Banner 1

sábado, 22 de abril de 2017

Viagens para Goiânia: Real Maia inova e já está operando com os modernos ônibus leito. Inclusive com serviço wifi





Por Jefferson Victor,

Há cerca de dois anos, este Blog iniciou um movimento por melhorias no serviço de transportes de passageiros na rota de Campos Belos a Goiânia. 

Foram dezenas de matérias criticando a frota até então existente. 

A São José do Tocantins, até então única no trajeto, foi alvo de severas críticas em função da precariedade de parte da frota que era disponibilizada para cobrir o percurso.

Era evidente o comodismo da empresa, não havia cobrança formal, as reclamações se resumiam aos bilheteiros os quais nada podiam fazer em benefício dos passageiros.

O marco dessas reivindicações surgiram em uma noite em que os usuários se recusaram a viajar em um ônibus que não apresentava as condições mínimas para a viagem, estava sendo usado um veículo que comumente fazia a linha de Cavalcante.

Diante da recusa, a empresa então disponibilizou o ônibus que acabara de chegar de Goiânia em horário diurno, só deu tempo de abastecer e voltar, custando ao passageiros mais de duas horas de atraso.

Finalmente a São José adquiriu veículos novos de qualidade e passou a atender de forma regular, apesar de que os extras e o que faz o horário das 10:30 h, ainda apresenta em algumas oportunidades, veículos inadequados, virando alvo de reclamações e protestos.

Com o passar do tempo, a Real Maia passou a operar na rota baseada em uma liminar expedida pela justiça (decisão judicial também baseada nas matérias publicadas no Blog), sendo que, de acordo com informações repassadas, hoje operam com uma linha devidamente regularizada.

A Real Maia já iniciou suas atividades com veículos novos, o que atraiu muitos usuários a migrarem para a empresa, e isto acirrou a disputa entre as duas prestadoras de serviços, e a Real Expresso, que só fazia a linha de Brasília, aproveitou a oportunidade e também entrou na competição.

O resultado de tudo isto, foi a melhoria na qualidade dos serviços oferecidos. 

A São José adquiriu ônibus modernos de quatro eixos, e a Real Maia então no espírito de competitividade, inseriu em sua linha os modernos ônibus leitos, que oferecem conforto e comodidade aos seus passageiros.

Os novos veículos entraram em operação nesta semana santa, e como feedback, está praticando preço único promocional até o dia primeiro de maio. Após essa data, as poltronas leitos terão preços diferenciados, já que são as mais procuradas.

Segundo a empresa, os ônibus possuem 48 assentos semi leitos na parte de cima, e 12 leitos na parte inferior, onde o passageiro viaja com muito conforto, já que as poltronas são superconfortáveis e proporcionam uma boa noite de sono devido seu grau de inclinação.

Durante a viagem são disponibilizados água mineral, carregador para bateria e sinal WI-fi nas localidades que integram os serviços de internet.

Para o Blog e seus colaboradores, é muito gratificante ver que as cobranças foram atendidas. 

Houve uma grande revolução nesse segmento e que hoje os passageiros estão podendo viajar com qualidade e conforto, já que são 620 km até a capital e agora podem usufruir de uma frota nova e com qualidade.

Todo ser humano é passivo de comodismo, e as empresas são geridas por pessoas, portanto, um choque de realidade tem o poder de alterar o resultado final, nesse caso específico ficou evidenciado essa filosofia prevaleceu.

Foram mais de trinta anos de descaso com o consumidor, mas finalmente houve uma mudança significativa para melhor, e a população da região agradece.

5 comentários:

Anônimo disse...

Do que adianta mudar ônibus, oferecer isso ou aquilo, se a qualidade do atendimento e a imprudência dos motoristas continuam em alta. A São José pode não ser a melhor em termo de ônibus, mas em termo de pessoal qualificado e educado para trabalhar, isso eles entendem. Até pq não entendo dizem quem a Realmaia ta levando muitos passageiros da São José, mas a São José em alta temporada é a única a disponibilizar 2 ou 3 ônibus extras para Goiânia. A Realmaia antes de querer conquistar o passageiro com melhoria de frota, tem que antes treinar melhor seus motoristas, ensinar aos mesmos como deve tratar o cliente bem, conheço diversas pessoas que já não viaja pela Realmaia mais pelo fato da estupidez e arrogância de motoristas e agentes rodoviários da mesma. Um belo ônibus agrada, mas um tratamento de qualidade é o que cativa.

Fernanda Mendes Macedo disse...

Concordo plenamente com o comentário a cima!
Eu msm fui alvo da falta de educação de um dos motoristas da Real Maia, lembrando que também já os vi tratar outros da mesma forma!
Precisamos sim de ônibus de qualidade e conforto até por que a viagem é longa, porém precisamos também de motoristas responsáveis e educados não somente com os passageiros mais também nas BR.
E ja esta na hora de alguém mudar esses horários de viagem, optando pelo horário da manhã vendo que viaja a noite é bem mais perigoso.
Parabenizo a Real Maia pela a iniciativa de melhorar a qualidade dos ônibus que faz todo esse longo percurso e volto a concordar com o comentário a cima precisamos também de qualidade no atendimento!

Anônimo disse...

Toda empresa que se presa tem um SAC (serviço de atendimento ao consumidor). Além disto, existem os orgãos oficiais de controle dos serviços e que atuam na correção de distorções no atendimento. Faça uma reclamação formal, procure a direção da empresa e relate todos estes fatos. O ônibus novo é bom, mas o atendimento tem que ser bom na totalidade, se agentes e motoristas estão agindo de forma inadequada é salutar que chegue ao conhecimento da direção. Pagamos caro a passagem para termos bom atendimento. Atender bem não é cortesia e sim obrigação. Vamos denunciar os desmandos com vistas a melhorar o atendimento.

FABIANO disse...

CONCORDO PLENAMENTE COM QUE O ANÔNIMO DISSE A RESPEITO DO PESSOAL DESQUALIFICADO DA REAL MAIA... EM PARTICULAR DOIS MOTORISTAS QUE SE REVEZAVAM AO VOLANTE EM UMA VINDA MINHA DE BRASÍLIA PARA CAMPOS BELOS NA ULTIMA QUINTA! OS PASSAGEIROS TEM QUE QUASE QUEBRAR A PORTA PRA TER ACESSO A ELES NO PERCURSO! O USUÁRIOS OS CHAMAM E ELES EM TOM DE ARROGÂNCIA PERGUNTAM: O QUE É? NAO ENTENDEM O QUE FALAMOS E NEM SEQUER ABREM A PORTA, SE ALGUÉM ESTIVER MORRENDO LÁ ATRÁS, PROBLEMA!

Nádia Auditoria disse...

Ora vejamos, sempre utilizei os serviços dessa linha há anos e a maior intriga era o cartel das empresas que monopolizavam as linhas, na Região do Nordeste Goiano.

Em 2005, a empresa com concessão exclusiva da linha até Goiânia (GO), NÃO disponibilizava o horário diurno para viagens, apesar de todas as reclamações junto a ouvidoria da empresa, reivindicações e assaltos, principalmente nos feriados. Cidadãos comuns eram executados, coagidos e humilhados durantes esses assaltos, ninguém conseguia viajar sossegado. Os mais disponíveis, iam para Brasília (DF) de dia, com outra empresa e na Rodoferroviária (DF), seguiam com outra empresa para Goiânia. Nessa época, o medo assombrava a todos. Portanto a empresa era irredutível a disponibilizar o horário diurno. Só ocorreu a disponibilização desse horário diurno, quando um Juiz, que respondia pela Comarca de Campos Belos, estava entre os passageiros e sofreu um assalto na madrugada, bem como no mesmo período, em outro assalto, os criminosos identificaram um policial civil, lotado no município de Cavalcante, e o executaram friamente na frente dos demais passageiros.

Quem já não ficou na estrada por falhas mecânicas desses ônibus sucateados, dessas empresas únicas com concessão (Goiânia e Brasília)? Eu recordo de três vezes que fiquei, com os demais passageiros esperando por socorro.

Relato que, viajo com ambas empresas e não registro reclamações em relação a cortesia, gentileza, porque para viajar a 650 km (Goiânia) e 400 km (Brasília), conforto e segurança é o que prezo.

Ficar na cabine com os motoristas, conversar durante a viagem e ou pedir para parar em locais fora dos pontos, não é sinônimo de cortesia. Quer reclamar do banheiro, passageiros importunos, ar-condicionado e outros itens? Faça-os nas paradas obrigatórias, diretamente com os motoristas e junto as ouvidorias da empresa e da ANTT. A matéria é bem clara e trata-se de transporte coletivo. Aos passageiros que querem favoritismo e exclusividade, indica-se os serviços de lotação e táxi.

Essas conquistas se dão a livre concorrência do mercado e têm muita saliva, sangue e mídia. Ainda deve ser comemorada e aplaudida por todos os cidadãos que lutaram individualmente e coletivamente, para melhorar a qualidade dos serviços prestados, no transporte coletivo na Região do Nordeste Goiano.