Banner 1

domingo, 23 de julho de 2017

2º Núcleo da Rede de Orquestras é lançado em Posse/GO



Posse, na Região Nordeste do Estado, foi sede do lançamento do 2º Núcleo do projeto Rede de Orquestras. 

O evento faz parte da programação do aniversário da cidade, que contou com a participação do governador Marconi Perillo.

Ousado e de vanguarda, o projeto do governo do Estado, administrado pela Secretaria de Desenvolvimento, tem como meta a criação de orquestras e corais jovens em 12 municípios goianos.

Com a formação das orquestras, o Governo pretende abrir as portas da música clássica a todas as camadas sociais, dar oportunidade de formação a novos jovens por meio de experiência orquestral para que possam ingressar no mercado de trabalho, descobrir talentos e, acima de tudo, promover a cidadania. A filosofia do projeto é promover o resgate social pela música. 

A rede vai ficar sob a coordenação do Itego em Artes Basileu França, vinculado à SED, e as orquestras vão funcionar nos moldes da Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás (OSJG). 

No projeto, o governo investiu cerca de R$ 2 milhões e 100 mil para a aquisição de mil instrumentos musicais que vão contemplar 1.500 jovens de 8 a 18 anos.

Além de Posse e Palmeiras de Goiás – primeira cidade a receber o projeto – , já estão definidas para instalação dos núcleos os municípios de Alto Paraíso, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Caldas Novas, Catalão, Itumbiara, Palmeiras de Goiás, Pirenópolis, Rio Verde, Trindade e Valparaíso. 

De acordo com informações da SED, em alguns municípios o projeto deverá começar a funcionar já em agosto deste ano.

Serão ofertados em cada núcleo cursos de violino, viola clássica, violoncelo, c0ntrabaixo acústico, trompete, tuba, flauta doce, trombone, violão e canto coral. Entre as ações, aulas de leitura musical e de instrumento, ensaios de naipes, apresentação musical e intercâmbio com outros núcleos. Serão 125 vagas para cada núcleo.

O projeto será executado em parceria com as prefeituras. 

O governo estadual vai oferecer os equipamentos e instrumentos necessários e cerca de 150 profissionais, sendo 12 professores e três profissionais para apoio, por cidade. As prefeituras se encarregarão do espaço físico e da logística.

Em Posse o núcleo irá funcionar na Rua Robson Ricardo Rodrigues Barbosa – Centro Municipal da Juventude Domingos José Valente.

Fonte: Governo de Goiás

Nenhum comentário: