Banner 1

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Facção pretendia atacar prédios públicos em Palmas, afirma polícia


Um jovem foi preso, na tarde desta terça-feira, 04, acusado de integrar uma facção criminosa que estava planejando atacar órgãos públicos em Palmas. 

O suspeito é Jairo de Sousa Silva, conhecido como "Guerreiro", de 22 anos.

De acordo com o delegado Guilherme Rocha Martins, da Delegacia Especializada na Repressão a Narcóticos, a Denarc recebeu denúncia anônima informando que uma casa, na Quadra 605 Norte estava sendo usado como ponto de apoio da facção criminosa. 

Além de guardar drogas, a residência também estaria servido de esconderijo para um homem que pretendia cometer atentados a órgãos públicos, em Palmas, na madrugada desta quarta-feira, 05. 

Com base nas informações, os policiais civis foram até a casa e realizaram buscas no imóvel. 

Os agentes da Denarc encontraram várias porções de crack e algumas faixas assinadas pelo Primeiro Comando da Capital (PCC) que seriam colocadas nas fachadas dos órgãos públicos após os ataques.

Jairo foi preso em flagrante por tráfico de drogas e organização criminosa. Ele relatou que sua missão era efetuar disparos de arma de fogo contra as fachadas do Fórum de Palmas e da sede do Ministério Público Estadual (MPE). 

Uma mensagem de texto encontrada no celular do jovem mostra que as ações foram ordenadas por detentos do PCC que atuam em presídios do Tocantins.  

O jovem foi ouvido na delegacia e encaminhado à Casa de Prisão Provisória (CPP) de Palmas, onde permanece preso. Jairo tem antecedentes criminais por porte ilegal de arma de fogo e homicídio doloso, quando há intenção de matar.

A operação que pretendeu o suspeito foi realizada pela Denarc, em parceria com o Frupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público Estadual (MPE), e a Polícia Militar (PM). 

Fonte: Rede Tocantins 

Nenhum comentário: