Banner 1

Banner 1

domingo, 5 de fevereiro de 2017

Ministro do Superior Tribunal Militar é recebido na Escola Agrícola de Arraias (TO)





O ministro do Superior Tribunal Militar (STM), José Barroso Filho, esteve no Tocantins acompanhando as ações do Projeto Rondon, que tiveram início no dia 16 de janeiro e seguiu até este sábado (4).  

Nas cidades visitadas, ele esteve ministrando a palestra “Educação para a Esperança” em escolas estaduais e municipais. 


Na última quinta-feira (2), o ministro visitou a Escola Agrícola de Arraias (TO). 


Na oportunidade, foi recebido por estudantes, educadores e autoridades locais. 


O ministro José Barros Filho visitou as instalações da Escola Agrícola de Arraias, acompanhou as atividades de campo desenvolvida pelos alunos e proferiu uma palestra sobre educação. 


Nas apresentações que tem feito nas diversas cidades dos Tocantins, o magistrado do STM, que também é o diretor da Escola Nacional de formação e Aperfeiçoamento de Magistrados da Justiça Militar da União, tem abordado sobre a importância do desenvolvimento educacional, a melhoria da qualidade de vida das pessoas e o papel do educador neste processo.


José Barroso já palestrou para os servidores da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) e para os educadores de Presidente Kennedy, Guaraí, Aparecida do Rio Negro, Novo Acordo, Pium, Paraíso Cristalândia, Nova Rosalândia, Fátima, Silvanópolis, Monte do Carmo, Marianópolis, Divinópolis,  Gurupi, Miracema, Conceição, Dianópolis, Natividade e Colinas.


Durante as palestras, o ministro ressalta a relevância dos educadores para o sucesso dos estudantes. “A nossa missão como educador é iluminar os caminhos dos nossos alunos. 


Facilitando a construção do conhecimento, fazendo com que eles sejam agentes dessa construção e promovendo a criticidade. Um ensino efetivo precisa envolver o aluno em sua totalidade”, pontua José Barroso Filho.


A titular da Seduc, professora Wanessa Sechim, enfatiza que esta é a primeira vez que um ministro permanece tanto tempo no Estado, um total de 22 dias. 


Ela destaca ainda o valor das contribuições de José Barroso para a área educacional. 


“Colocar-se à disposição da educação tocantinense, indo pessoalmente às escolas, nos mostra o interesse que o projeto Rondon tem em colaborar com o sucesso da aprendizagem dos estudantes e com a formação dos professores do Tocantins. 


Estamos muito felizes com esse trabalho que o ministro Barroso vem realizando ao longo destes dias em prol da melhoria da qualidade da educação do Estado”, frisa a secretária.    


Luta em favor da Escola Agrícola 


A Escola Agrícola de Arraias, que tem quase 40 anos de existência e que acolhe principalmente adolescentes oriundos de comunidades quilombolas, esteve à beira da extinção.


A ideia esdruxula era da Secretaria de Educação do Estado. 


Após intensa campanha deste Blog, comunidade acadêmica e da maioria da população de Arraias, a escola foi mantida e continua prestando seus relevantes serviços à comunidade.    


Currículo do Ministro 


Autor de vários livros e artigos voltados para a área jurídica, José Barroso Filho é natural de Ribeirão Preto (SP), graduado em Direito, especialista em Estudos Avançados em Administração Pública, Direito Público, mestre em Direito Econômico e com doutorado em Administração Pública. 


Atualmente exerce as funções de Ministro do Superior Tribunal Militar, Diretor-Geral da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados da Justiça Militar da União e colaborador do Projeto Rondon.


Projeto Rondon


A Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) é parceira do Projeto Rondon no Tocantins oferecendo suporte aos rondonistas durante a ação.  


Integram a Operação Tocantins universitários e professores de 32 instituições de ensino superior do país que estão realizando ações que contribuam para a melhoria de vida da população de 16 municípios.


Já publicamos 


Grande vitória da comunidade: Escola Agrícola do município de Arraias irá atender exclusivamente comunidades quilombolas a partir de 2016



Um comentário:

  1. Sou ex aluno desta escola tenho orgulho dela sou grato por ter terminado la lutamos contra o fechamento dela em 2013 se possível agora também isso não pode acontecer de fechar meu sonho é que ela passe a ser federal!!

    ResponderExcluir