Banner 1

Banner 1

sábado, 22 de abril de 2017

Prefeito por quatro vezes de Divinópolis de Goiás, morre Filoneto José dos Santos




Morreu na noite desta sexta-feira (21), em Goiânia, o ex-prefeito por quatro vezes e liderança histórica de Divinópolis de Goiás, Filoneto José dos Santos, aos 59 anos.  

Filó, como era conhecido carinhosamente por todos da comunidade, foi acometido por um câncer no pulmão e há muito tempo vinha lutando no tratamento da doença.

Infelizmente, neste 21 de abril, uma data emblemática para todos os brasileiros, os divinopolinos também perderam uma de suas principais lideranças, com certeza a principal nos últimos 30 anos. 

A família do ex-prefeito divulgou uma nota, logo após a morte dele.  

"A família do Sr. Filoneto José dos Santos, o nosso querido ex-prefeito, comunica com pesar o seu falecimento, ocorrido no dia 21 de abril, e avisa aos amigos e conhecidos que o corpo esta sendo velado a partir das 08h, no Cemitério Jardim das Palmeiras em Goiânia, e o seu sepultamento será hoje (22), às 17 horas, no Cemitério Jardins das Palmeiras. 

A família enlutada, representada pela sua esposa a Sra. Rosa Amélia Souza Santos suas filhas: Camila Souza Santos e Priscila Souza Santos e familiares, desde já, agradecem pelos atos de companheirismo, amizade e solidariedade cristã", afirma a nota de falecimento.

Conforme o blogueiro local, Antônio Carlos, Filoneto entrou para a história de Divinópolis de Goiás por ser o único político da cidade a ser prefeito por quatro vezes. 

A primeira eleição que Filoneto disputou foi em 1988, quando foi eleito aos 31 anos de idade. Governou a cidade entre 1989 e 1992. 

Quatro anos depois voltou ao cenário politico, na campanha de 1996, novamente foi eleito, desta vez aos 39 anos de idade, assumindo a administração da cidade entre 1997 e 2000. 

Na busca pela reeleição, Filoneto conseguiu seu primeiro feito inédito, nas eleições de 2000, conseguindo outra releição, por mais quatro anos, entre 2001 e 2004. 

Saiu do governo bem avaliado, elegendo seu sucessor. 

Oito anos mais tarde, sem nunca ter deixado o cenário político, Filoneto volta a disputar nova eleição, desta vez em outro partido e mais forte do que nunca. 

Nas eleições de 2012, foi eleito prefeito pela quarta vez.  Ao assumir o cargo, em janeiro de 2013, afirmou que encontrou um verdadeiro caos e muita irresponsabilidade administrativa da gestão anterior.

Segundo Filó, seu antecessor, Moacir José de Souza (PMDB), não teria facilitado a transição, não fez a transmissão do cargo, não repassou nenhum dado contábil e sequer entregou as chaves da prefeitura e fez questão de deixar uma verdadeira bagunça para o novo prefeito. 

Filó disse que levaria, no mínimo, 6 meses para colocar a casa em ordem. 

No ano passado tentaria nova releição, mas foi nocauteado por uma jogada política de membros do seu próprio partido.

A morte da maior liderança do município chocou e deixou muitas famílias, amigos e correligionários transtornados. 

Nas redes sociais, a repercussão é forte. 

"Sou um apaixonado por Minha Divinopolis -GO onde não nasci mas considero Minha cidade natal, onde Tenho bons e sinceras amizades, onde mora a maioria das pessoas que são importante Na Minha Vida e me Faz sentir tanta saudade, amigos, vizinhos, professores etc).

Quando fico sabendo que deus levou alguém conhecido fico muito triste e Hoje e um dia desse e amanheceu triste pois se foi o nosso maior administrador,aquele que fez da Nossa cidade exemplo e Modelo para toda região.

Quero deixar aqui os meus sentimentos e pesares aos familiares.  Descanse em Paz Filoneto Jose dos Santos. 

VC Vai Fazer muito falta a nosso município. 

Saudadeeterna#Finoneto#DVG#obrigadaportudo", publicou Roney Vagner.

"Meus sentimentos Marlene! Realmente foi um grande homem : generoso, humilde ... Pessoas de grandes virtudes como ele jamais morrem em nossa memória, apenas partem para outra vida. Que Deus conforte os corações de todos os familiares. Muita dor mesmo", escreveu Sandra.

Este Blog também se solidariza com a família, amigos e toda a comunidade de Divinópolis de Goiás. Sabemos e lamentamos a tão grande perda para a cidade. Que Deus conforte o coração de todos neste momento de dor e tristeza. 

O último imbróglio político de Filó 

Em setembro no ano passado publicamos aqui no Blog o último imbróglio público do qual Filó participou e lutou até o fim. 

Dissemos que havia dois candidatos por um mesmo partido, o PSDB, em Divinópolis: Filoneto (PSDB) e Silvio de Abreu (PSDB) e que  o imbróglio fazia parte de um processo político e de disputa pelo poder típico de cidades pequenas. 

"O prefeito Filoneto tem grande capital político e muita força junto ao eleitorado, mas, internamente, dentro do diretório municipal do partido, foi perdendo força, até que Silvio de Abreu alçou à presidência da sigla na cidade. 

Estava "tudo certo" para que Filoneto fosse lançado candidato à reeleição a prefeito novamente pelo partido e tudo ia bem. 

Como na política, dois mais dois não são quatro, as forças internas do partido resolveram apear Filoneto do poder e decidiram lançar candidato próprio, mas não seria o atual prefeito. 

Durante a convenção municipal, em 9 de agosto, o partido formalmente lançou o presidente da sigla, Silvio Abreu, que registrou a candidatura com a coligação “Divinópolis para vencer na Renovação”, tendo como candidato a vice, o escudeiro "Demá de Tavino".

Ambos os candidatos defendem suas sustentações. 

Apoiadores de Silvio Abreu afirmam que o diretório municipal do partido é legal. Partidários de Filoneto alegam que a comissão provisória também é legal.

Mas o fato é que o prefeito Filoneto foi ripado e perdeu totalmente o controle do partido. No entanto, não jogou a toalha e foi buscar apoio no diretório estadual do PSDB, em Goiânia, onde também tem muito trânsito. 

Mas o diretório estadual, mesmo com a força de governador Perillo e do vice José Eliton, não pode fazer nada. 

A intervenção estadual nos diretórios municipais, com jurisprudência do TSE, não é permitida. 

Filoneto Santos não desistiu e com uma ação judicial precária na mão conseguiu registrar sua candidatura a prefeito, também pelo PSDB, com a coligação “Avante Divinópolis” , tendo como candidato a vice Ary Pimentel.

 A tensão subiu e durante uma das convenções houve muito bate boca e até "rasgação de documento". 

Junto ao TSE, foi registrado as duas candidaturas, com tendência de Filoneto perder a luta, visto que formalmente o partido indicou o seu presidente, Silvio de Abreu. 

E nesta sexta-feira (16) Filoneto perdeu mais uma ação no Poder Judiciário, faltando apenas duas semanas para a eleição de 2 de outubro.

O Juiz Fernando Samuel Oliveira decidiu que não há possibilidade de alteração da decisão liminar, na qual foi mantida nos autos do mandado de segurança que indeferiu a convenção realizada por Filoneto e definiu Silvio Abreu como candidato do PSDB.

“Não se vislumbra no referido ato qualquer menção ao ato do Diretório Estadual de provocar uma intervenção abrupta e injustificada, que não possibilitou o contraditório, para apenas aderir formalmente ao referido ato, como a referendar a ilicitude ocorrida e já reconhecida por este Tribunal” Afirmou o juiz.

“Assim, por não visualizar motivos para rever a decisão liminar já mantida pelo TRE-GO nos autos. Mantenho a decisão liminar pelos presentes fundamentos e por aqueles já constantes na referida decisão liminar” Finalizou o Juiz eleitoral."

Já Publicamos


Como já tínhamos previsto, TRE-GO nega recurso de Filoneto (PSDB) e Silvio Abreu (PSDB) é o candidato a prefeito em Divinópolis de Goiás



Internado, prefeito de Divinópolis de Goiás recebe visita de Perillo




Um comentário:

  1. O título da matéria tem dupla interpretação, morreu por quatro vezes ou Prefeito por quatro vezes? Tá certo que ninguém morre quatro vezes, porém assim pode ser entendido. Sugiro uma correção.

    ResponderExcluir