Banner 1

Banner 1

domingo, 18 de junho de 2017

Jogo festa do Verona x Juventude ocorre no dia 15 de julho, em Campos Belos






Está programado para o próximo dia 15 de julho, no estádio de Campos Belos, um jogo festa entre o antigo time do Verona versus o antigo Juventude.

A ideia é reviver a memorável final do campeonato regional de 1991, disputado entre as duas equipes. 

Mais do que relembrar, a intenção dos organizadores é fazer um reencontro dos jogadores e de suas famílias, após 26 anos. 

Muitos deles não se veem há mais de duas décadas. 

No final da década de 80 e início de 90, surgiu, em Campos Belos, um time de futebol amador que fez história naquela pequena cidade do nordeste do estado.

A intenção dos seus mentores (que são vários: Gaúcho; Toninho e Paulinho Mendes, Belão, dentre outros) era iniciar uma jornada de profissionalização do futebol na cidade. 

Arregimentou uma garotada nova, incluiu na lista forte preparo físico e técnico, e começou-se até pensar em se construir um centro de treinamento próximo ao Balneário Bezerra. 

De cara, o time que era revolucionário, desbancou os tradicionais da cidade ( Mixto e Juventude), além do gagá Campos Belos Futebol Clube, Goiás, Operário e do saco de pancadas "Barreirão". 

Mas após muitas andanças, o velho sonho de profissionalização ficou pelo caminho e se desmanchou no amadorismo e finalmente na extinção perto dos anos 2000. 

Mas o velho Verona deixou marcas em seu atores, que prometem fazer um reencontro, numa grande festa em jullho deste ano. 

Este Blogueiro fez parte do elenco. Ao longo dos meus 1,66m de altura, era um dos goleiros do Verona. 

Revezava com o velho Geronias nas divisões de base ( tá vendo! o time revolucionou. Tinha até divisão de base) e era o terceiro goleiro no time principal. Belão não dava sobra para ninguém. 

O Pastor Roberto relembra: 

"Éramos chamados o caçulinha das colinas poção de Buritis e do poço 22; relembro as corridas para o Bezerra com o preparador físico Nonato e as escalações secretas do nosso professor e presidente Paulinho;

De Avelino Mendes; do Secretário de Esporte e Diretor Toninho; dos presidentes Waldeci da Saúde e Durval dos Correios; do Zé das Armas com suas pernas tortas; do seu capitão ex- jogador profissional Augusto Gaucho.

São muitas muitas lembranças boas do saxofone do saudoso Mestre Zé, da nossa bandinha, que com 4 instrumentos calamos, em pleno Xeco, dentro de campo e fora dele, toda a potência do Juventude embalado pela Casa de Saúde e todo seu dinheiro Falcão.

Lembro do nosso xerife w maestro Luzo, do seu Dezinho da serraria. 

Obrigado queridos, por estarem participado deste momento. Estava calado, mas o frio na barriga está chegando o choro nos olhos chegaram de lembrar da nossa linda infância, que o tempo nunca vai apagar."

Então, anote aí: 15 de julho é o dia do reencontro, com futebol, churrasco, música, recordações e muita alegria. 

2 comentários:

  1. Fui moradora de Campos Belos nesse período, me lembro desses times maravilhosos, do quanto a disputa entre os times era acirrada e lotava o estádio, houve até disputa feminina da qual participei. Quanta saudade!!! momentos da minha infância que jamais esquecerei. Parabéns moradores de Campos Belos pela valorização do esporte no município.

    Edna Morais

    ResponderExcluir
  2. Eu era criança nessa época,Mas me lembro d meu pai o massagista e preparador físico que inclusivo nem foi citado nessa matéria Tinhe sasá que guarda uma foto desse time no fundo do baú.

    ResponderExcluir