Banner 1

Banner 1

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Cantora goiana Marília Mendonça foi desrespeitada por forrozeiro


Desde o último final de semana, sertanejos e forrozeiros cravaram uma “briga” com direito a indiretas e até mesmo ofensas. 

A briga que até o momento era gerida apenas por indiretas entre Marília Mendonça e Elba Ramalho, ganhou um novo capítulo, desta vez com um tom ofensivo. 

Na última segunda-feira (12), vazaram diversos áudios do cantor de forró Alcymar Monteiro atacando Marília Mendonça.

No áudio, postado em um grupo fechado a cantores de forró no Whatsapp, Monteiro diz que a música que Marília canta é para “cachaceiros”. 

“Essa senhora não tem autoridade para falar nada. Como é que ela vem falar que aqui é lugar de sertanejo? Isso é um ‘breganejo’ horroroso para cachaceiro, para quem não tem identidade. 

Quem tá falando é Alcymar Monteiro”, diz o cantor no áudio. “Dona Marília Mendonça, você é lá de Goiás. Vá cantar lá no seu Goiás. Não vem encher o saco da gente aqui, não, entendeu? (…) Você vem lá de Goiás invadir nossa praia. Agora vê se a gente canta lá no teu Goiás. Vocês não deixam!”

“Eu vou baixar o nível, viu?! Não venha aqui no nosso terreiro querer cantar de galo, não, viu? Aqui quem canta de galo é galo, galinha aqui não canta. Entendeu bem? Tá certo?”, continua Monteiro. 

“Sua música é horrorosa! Você não está com nada, entendeu? Você canta para cachaceiro. Eu canto para família, para as crianças, para os velhos, eu sou descendente de Luiz Gonzaga. Nos respeite, entendeu? Não fale mal de Elba Ramalho, que você não tem autoridade para isso, entendeu? Deixa a gente em paz, vão se danar” dizia nos áudios.

De acordo com o Jornal Diário do Sertão, o cantor foi procurado pela revista Veja, onde seu filho e empresário, Júnior Monteiro, confirmou que o áudio realmente foi gravado por seu pai, mas afirmou que ele se destinava somente aos músicos do grupo no Whatsapp e que o forrozeiro “não tem nada contra Marília”.

Forrozeiros x Sertanejos

Tudo começou quando a cantora Elba Ramalho fez críticas à presença excessiva de sertanejo em festas de São João, "Acho que tem que equilibrar. É um direito do sertanejo estar no São João. 

Mas a programação não pode ser feita de dezoito sertanejos e dois forrozeiros", disse ela, que afirmou não ter nada contra o estilo musical em questão. 

A partir do comentário de Elba Ramalho, surgiu a campanha "Devolva meu São João" nas redes sociais, onde artistas pedem espaço em festas juninas. 

Marília Mendonça, comentou sobre o assunto em defesa do sertanejo. Durante a apresentação em São João da Capitá, ela disse: 

"Vai ter sertanejo no São João sim, viu? Porque quem quer é o público. Então, muito obrigada por me abraçarem. Sei que vocês gostam mesmo é de música boa. Não importa o estilo". 

Em seguida, a cantora continuou alfinetando o comentário de Elba. Em entrevista ao "O Diário de Pernambuco", Marília Mendonça disse “Quem tá com trabalho legal tem portas abertas em todas as regiões do Brasil.

 O segredo é música boa. Não tem nada de um tomar o lugar do outro", afirmou. 

Fonte: Diário de Goiás

Nenhum comentário:

Postar um comentário