sexta-feira, 31 de março de 2017

Vem aí o "Aleluia Fest", em 15 de abril, no Clube do Arrepia de Campos Belos


Está de volta um dos grandes eventos da Região.  

Sábado de Aleluia, dia 15 abril no Clube do Arrepia, em Campos Belos (GO). 

Um grande com show de João Marcos e Cristiano e  participação especial de Lois, e ainda DJ Leandro Pânico. 

Um Noite imperdível, com Open Bar das 23 horas às 04h da matina. 

Primeiro lote de ingressos disponível:  Pet Shop Cães e Gatos e  Drogaria Popular.

Agenda aí!

Dianópolis (TO) tem maior chuva do ano e carros ficam presos em alagamentos





Os moradores de Dianópolis, no sudeste do Tocantins, tiveram um dia de problemas e prejuízos por causa da tempestade que atingiu a cidade. 

Foi o maior volume de chuva registrado desde o início de 2017 no município. 

Durante toda a tarde, motoristas ficaram presos em alagamentos e precisaram de socorro, valas se abriram em algumas ruas.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), foram 88 milímetros de chuva, o normal para um período de duas semanas na região dentro da temporada de chuvas. 

A imprensa procurou o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar da cidade, para saber se houve registro de feridos, mas até a publicação desta reportagem as ligações não haviam sido atendidas.

Dianópolis está na área de alerta amarelo, que entrou em vigor na tarde da quarta-feira (29). 

O Inmet havia alertado para o risco de alagamentos e quedas de árvores na região. 

A quantidade de chuvas ficou ainda acima do esperado, que era de até 50 milímetros. Moradores relataram que a chuva começou por volta das 13h e parou por volta das 18h.

Gurupi, na região sul, também registrou problemas. Um motociclista chegou e ser arrastado por uma enxurrada em uma das saídas da cidade. 

A área de abrangência do alerta do Inmet passa para todo o estado durante a madrugada.
O alerta é amarelo e significa perigo potencial. 

Existe risco de queda de árvores, alagamentos e cortes de energia na região. 

Quem mora nas cidades da lista deve evitar se abrigar debaixo de árvores, desligar os aparelhos elétricos e estacionar carros longe de placas de propaganda. 

São esperados ventos de até 60 km/h e chuvas de até 50 milímetros, o normal para uma semana neste período.

Além do Tocantins, há alertas de tempestades para outros seis estados e o Distrito Federal.

Com informações do G1 e fotos de internautas 

Inscrições da Taça Cidade de Futsal 2017, em Campos Belos, terminam hoje


Na última sexta-feira, 24, o prefeito de Campos Belos, Eduardo Terra, e o diretor de esportes, Clézio Tavares, participaram do Congresso Técnico de Futsal na sede da prefeitura municipal.

Na oportunidade, a Diretoria de Esportes expôs, entre outras questões, a leitura do regulamento da Taça Cidade de Futsal 2017 (Masculino e Feminino), e esclarecimentos sobre a mudança de alguns artigos do referido regulamento.

Durante ao Congresso ficou definido a adiamento do encerramento das inscrições, que passa a ser no dia 31/03 (hoje), até as 17:00 horas.

O Sorteio dos grupos  também nesta sexta-feira (31), às 19h horas, na sede da Prefeitura Municipal.

Roda de Capoeira 

O prefeito Eduardo Terra, acompanhado do diretor de esportes, Clézio Tavares, também participou de uma roda de Capoeira, comandada pelo Mestre Sucuri, realizada na sexta-feira, 24, no Centro Olímpico do Setor Cruzeiro.

Na ocasião, o prefeito reafirmou seu compromisso de investir nas práticas esportivas, tanto nas modalidades convencionais, quanto nas práticas esportivas alternativas, entre elas a Capoeira.

Mestre Sucuri, alunos e populares presentes ao evento, elogiaram a ação realizada pela prefeitura e aproveitaram para apresentar algumas demandas na área esportiva ao prefeito.

Com informações da Prefeitura de Campos Belos 




quinta-feira, 30 de março de 2017

Sérgio Moro: um auxílio ao homem da Lava Jato, que deu 15 anos ao ex-deputado Eduardo Cunha



O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na primeira instância, condenou nesta quinta-feira (30) o deputado cassado e ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) a 15 anos e 4 meses de reclusão. 

Esta é a primeira condenação dele na Lava Jato.

Na denúncia oferecida à Justiça Federal, o Ministério Público Federal (MPF) acusou Eduardo Cunha de receber propina em contrato da Petrobras para a exploração de petróleo no Benin, na África. 

O ex-deputado é o único réu deste processo, que estava no Supremo Tribunal Federal (STF) e foi encaminhado à 13ª Vara da Justiça Federal no Paraná após Cunha ser cassado.

Nesta mesma manhã e data histórica para a política e para o Judiciário brasileiro, tivemos a grata satisfação de auxiliar o juiz Moro no trato com a imprensa, durante a solenidade onde o magistrado foi condecorado pela Justiça Militar Federal com a Ordem do Mérito Judiciário Militar, pelos relevantes serviços prestados ao país.

Foi uma honra, meu chefe. 




Prefeitura de Arraias (TO) lança edital e vai comprar alimentos de agricultura familiar


A Prefeitura Municipal de Arraias (TO), através da Secretaria Municipal de Educação, vai realizar Chamada Pública para aquisição de gêneros alimentícios da Agricultura Familiar e do Empreendedor Familiar Rural, destinado ao atendimento ao Programa Nacional de Alimentação Escolar.

A chamada púbica vai ocorrer durante o período de 17/04/2017 à 15/12/2017.

Os Grupos Formais ou Informais deverão apresentar a documentação para habilitação e a proposta de preços (Projeto de Venda) até o dia 05/04/2017, às 13h30 horas.

O objetivo é a aquisição de Gêneros Alimentícios da Agricultura e do Empreendedor Familiar Rural, para atender aos alunos matriculados na Rede Municipal e Estadual de Ensino.


Entre o itens a serem comprados, estão abobora Goianinha, alface, banana maçã, farinha de mandioca, polpa de frutas e carne de frango. 

Acesse a íntegra do edital e participe  

Prefeitura de Campos Belos-GO lança processo seletivo. Faltam dados explicativos no edital



A prefeitura de Campos Belos, no estado de Goiás, lançou nesta quinta-feira, 30, extrato de edital para processo seletivo. 

O certame é para vagas temporárias imediatas e reserva técnica, segunda informações preliminares. 

A publicação saiu no Diário Oficial do Estado, edição N° 22.539, página 85.

Os interessados devem se inscrever no período de 03 a 07 de abril de 2017, no horário das 08:00 às 12:00 e de 14:00 às 17:00 horas, na sede da Prefeitura Municipal de Campos Belos de Goiás, na Praça da Matriz nº 01- Centro. 

Mais detalhes serão publicados posteriormente.

Comentário deste blogueiro

O edital que deveria trazer publicidade e explicações sobre o certame, só trouxe mais dúvidas. 

Como vou me inscrever no concurso, se não tem as informações básicas. 

Qual o cargo? quantas vagas? qual a escolaridade? quais o salário e benefícios? o que estudar? quando será a prova?

Na boa, esse processo seletivo já nasce sem transparência. 

Leia o que foi publicado no Diário Oficial 

Padu do Câmpus de Arraias realiza matrículas até esta sexta-feira


Quem se inscreveu na seleção para cursar o Programa de Acesso Democrático à Universidade e Acompanhamento Pedagógico (Padu) do Câmpus de Arraias já pode conferir o resultado divulgado nesta quarta-feira (29) pela Direção do Câmpus.

O documento traz o nome de 46 pessoas. Participaram da seleção, candidatos que cursaram os três anos do Ensino Médio em escolas públicas, com conclusão (ou previsão de conclusão) no ano de 2017.

Matrícula

Os candidatos selecionados deverão realizar matrícula até sexta-feira (31), conforme estabelecido no item 4 do Edital de Abertura. Mais informações sobre o Padu do Câmpus de Arraias devem ser solicitadas através de contato pelo e-mail paduarraias@gmail.com ou pelos telefones (63) 3653-1531 (Câmpus da UFT) ou (63) 3653-2062 (Secretaria Municipal de Educação).

Saiba mais

O Padu é um cursinho preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) criado, em 2010, pela Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Comunitários (Proex). 

Seu objetivo é atender alunos egressos de escolas públicas em situação de vulnerabilidade socioeconômica. 

A proposta se baseia no princípio da responsabilidade social e preocupação com a igualdade de acesso e de oportunidade para minimizar as consequências de um processo histórico de exclusão social, que afasta os menos favorecidos da Universidade Pública.

Fonte: UFT

GO-118: Assembleia aprova federalização de 580 quilômetros de rodovias goianas


Os deputados goianos aprovaram, nesta quarta-feira (29/3) em segunda votação o projeto de lei nº 614/17 da governadoria que prevê a federalização de 580 quilômetros de rodovias estaduais goianas. 

De acordo com o Executivo, com a federalização desses trechos rodoviários, o Estado de Goiás e a Região Centro-Oeste terão mais opções de tráfego e, por conseguinte, mais opções para a distribuição de sua produção.

“Por certo que o encurtamento das distâncias também irá gerar maior economia e possibilitar maior desenvolvimento”, argumentou o governador Marconi Perillo (PSDB), na justificativa do projeto.

Serão federalizados 227 quilômetros da GO-118, trecho Divisa GO/DF-Campos Belos; 156 da GO-050, trecho Jataí-Chapadão do Céu (Divisa GO/MS); 144,7 quilômetros da GO-184, trecho Jataí-Aporé; 27,5 da GO-302, trecho Aporé-Entroncamento GO-180; um quilômetro da GO-180, trecho Entroncamento GO-302-Cassilândia (Divisa GO/MS); 24 da GO-241, trecho Uruaçu-São Miguel do Araguaia.

Segundo o projeto, a Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) entregará os trechos da malha estadual em boas condições de tráfego. Com a lei aprovada, os serviços de manutenção e obras de melhorias passam a ser bancados pelo governo federal. 

As rodovias que serão federalizadas foram negociadas entre os dois governos.

quarta-feira, 29 de março de 2017

Socorro, governador


"Socorro deputados e governador do Estado do Tocantins! Estrada do Sudeste - 

Taguatinga a Ponte Alta do Bom Jesus - (TO) está de lascar".

Wanubia Godinho Aires

Para pensar: a Justiça para os ricos e para os pobres



A ex-primeira-dama do estado do Rio de Janeiro, Adriana Ancelmo, foi levada por agentes da Polícia Federal para cumprir prisão domiciliar na noite desta quarta-feira (29) em seu apartamento, no Leblon, Zona Sul do Rio.

A mulher do ex-governador Sérgio Cabral estava presa na ala feminina do presídio de Bangu 8, no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste, desde 17 de dezembro. 

Adriana responde por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

A ministra do STJ Maria Thereza de Assis Moura autorizou a prisão domiciliar da ex-primeira-dama sob a alegação que os dois filhos dela e de Cabral - de 10 e 14 anos - não poderiam ficar privados do convívio com os dois pais ao mesmo tempo, já que o ex-governador também está preso.

Imagem do Dia: GO-447, em Divinópolis de Goiás


Carro furtado no Tocantins é recuperado em Alto Paraíso de Goiás


A Polícia Militar apreendeu nesta quarta-feira (29), na cidade de Alto Paraíso de Goiás, uma caminhonete furtada no Estado do Tocantins.

A equipe da Polícia Militar, composta pelo Sargento Nilton César, Cabo J. Gomes e Soldado Wilton Fonseca, recuperaram o carro na Rua dos Cristais, no setor Paraisinho.

A camionete GM – D 20, Custom L, de cor vermelha, placa KAV 7272, continha registro de furto no estado de Tocantins, datado de 26 de março.

O veículo se encontrava abandonado, aberto e sem a chave na ignição e foi recolhido ao pátio da 14ª CIPM.

O proprietário, que reside na cidade de Palmeirópolis (TO) foi informado da recuperação de seu veículo.

Com texto de Elias Alves

Responsabilização na implantação de lombadas no perímetro urbano




Por Nádia de Bona Porton,

De Campos Belos(GO) à Brasília(DF), encontramos lombadas na GO 118, em todas as cidades, exceto em Campos Belos (GO).

Quem reside em Campos Belos, conhecem que as lombadas existiam antes da pavimentação da Rodovia GO 118, prova que as placas permanecem, nos mesmos pontos.

A ausência de redutores de velocidade, traz insegurança para quem trafega no perímetro urbano desta, que dentre os inúmeros acidentes, registrou vítimas fatais, publicadas inclusive neste Blog.

O município de Teresina de GO, no início de dezembro, (imagens do dia 10), implantou nova lombada, no acesso norte, após inauguração de um posto de combustível. Segundo o responsável pela execução da obra, a iniciativa foi da prefeitura municipal, com a autorização da AGETOP. 

Lembramos que o Rotary Club (Campos Belos), recolheu assinaturas, através de um abaixo-assinado eletrônico, reivindicando as referidas lombadas no perímetro urbano, sem sucesso.

Registra-se que há necessidade de redutores de velocidade no perímetro urbano desta cidade, bem como melhorar as rotatórias. 

Cita-se que na curva, que contorna o Centro Olímpico, no ponto entre a Câmara Municipal e Caixa Econômica Federal, há necessidade de uma rotatória, dando preferência a quem transita na GO 118. 

É muito estranho, no aclive da Temístocles Rocha, ao entrar na Rodovia GO 118, sentido Arraias (TO), ser a preferencial. 

O condutor faz uma manobra em ângulo agudo à esquerda e que se confunde com o condutor que transita a rodovia GO 118, no sentido UEG, ao qual não aciona a seta nem para o sentido - Câmara Municipal e ou Arraias TO, esta última por ser continuidade da rodovia, instaurando assim, confusão de preferências (dar-se-á preferência quem vem a direita). 

Essa confusão de preferências tem resultado alguns acidentes, conforme imagens de uma colisão ocorrida nessa manhã de quarta-feira (29).

Dois pontos críticos, com ausência de visibilidade ao cruzar a mesma Rodovia, são na altura na Rodoviária e Praça da Academia da Saúde (antiga praça do boi). 

Quem sai da rodoviária, não consegue visualizar quem vem à direita e à esquerda, em consequência de ambos sentidos serem declives. 

Já na Praça da Academia, a GO 118 de Campos Belos para Arraias (TO), faz uma curva à direita, não dando visibilidade para quem sai da Praça, acesso à Rua C11, porque além da curva existe uma residência invadindo a rodovia. 

Além da Academia, diariamente crianças cruzam essa via que dá acesso à Escola Municipal Niedja.

Necessitamos de lombadas em todo o trecho da Rodovia GO 118, já que o excesso de velocidade é a principal causa dos acidentes ocorridos, já que as demais vias, em péssimas condições de conservação (buracos e recortes da SANEAGO), obrigam os condutores a reduzirem espontaneamente a velocidade.

Conheça mais sobre o Projeto de Cavalcante Sustentável




Por Luiz Cláudio de Oliveira, 

A história recente demonstra que desenvolvimento sustentável não deve ser uma meta, mas um processo dinâmico e de adaptação, aprendizagem e ação, além de nos indicar que é necessário reconhecer, compreender e atuar nas suas múltiplas interconexões - especialmente naquelas entre a economia, a sociedade e o ambiente natural.

Hoje a globalização e as pressões sobre nossos recursos naturais demonstram que escolhas individuais podem ter consequências globais. Para muitos de nós, no entanto, os problemas dos sistemas econômico e social não se limitam às escolhas não sustentáveis, mas, principalmente, à falta de escolhas. 

A desigualdade entre ricos e pobres é abissal, e mais de um bilhão de pessoas ainda vivem na pobreza e não têm sequer acesso à água potável. 

Todos os dias, escolhas são feitas por indivíduos, empresas, governos e instituições. 

Nosso futuro comum reside em todas essas escolhas. Hoje as condições sociais e espaciais estão sendo completamente redesenhadas, em todo o mundo. 

É preciso planejar a longo prazo e, para isso, é necessário encontrar outras abordagens, com soluções que exigem, acima de tudo, convergência e complementariedade.

Estas são reflexões que embasam e conferem significado ao conjunto de esforços e iniciativas que estão sendo organizados e implementados no município de Cavalcante, Estado de Goiás. 

Cavalcante foi escolhido por um conjunto de parceiros como território emblemático para dar gênese a um conjunto de iniciativas que buscam minimizar os efeitos das policrises que assolam comunidades outrora esquecidas, como neste Município.

Neste sentido, diante de tamanho e tão significativo conjunto de desafios, uma rede de parcerias capitaneada pelo Instituto Espinhaço, pela Prefeitura Municipal de Cavalcante, pela Associação Sol, pelo Governo do Estado de Goiás e instituições como a UNESCO, a União Internacional para a Conservação da Natureza – IUCN, o ICLEI, dentre outros, está sendo desenvolvida no sentido de implementar, no Município de Cavalcante, uma singular plataforma de desenvolvimento sustentável, com foco e centralidade nas pessoas de Cavalcante.  

A plataforma proposta para Cavalcante está ancorada nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS/PNUD e nas perspectivas do programa MaB/UNESCO, tendo em vista que o Município está inserido no território da Reserva da Biosfera do Cerrado – Goiás. 

Propomos ações sinérgicas e compartilhadas, em conjunto com a comunidade local, com o objetivo de encontrar novos caminhos para o desenvolvimento integrado do território e  que coloquem as pessoas no centro das propostas e ações, dado que a pobreza é o maior problema da sustentabilidade.

O programa Cavalcante Sustentável foi pensado e é praticado, de forma voluntária, em caráter solidário, com foco no grupal e agregador, inclusivo, transformador, de cunho espiritualista e sem vínculo religioso, que busca promover e exemplificar os valores humanos, a verdade e as corretas relações com todas as redes de Vida. 

Nosso propósito é edificado em parceria com as pessoas de boa vontade, incluindo a participação do setor público, ong’s, instituições e de organizações sociais, utilizando-se da capacidade criativa e transformadora do conjunto da sociedade. Buscamos exemplificar no território de Cavalcante o propósito de uma verdadeira mudança, com foco no Bem Viver, ou seja, buscamos viabilizar qualidade de vida ancorada em valores humanos e cidadania emancipadora, disseminando e promovendo felicidade e cultura de paz. 

Dentre os projetos que estão sendo implementados e Cavalcante, destacamos:

TURISMO SUSTENTÁVEL: Construção coletiva de um projeto de turismo sustentável, com foco no turismo de imersão e envolvimento, em sinergia com as perspectivas da Organização Mundial do Turismo e com as mais atuais tendências do atividade turística no cenário internacional;

DIÁLOGOS POSSÍVEIS: Encontros comunitários com o objetivo de promover o diálogo construtivo e promover reflexões estruturantes sobre a realidade do Município, bem como, apoiar a construção de alianças e alternativas para o desenvolvimento sustentável do território;

FLOR DA VIDA: Pesquisa e Desenvolvimento, com geração de conhecimento sobre o uso da medicina associada à etnobotânica e aos saberes tradicionais do Cerrado, conectando-os às pesquisas científicas com a proposta de uma medicina integrativa e de referência nacional, com atendimento gratuito aos cidadãos em situação de vulnerabilidade social;

MESTRAS DOS QUINTAIS DO CERRADO: Resgate e ressignificação da culinária e gastronomia local, promovendo economia criativa e inclusão social a partir dos ativos ambientais do Cerrado e do capital humano de Cavalcante, visando resgatar a memória e a cultura do território;  

PROJETO DESPERTAR: Ética do cuidado e Apoio Psicossocial para famílias em situação de vulnerabilidade social, agregando ferramentas de psicologia social e promoção de cidadania e valores humanos;

DE MULHER PARA MULHER: Encontros, diálogos e perspectivas sobre o feminino e o papel da mulher para transformar o mundo. Este é um projeto de empoderamento feminino e de promoção de igualdade de gênero; 

AGRICULTURA VIVA: Produção agroecológica e orgânica, integrando a valorização dos produtos locais e um olhar integrativo entre agricultura, conservação ambiental, economia criativa, geração de renda e tecnologias sociais.

Enfatizamos a implementação de ações que apoiem as comunidades no enfrentamento de dilemas e das incertezas do presente e que ajudem a minimizar os efeitos  do esvaziamento de sentido e de propósito da vida, a apatia e a desagregação social,  as economias enfraquecidas e sem perspectivas, as alterações climáticas, as migrações, as formas de violência, dentre outros.

Estamos implementando, no município de Cavalcante, um programa demonstrativo e inédito: transformar o território por meio do empoderamento da comunidade, do sentido de pertencimento e valorização das memórias e dos saberes locais, com o fortalecimento da cultura, gerando cidadania e um claro sentido de ações comunitárias. 

Um dos pilares desta iniciativa é representado pelo Instituto Espinhaço, associação civil, sem fins lucrativos, de caráter científico, educacional e cultural que atua nas pautas de biodiversidade, cultura e desenvolvimento socioambiental. O Instituto Espinhaço possui membros em seis estados brasileiros (MG, DF, RJ, SP, RS, GO) e outros nove países, além do Brasil: Suíça, Alemanha, França, Portugal, Estados Unidos, Espanha, Índia, China e Itália. 

O Instituto Espinhaço atua, dentro de seus objetivos, na promoção da compreensão da dimensão cultural dos conflitos e dos dilemas; na identificação e proposição de novas possibilidades num quadro de incertezas; em ações de afirmação territorial; no desenvolvimento de novas práticas de sustentabilidade; na conexão de conhecimentos tradicionais e científicos e a construção de pontes entre propostas globais e ações locais.

Luiz Cláudio de Oliveira
Presidente do Instituto Espinhaço - Biodiversidade, Cultura e Desenvolvimento Socioambiental 

institutoespinhaco@institutoespinhaco.com.br

Instituto Espinhaço: Biodiversidade, Cultura e Desenvolvimento Socioambiental apresenta Projeto de Turismo Sustentável para Cavalcante (GO)





Por Evônio Madureira, 

O projeto Turismo Sustentável foi apresentado pelo presidente do Instituto Espinhaço Biodiversidade, Cultura e Desenvolvimento Socioambiental, Luiz Cláudio de Oliveira. 

A reunião aconteceu no plenário da câmara de vereadores de Cavalcante na noite do dia 24 deste mês de março. 

O instituto é uma ONG sem fins lucrativos que atua em convergência as estratégias propostas pela UNESCO para o desenvolvimento dos territórios inseridos em uma reserva de biosfera, construindo soluções inovadoras para a humanidade e o planeta, exemplificando nos territórios e nas comunidades inseridas na Serra do Espinhaço na sua porção sul em Minas Gerais, as matrizes e cenários das mudanças que queremos para o mundo, tendo a cultura de paz como eixo para o desenvolvimento humano.

O evento teve o apoio e participação do prefeito de Cavalcante Josemar Freire, da vice-prefeita Celiara, da Vereadora Karine Alves, do Secretário Municipal de Turismo e Meio Ambiente, Wesley, da presidente da Associação Sol Lara Meire e da vice-presidente Caroline Meira, da Superintendente da SECIMA, Jacqueline Vieira e Glady Duarte da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, do Conselho Municipal de Turismo de Cavalcante, a Secretária Municipal de Turismo e Meio Ambiente de Colinas do Sul, Meire Souza Adorno, do presidente da Associação Quilombo Kalunga, Vilmar Souza, do Presidente da Associação Domínio Descendente, Josué Faustino, do setor de hospedagem e alimentação e de outros participantes do trade turismo do município. 

O projeto tem o propósito de transformar o município de Cavalcante, em sinergia com a plataforma dos 17 objetivos de Desenvolvimento Sustentável (PNUD) e com as premissas do programa MaB - Man And Biosphera - UNESCO. 

Este programa visa implementar tecnologias sociais, formação de capital humano, valorização cultural, geração de renda, criação de rede de cooperação, promoção da saúde e bem estar, inovação tecnológica, novo negócios e economia criativa, objetivando criar um projeto demonstrativo de desenvolvimento sustentável na Chapada dos Veadeiros. 

O projeto está sendo discutidos com todos os segmentos da sociedade de Cavalcante e conta com o apoio dos órgãos governamentais e não governamentais nacionais e internacionais para execução das ações e metas previstas no projeto. 

“É muito importante que possamos dar "peso" a este conjunto de ações para que possamos conseguir viabilizar as mudanças que as pessoas precisam.” disse o presidente do Instituto Luiz Cláudio.

Cirurgião pediátrico Zacharias Calil disse estar abalado com a morte das gêmeas siamesas de Campos Belos


As bebês gêmeas siamesas Sara e Sofia Vitória Alves dos Santos, de Campos Belos de Goiás, morreram na madrugada entre domingo (26) e segunda-feira (27) de causas ainda desconhecidas. 

As crianças tinham cinco meses e estavam prestes a ir para Goiânia para iniciar os preparativos para a cirurgia de separação.

O cirurgião pediátrico Zacharias Calil, especialista em casos de siameses, acompanhou o caso das gêmeas desde o início. Ele diz que soube da morte das meninas pela mãe, Nayara Soares dos Santos, que ligou para ele nesta segunda-feira. 

Antes disso, ela já havia telefonado para falar sobre a piora no estado de saúde das filhas.

“Ela me ligou no sábado dizendo que elas estavam com febre alta e cansadas. Eu pedi para que viessem para Goiânia, porque casos assim se olha aqui”, conta o médico. Apesar disso, as meninas não tiveram tempo suficiente para fazer a viagem.

Conforme o cirurgião, Nayara relatou que, ainda no domingo, procurou o Hospital Municipal de Campos Belos e que, mesmo com febre alta, elas foram liberadas após receberem a receita de alguns medicamentos. Pouco tempo depois, porém, elas faleceram em casa.

Calil afirma que a família já tinha viagem marcada para Goiânia para esta terça-feira (28). “Os cirurgiões plásticos iriam colocar os expansores. Depois de uns dois meses faríamos a cirurgia”, lamenta.

O médico revelou ter se abalado com a morte das garotas. “Foi uma surpresa muito desagradável. Elas eram meninas viáveis, tinham muita condição de fazer a cirurgia”, declara.

Calil acompanhava o caso delas desde o nascimento, em 5 de outubro do ano passado. 

Unidas pelo abdômen e compartilhando apenas o fígado, elas nasceram prematuras, de 33 semanas, no Hospital Materno Infantil (HMI). 

Elas permaneceram internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital até o dia 26 daquele mês.

O especialista, por não ter acompanhado os últimos momentos devida de Sara e de Sofia, prefere não opinar sobre o que pode ter provocado a morte delas. 

No entanto, ele ressalta que gêmeos siameses não são pacientes comuns e demandam cuidados específicos. 

“Elas poderiam ter alguma má-formação que não foi detectada nos exames. Em alguns casos, nós temos surpresas desse tipo até durante as operações”, ressalta.

Ainda assim, ele também prefere não julgar a conduta dos médicos do Hospital de Campos Belos, que liberaram as meninas com febre alta e condição delicada de saúde.

“É difícil falar sobre isso sem estar lá. Eu teria que saber quais eram exatamente as condições”, salienta.

O Mais Goiás telefonou diversas vezes para o Hospital Municipal de Campos Belos pelo número fornecido pela Secretaria de Saúde do Município, mas as ligações não foram atendidas. 

A reportagem também tentou contato com o secretário Guilherme Davi da Silva, mas foi informada de que ele não poderia atender pois estava em reunião.

Fonte e texto: Portal Mais Goiás 

terça-feira, 28 de março de 2017

Câmara pagou viagem de avião para presidente do PMDB goiano ir a evento partidário em Posse e Campos Belos



Na prestação de contas da chamada de março da chamada cota parlamentar, no site da Câmara dos Deputados, o deputado federal goiano Daniel Vilela (PMDB) informa viagem aérea no trajeto Goiânia - Posse - Campos Belos - São Miguel do Araguaia - Goiânia, ao preço de R$ 13 mil. 

A nota fiscal mostra o valor R$ 13 mil gasto por Daniel e posteriormente pago pela Câmara.

Nos dias 10 e 11 de março, Daniel, que é presidente estadual do PMDB, liderou encontros regionais do partido em Posse Campos Belos. 

Os eventos tiveram puro caráter partidário e simbolizaram o lançamento da pré-candidatura do deputado ao governo de Goiás, como os próprios perfis de Daniel e PMDB nas redes sociais mostraram.

A cota parlamentar permite que o deputado gaste com passagens aéreas e fretamento de aeronaves desde que esteja em exercício da atividade parlamentar. 

Os deputados, então, apresentam as notas fiscais e são reembolsados pela Câmara.

Os encontros regionais do PMDB goiano foram reativados para fortalecer a candidatura de Daniel ao governo. Neste final de semana, o deputado participou de mais um giro pelo interior.

Fonte: Brasil247


Desafio à Justiça: Ciro Gomes diz que vai receber Sergio Moro "na bala"



Ameaças à Chapada dos Veadeiros: avanço imobiliário e do agronegócio põem em risco a biodiversidade





Por Gabriela Lima, (O Popular)

A indefinição em torno da ampliação do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (PNCV)preocupa pesquisadores, que temem o cerco se fechando em torno do último grande remanescente de Cerrado em Goiás. 

Na última semana, o POPULAR visitou a região, no Nordeste goiano, e constatou o avanço da soja, dos parcelamentos imobiliários, além de queimadas e desmatamentos.

“Contraproposta não tem sentido ecológico”, diz coordenadora do WWF Brasil 
Secima nega impasse e fala em cronograma 
“Meu irmão foi desapropriado e morreu sem receber”, diz fazendeira

A conversão acelerada de áreas de Cerrado em campos de soja mudou completamente a paisagem às margens da GO-118, que liga o Distrito Federal à Chapada dos Veadeiros. 

Há poucos anos, os imensos tampes verdes de monocultura eram comuns apenas até o município de São João da Aliança. Agora, chama a atenção até a chegada a Alto Paraíso, o principal município da região.

Apesar do tempo chuvoso, vários focos de incêndios foram avistados. Na GO-239, rodovia que liga Alto Paraíso à Vila de São Jorge, onde fica a entrada do PNCV, o número de construções se multiplica. Novos loteamentos aparecem até bem perto da Cachoeira do Abismo.

Evitar o avanço ainda maior sobre um mosaico único de ecossistemas, riquíssimo em biodiversidade e recursos hídricos, é um dos principais objetivos da proposta de ampliação do PNCV, segundo o chefe do parque, Fernando Tatagiba.

Tatagiba critica a contraproposta apresentada pelo Secretário Estadual das Cidades e Meio Ambiente (Secima), Vilmar Rocha, que pede a retirada de várias áreas do projeto definido pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão do Ministério do Meio Ambiente (MMA).

“Essa proposta baseada em critérios fundiários não atende os requisitos para a preservação. Retirou vários trechos da região do Pouso Alto, transformando o que era um contínuo de ecossistemas em uma paisagem fragmentada”, diz.

Para o chefe do parque, os recortes deixam vulneráveis locais de matas secas. Esse ecossistema está altamente ameaçado e atualmente não está representado dentro do limite atual do PNCV.

Sobre a polêmica em torno do não pagamento de terras desapropriadas há décadas, Tatagiba afirma que há um recurso de R$ 7 milhões para parte das desapropriações. 

“Também há o mecanismo de compensação de reserva legal como forma viabilizar a regularização ambiental de imóveis rurais, associada à regularização fundiária de unidades de conservação”, garante.

A decisão de ampliar o parque é do governo federal, mas é preciso um aval do governo do Estado. No dia 29 de novembro, Vilmar Rocha anunciou o aval apenas para 90 mil hectares (ha) dos quase 158 mil ha pleiteados. 

A contraproposta pegou de surpresa o ICMBio, que dava como certa a ampliação de uma área contínua em vez de uma “colcha de retalhos”.

“A gente já negociou, fizemos várias reuniões desde o ano passado com representantes do governo do Estado para compatibilizar a proposta com os diversos interesses da região, fizemos diversas concessões. 

É uma situação delicada e estamos aguardando o posicionamento do MMA”, afirmou o coordenador de Criação de Unidades de Conservação do ICMBio, Bernardo Ferreira Brito.

*A repórter viajou a convite da WWF Brasil

Fonte: O Popular

Cinco presos perigosos fogem da cadeia pública de Dianópolis (TO)


Cinco presos fugiram da Casa de Prisão Provisória de Dianópolis, no Sudeste do Tocantins, na madrugada deste domingo (26).

A fuga ocorreu por por volta das 2h, quando os detentos serraram as grades das celas e pularam o muro da unidade.

A polícia se encontra em diligência com intuito de recapturar os fugitivos, mas até esta terça-feira nenhum deles tinha sido localizado.

Os presos presos envolvidos na fuga são: Lucas Silva, Jhon Lenon dos Santos, Daniel Guedes dos Anjos, Carlos Eduardo de Lima Souza e Natan de Paula.

Qualquer informações a respeito, entrar em contato no (63) 3692-2315/2078/999210-1566,  a Secretaria de Cidadania e Justiça garantirá sigilo total das informações.

Texto: AMT Notícias

UFG abre inscrições para pós graduação gratuita


As inscrições para o curso de Especialização em Arte/Educação Intermidiática Digital ocorrem até o dia 27 de março apenas pelo site

As 240 vagas estão distribuídas nos polos Anápolis, Aparecida de Goiânia, Cavalcante, Goianésia, Posse e Uruana. 

O curso é direcionado para profissionais com licenciatura em qualquer área. No ato da inscrição o candidato deve enviar um texto com o tema: “Os desafios de ser professor na Educação Básica com a Internet”. 

As aulas começam em maio deste ano e vão até maio de 2019. A especialização possui carga horária total de 620 horas. 

Confira a grade do curso. Se interessou? Confira o edital

SERVIÇO:

Especialização em Arte/Educação

Inscrições até o dia 27 de março

Divulgação do resultado: 07 de abril

Início: 12 de maio

Fonte: Curta Mais 

Idoso morto em Brasília brigava há 25 anos na justiça por fazenda em São Domingos (GO)




A morte do idoso Jacinto Pereira de Sousa, de 81 anos, ainda é um verdadeiro mistério, ele foi morto em 20 de dezembro de 2016.

O idoso foi encontrado sem vida com carteira, dinheiro, celular e relógio. 

Segundo a reportagem da Record TV, exibida no início deste mês quem matou o idoso não queria roubar.

Seu Jacinto morava em uma casa na W3 sul na região central de Brasília, no dia 20 de dezembro ele saiu de casar para ir até a casa lotérica. 

A partir deste dia seu Jacinto não deu mais noticias para a família.

O corpo do idoso foi encontrado no dia 9 de janeiro de 2017 no setor de indústrias do Riacho Fundo II.

Segundo a reportagem, seu Jacinto brigava há 25 anos na justiça por uma fazenda no município de São Domingos, no nordeste goiano.

A fazenda fica localizada em uma região rica em minério e madeira, era um local onde políticos da região tinha interesse, segundo a reportagem da Record TV. A reportagem diz ainda que após todos esses anos seu Jacinto ganhou a causa na justiça.

A polícia civil do Distrito Federal investiga o caso. Com texto de Antônio Carlos 

segunda-feira, 27 de março de 2017

Morrem as gêmeas siamesas de Campos Belos, Sara e Sofia




Morreram, na madruga desta segunda-feira (27), Sara e Sofia, as duas bebês gêmeas siamesas de Campos Belos, nordeste de Goiás. 

Ambas as meninas estavam com cinco meses e de malas prontas para viajarem nesta semana para Goiânia, capital do estado, quando iriam iniciar os procedimentos preparatórios para a delicada cirurgia de separação, que poderia ocorrer no próximo mês de setembro. 

Prematuras, elas nasceram de 33 semanas, ligadas pelo abdômen e compartilhando o fígado. 

Ambas estiveram internadas na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de Goiânia, depois do nascimento, em 2 de setembro, mantiveram o estado de saúde regular e em recuperação, até serem liberadas. 

Na oportunidade,  o médico Zacharias Calil, especialista em casos de siameses, acompanhou o parto e monitorou o estado de saúde das siamesas. 

Ele afirmou que o quadro clínico delas estava muito melhor do que o esperado. No entanto, explicou que ainda era cedo para vislumbrar a cirurgia de separação.

O nascimento das gêmeas siamesas Sara e Sofia Alves dos Santos, no Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia, repercutiu na imprensa estadual.

40 graus de febre

De acordo com a família, as gêmeas estavam bem, mas neste domingo amanheceram com febre, que chegou a 40 graus e com aspecto de uma gripe.

A família levou as gêmeas ao Hospital Municipal de Campos Belos (público) onde foram atendidas e liberadas, mesmo com febre alta. 

Ainda de acordo a família, o médico receitou medicamentos e as mandou de volta para casa. “Nem ao menos olharam a gargantinha das meninas”, disse um familiar. A febre não cessou, inclusive com os medicamentos receitados. 

À noite, a mãe colocou as crianças para dormir e hoje pela manhã, ambas amanheceram mortas.  

Obvio que ninguém quer procurar culpados pela morte das crianças. Mas há perguntas que tem que ser feitas.  

Como o hospital libera um paciente com 40 graus de febre? 

Não seria prudente colocá-las em observação, esperar a febre amainar e investigar as causas ? 

Esse teria que ser o procedimento para qualquer paciente. 

Agora imagine então, duas crianças siamesas, grudadas, pacientes de alto risco e com necessidade de acompanhamento especialíssimo?

O velório dos corpinhos das gêmeas siamesas está ocorrendo na casa da família, no Setor Bem-Bom, em Campos Belos. 

O sepultamento está previsto para ocorrer, no cemitério local, às 17h desta segunda-feira. 

sábado, 25 de março de 2017

Prefeitura de Campos belos emite Nota de Pesar pelo falecimento de "Lidinho"


A prefeitura de Campos Belos emitiu Nota de Pesar pelo falecimento do servidor aposentado Lídio José de Souza, ocorrido nesta sexta-feira (24).

Na Nota, o prefeito Eduardo Terra diz que vem "expressar o seu sentimento de pesar e prestar condolências à família". 

"Seu Lidinho" morreu aos 89 anos, ao que tudo indica, vítima de uma pneumonia. O sepultamento deve ocorrer na tarde deste sábado, no cemitério local. 

Assalto a ótica: foragido da Justiça de Campos Belos é preso pela Polícia Civil em Palmas (TO)


Policiais Civis da 2ª Delegacia de Palmas, comandados pelo Delegado Pedro Ivo Costa Miranda, com apoio de agentes da 5ª DP, coordenados pelo delegado Evaldo de Oliveira Gomes, efetuaram, na tarde desta sexta-feira, 24, a prisão de Artur da Silva Jacino, 19 anos de idade. 

Ele é suspeito de praticar um assalto a uma joalheria, em Campos Belos – GO, no dia 31 de janeiro de 2017, e foi capturado, mediante o cumprimento de mandado de prisão preventiva.

Conforme o delegado Pedro Ivo, após um intenso trabalho de monitoramento, policiais civis do Núcleo de Investigações Policiais da 2ª DP com apoio de investigadores da 5ª DP, obtiveram informações de que um foragido da Justiça da Comarca de Campos Belos – GO estaria residindo em Palmas.

Com base na informação, os agentes intensificaram as buscas e identificaram o indivíduo como sendo Artur da Silva Jacino. 

Ao realizar buscas sobre a vida pregressa do suspeito, os policiais civis descobriram que havia um mandado de prisão preventiva, em desfavor do mesmo, oriundo da Comarca de Campos Belos, pela prática do crime de roubo majorado.

Diante dos fatos, os policiais civis realizaram novas diligências e, na tarde desta sexta-feira, localizaram o paradeiro do indivíduo, o qual estava escondido na residência de sua mãe, na Quadra 806 Sul. 

Ao chegar ao local, os agentes deram voz de prisão a Artur e o conduziram a sede da 2ª DP, onde o delegado Pedro Ivo cumpriu a ordem judicial em desfavor do homem que, em seguida, foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP), à disposição do Poder Judiciário de Goiás.

Fonte: Portal do Sudeste 

Paralisada desde 2010, construção de barragem no Rio Arraias será retomada


Na última sexta-feira, 24, os moradores de Arraias receberam uma boa notícia. 

O prefeito  de Arraias, Wagner Gentil pediu ao governo que resolva o problema das estradas que liga a outros municípios e da construção da barragem. ” Esperamos que isso seja resolvido na sua gestão”, afirmou.

Minutos depois chegou a informação de que acabou de ser aprovado a construção da barragem no Rio Arraias. ” Esta obra está paralisada desde 2010.

” Teremos condições de terminar agora”, afirmou o governador nesta sexta em agenda na cidade. A  bancada federal ajudou na liberação.

“Conseguimos hoje a manifestação daquele Ministério da Integração Nacional  no sentido da reabertura do convênio para conclusão da obra, aproveitando os recursos, no montante de R$ 16 milhões, que estão depositados na conta do referido convênio”, confirmou o secretário de representação do Estado em Brasília.

Fonte: Gazeta do Cerrado 

Segurança em Goiás é reforçada com mais 12 bases do Comando de Operações de Divisas, inclusive Campos Belos e Posse


O governo de Goiás determinou a implantação de mais 12 bases operacionais do Comando de Operações de Divisas (COD), da Polícia Militar, ainda este ano, completando 24 unidades em atuação no Estado. 

A força especializada de segurança é responsável pela fiscalização nas divisas do território goiano com outros estados.

Vão receber as novas bases os municípios de Águas Lindas de Goiás, Aporé, Catalão, Cidade Ocidental, Cristalina, Luziânia, Minaçu, Montividiu, Niquelândia, Porteirão, Serranópolis e Sanclerlândia. 

As 12 já existentes estão sediadas em Britânia, Cabeceiras, Campos Belos, Caçu, Chapadão do Céu, Corumbaíba, Goiânia, Itumbiara, Jataí, Uruaçu, Piranhas, Porangatu, Posse e São Miguel do Araguaia.

O trabalho intensivo do COD, de março de 2016 até março deste ano, resultou na apreensão de 14.089 ou aproximadamente 14 toneladas de drogas ilícitas. No período foram feitas vistorias em 6.939 veículos, recuperadas cargas roubadas no valor de aproximadamente R$ 1 milhão e de aproximadamente R$ 2,5 milhões em mercadorias contrabandeadas. 

Nesses doze meses também foram apreendidos mais de R$ 600 mil, procedentes de roubo em instituições financeiras, 307 pessoas presas em flagrante e recapturados 49 foragidos da Justiça.

Criado em 20 de abril de 2012, o COD completa em 2017 cinco anos de efetivo combate à criminalidade, atingindo índices nunca alcançados na apreensão de drogas e armas (tráfico doméstico e internacional), contrabando de pneus e de  cigarros, descaminhos e contrabandos diversos, combate intensivo à atuação de associações criminosas de roubo a instituições financeiras, dentre várias outras ocorrências, como recaptura de foragidos da justiça, recuperação de veículos furtados e intervenções para estabilização de crises em presídios. 

Fonte: Goiás Agora