Banner 1

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Famílias camponesas de Guarani recebem moradias do Governo de Goiás



O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab), entrega nesta quinta-feira, dia 1, às 10 horas, em Guarani, no Nordeste Goiano, 21 unidades habitacionais construídas e reformadas com recursos do programa Cheque Mais Moradia. 

A solenidade de entrega acontecerá na Comunidade São Pedro, zona rural de Guarani, com a presença do vice-governador José Eliton, que representa o governador Marconi Perillo. 

São 17 moradias e 4 reformas, que tiveram investimento de R$ 182 do Governo de Goiás. 

O programa de moradia rural executado pela Agehab, em parceria com o Movimento Camponês Popular (MCP) e o Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR), é considerado o melhor do País, com reconhecimento da ONU-Habitat.

A Agehab desenvolve o programa de moradia rural em parceria com o MCP e o governo federal desde 2011. 

Ao longo dos últimos sete anos foram viabilizados pelo Governo de Goiás nessas parcerias investimentos da ordem de R$ 40 milhões em construções e reformas de moradias rurais. 

Atualmente, há recursos do Cheque Mais Moradia empregados ou garantidos para construção e reforma de moradias na zona rural de mais de 60 municípios do Estado. 

São mais de 3,7 mil unidades habitacionais entregues e em construção. Além do Movimento Camponês Popular, o Estado também tem convênio com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

As construções rurais são diferenciadas, em respeito às tradições do campo, com casas de 80 metros quadrados e avarandadas. Segundo o presidente da Agehab, Luiz Stival, a administração pública estadual tem feito uma revolução na habitação de interesse social em Goiás. 

“O Programa Cheque Mais Moradia é uma referência nacional, um exemplo de política pública bem executada, que promove inclusão social facilitando o acesso à moradia por milhares de famílias goianas”, frisa Stival.

Os valores do Cheque Mais Moradia podem chegar a R$ 20 mil por unidade para construção e até R$ 3,6 mil para reforma. 

Desde 2011, já foram beneficiadas cerca de duas mil famílias no Estado nas regiões Norte, Nordeste, Sudeste, Sul e Noroeste. 

Um novo convênio foi celebrado no ano passado pelo Governo de Goiás com a Caixa Econômica Federal/PNHR para expansão do programa, abrindo possibilidades de parcerias com todos os segmentos representativos do setor rural (prefeituras, sindicatos e movimentos sociais).

O convênio em andamento da Agehab com o MCP é para construção e reforma de 2.000 moradias, totalizando investimento de R$ 19 milhões do governo estadual. 

O presidente da Agehab ressalta ainda que o programa é fruto da sensibilidade e determinação do governo do Estado de atender os 246 municípios, não só nas cidades, mas também no campo. 

Segundo Luiz Stival, o Governo de Goiás reconhece a importância do pequeno produtor rural.

“O Programa de Moradia Camponesa foi pensado pelo governador e pelo ex-presidente da Agehab, Marcos Abrão, para valorização de nossas raízes, devolvendo ao pequeno produtor o orgulho de viver e trabalhar no campo”, ressalta.

A coordenadora estadual do MCP, Jéssica da Silva Brito, lembra que o reconhecimento nacional do programa deve-se sobretudo à parceria com o Governo do Estado. 

“Não existe outro programa de habitação de interesse social com casas de 80 metros quadrados. Nem no campo nem na cidade. 

É o complemento do Cheque Mais Moradia que possibilidade essa melhoria da qualidade e do tamanho”, afirma a coordenadora. De acordo com Jéssica, a maior demanda que os camponeses têm hoje é pela moradia.

Fonte: Governo de Goiás

Nenhum comentário: