Banner 1

Banner 1

segunda-feira, 26 de junho de 2017

UEG Campos Belos abre as portas da Universidade para curso de verão



Teve início no ultimo dia 24 de junho o Curso Básico de Espanhol e Intercâmbio Cultural Latino-americano oferecido pela UEG Câmpus Campos Belos aberto à toda a sociedade local.

Ministrado pelo professor Rafael Rojas, o curso pretende caminhar sobre duas vertentes principais. 

Na primeira delas, tratará da capacitação na própria língua espanhola, permitindo ao estudante adquirir “competência linguística razoável a lhe permitir, por exemplo, realizar uma viagem pelos países da América, em cuja oralidade apreendida aqui na universidade seja suficiente para se comunicar num restaurante, ou mesmo na simples visita a um museu”, conforme destaca Rojas.

A segunda intenção do curso é despertar a curiosidade dos 50 alunos matriculados para a arte, a cultura, o turismo, a política, a literatura dos povos latinos. 

A isso, o projeto da UEG levou o nome de “Panorama Geopolítico e Cultural Latino-americano”, onde o aluno aprende a falar espanhol e treina leituras a partir dos grandes personagens e das belezas da América Latina.

Cidadão venezuelano recém chegado ao Brasil para estabelecer residência, Rojas é casado com Simone Vieira, e escolheu morar em Campos Belos porque é a cidade natal de sua esposa. 

Para o novo concidadão brasileiro, viver no país é uma enorme satisfação, e crê que da mesma forma que o país lhe recebeu de braços abertos, também ele precisava fazer algo para retribuir o carinho recebido. 

“O povo daqui é como o meu povo: acolhedor, generoso. Estou me sentindo muito bem em construir uma nova vida no Brasil. 

E é minha obrigação promover uma ação prática que sirva de agradecimento aos brasileiros, além de ser uma forma de servir às pessoas”, ressalta. Rojas se ofereceu como professor voluntário para o curso de verão que movimentou a universidade neste sábado, dia em que normalmente a instituição não tinha atividade.

A estudante do 8ª ano do Colégio Felismina Cardoso Batista, Ana Clara Azevedo chamou a atenção, primeiro por ser a mais jovem de uma turma bastante diversificada em termos de idade e saberes (há inclusive pessoas com mestrado e outras cursando doutorado, entre outras), segundo por sua ideia sobre o curso. 

Para Ana Clara, 13 anos, aprender agora o espanhol pode ser fundamental em sua intenção de fazer viajar para fora do Brasil. “Sonho em fazer um intercâmbio, ou na Espanha, ou no México”, menciona.

Em seu primeiro contato com uma universidade, Ana Clara diz ter ficado encantada com a cultura latina e citou a forma de lecionar do professor. “É diferente. 

Ele vai dando aula em espanhol e temos que prestar muita atenção para entender. Mas ele explica tão bem que fica fácil. E eu adorei a parte das músicas e da dança, especialmente a de Cuba”, disse.

Fonte: UEG

2 comentários:

  1. Parabéns meu amigo eu já sabia que você ia brilhar! Sinto-me honrada em ter um amigo poliglota!

    ResponderExcluir
  2. Curso de VERÃO? Estamos no inverno no hemisfério sul. Cursos oferecidos pelas universidades brasileiras em janeiro/fevereiro é que são chamados de cursos de verão. Em julho são cursos de inverno.

    ResponderExcluir