar os recursos em pavimentação asfáltica. O município vai investir R$ 929.656,07 na primeira etapa de pavimentação que já começou a fazer. Itapaci e Luziânia estão com obras em subestações de energia. Nova América será beneficiada com a construção de trecho na GO-334, até os entroncamentos da GO-164 e da GO-156. A obra está 35,49%.

A seguir, os municípios que já receberam a segunda parcela do Goiás na Frente: Acreúna (R$ 200 mil, de R$ 2 milhões); Aloândia (R$ 175 mil, de R$ 1 milhão); Cachoeira Alta (R$ 157.139,00, de R$ 1.571.388,00); Gameleira (R$ 166.667,00, de R$ 1 milhão); Guapó (R$ 250 mil, de R$ 2,5 milhões); Guarani de Goiás (R$ 200 mil, de R$ 1 milhão); Indiara (R$ 166.667,00, de R$ 1 milhão); Itapuranga (R$ 200 mil, de R$ 2 milhões); Itumbiara (R$ 500 mil, de R$ 5 milhões); Jataí (R$ 500 mil, de R$ 5 milhões); Jesúpolis (R$ 166.667,00, de R$ 1 milhão); Jussara (R$ 130 mil, de R$ 1,3 milhão); Maurilândia (R$ 200 mil, de R$ 2 milhões); Morro Agudo (R$ 166.667,00); Nerópolis (R$ 300 mil, de R$ 2 milhões); Padre Bernardo (R$ 300 mil, de R$ 3 milhões); Paraúna (R$ 200 mil, de R$ 2 milhões); Porteirão (R$ 175 mil, de R$ 1 milhão); São João D’Aliança (R$ 200 mil, de R$ 2 milhões); Turvelândia (R$ 140 mil, de R$ 700 mil); Uruaçu (R$ 300 mil, de R$ 3 milhões); Vianópolis (R$ 267.090,00, de R$ 3.205.071,00), e Jaraguá (R$ 279.860).

Receberam a primeira parcela: Goianira (R$ 412.500,00, de R$ 4.125.000,00); Ipameri (R$ 300 mil, de R$ 3 milhões); Mossâmedes (R$ 166.667,00, de R$ 1 milhão); Serranópolis (R$ 166.667,00, de R$ 1 milhão); Trindade (R$ 484.714,64, de R$ 4.847.146,00); Ceres (R$ 50 mil, de R$ 500 mil); Edéia (R$ 197.742,97, de R$ 1.977.429,00); Itapaci (R$ 200 mil, de R$ 2 milhões); Luziânia (R$ 1 milhão, de R$ 10 milhões); Santo Antônio de Goiás (R$ 166.667,00, de R$ 1 milhão); Nova América (R$ 84 mil, de R$ 500 mil).

Fonte: Governo de Goiás

Nenhum comentário: