Banner 1

quarta-feira, 15 de março de 2017

Janot pede para investigar Aécio, Serra, Maia e Eunício. Ainda não se ouviu o mimimi dos anti Lava Jato



Os senadores Serra, Aécio e mais cinco ministros de Temer também estão na lista dos políticos que a Procuradoria-Geral da República quer investigar.

Temer só não entrou, com certeza, porque presidente da República não pode ser investigado por fatos anteriores à assunção do cargo.  

Lula e Dilma, Palocci e Mantega também estão na boca do sapo, por roubo de dinheiro público, por intermédio da promiscuidade com as empreiteiras. 

O caso deles está entre os 211 encaminhados a outras instâncias. Como não têm foro, os dois poderão ser investigados na Justiça Federal. A decisão de enviar os autos caberá ao ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato.

Já os senadores tucanos Aécio Neves (MG) e José Serra (SP), segundo o pedido da Procuradoria, estão citados nos pedidos de inquérito no Supremo Tribunal Federal, segundo revelaram pessoas com acesso à investigação.

Na lista dos 83 inquéritos solicitados pelo procurador-geral da República também está o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunicio Oliveira (PMDB-CE), d o ministro da Secretaria da Geral, Moreira Franco, e de Relações Exteriores, Aloysio Nunes.

Também há pedido para investigar o líder do governo no Senado, senador Romero Jucá (PMDB-RR), o líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), o senador Edison Lobão (PMDB-MA), o ministro de Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab e o ministro das Cidades, Bruno Araújo.

Para a primeira instância da Justiça, o MPF pede para que sejam investigados os ex-ministros da Fazenda Guido Mantega e Antonio Palocci.

O mais interessante é que não se ouviu as lamúrias dos petistas e do povo dito de esquerda que sempre sem colocam contra a Lava Jato e o juiz Sérgio Moro. 

A parada agora ficou séria, moçada.  

Que sempre lê o Blog sabe que há mais de dois anos temos falado que a arapuca cairia sobre todo mundo. 

Um comentário:

Emerson Miranda dos Santos disse...

Meu caro, fazer e armar uma arapuca ė fácil. O difícil é fazê-la funcionar.