Banner 1

Banner 1

sexta-feira, 24 de março de 2017

Brasília: mais um suicídio no shopping Pátio Brasil


No início da tarde desta quinta-feira (23/3), um homem de 46 anos se jogou do terceiro piso do Shopping Pátio Brasil, na Asa Sul. Segundo testemunhas, na escadaria do andar há um vão, de onde ele teria pulado.

O Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionados. Três viaturas e 13 militares prestaram os primeiros atendimentos. 

A vítima foi transportada para o Hospital de Base do Distrito Federal, no Setor Médico Hospitalar Sul, em estado grave. No entanto, segundo a Polícia Civil, morreu pouco depois.

Procurada pela reportagem, a assessoria do Pátio Brasil confirmou o fato, mas disse que mais detalhes sobre a ocorrência deveriam ser passados pelos bombeiros. A morte do homem é tratada como suicídio pela Polícia Civil.

A corporação vai instaurar inquérito para apurar o caso. Testemunhas serão ouvidas e as imagens do circuito interno de segurança do shopping serão examinadas. Ao final, os investigadores vão elaborar um relatório.

O Pátio Brasil já foi palco de outros suicídios. Em 2010, depois do 13ª ocorrência, a Justiça deu carta branca para a administração do shopping fechar a área externa do centro comercial. A construção havia sido embargada pelo GDF.

Antes disso, após ser procurado por um pai de um rapaz que havia se matado no shopping, o desembargador do Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT) Roberval Casemiro Belinati provocou o Ministério Público a intervir na situação e exigir do shopping medidas concretas para evitar novos casos de suicídio.

Busque ajude

Está passando por um período difícil? 

O Centro de Valorização da Vida (CVV) pode te ajudar. A organização realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email, chat e Skype 24 horas todos os dias.

Telefone: 141
Site: http://www.cvv.org.br

Fonte: Metrópoles 

Já Publicamos 

Carta do pai de um jovem suicida



Nenhum comentário:

Postar um comentário