Banner 1

Banner 1

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Criança sumida em Goiânia: polícia encontra corpo da menina Ana Clara em mata de Santo Antônio de Goiás


Uma força tarefa formada pela Polícia Militar (PM) e Polícia Civil (PC) encontrou, na manhã desta quarta-feira (22), em uma mata na saída para Nova Veneza, o corpo de Ana Clara Pires Camargo, de sete anos, que estava desaparecida desde a sexta-feira passada (10), quando saiu de sua casa no Residencial Antonio Carlos Pires em Goiânia. 

A informação foi confirmada pelo delegado Valdemir Branco, por meio da assessoria de imprensa da corporação.

Segundo a polícia, o corpo da criança apresenta resquícios de soda e álcool, o que indica que o assassino tentou queimá-la. 

Ela foi localizada em uma mata marginal à rodovia GO-462, próximo à Embrapa, após análise de informações que foram coletadas pelas polícias Civil e Militar.

Um homem que já foi vizinho da vítima, identificado como Luiz Carlos Costa Gonçalves, de 35 anos, teria sido o autor do assassinato. 

Ele está sendo procurado mas ainda não foi encontrado.

Equipes da Polícia Técnico Cientifica e do Corpo de Bombeiros estão no local para realizar os trabalhos de perícia. Há indícios que o suspeito tentou queimar o corpo da criança utilizando soda e álcool.

Desde o desaparecimento de Ana Clara uma força tarefa foi estruturada em parceria com a Polícia Militar para tentar localizar a criança. 

A estudante de 7 anos sumiu na rua de casa, no Residencial Antônio Carlos Pires, na região Norte de Goiânia, na última sexta-feira (17). Segundo a mãe, Glauciane Pires Silva, a criança não tinha motivo para fugir.

A cabeleireira disse que a filha tinha o hábito de andar sozinha pelas ruas do bairro. Ela contou que a menina saiu mais cedo para ir ao supermercado comprar refrigerante e voltou para almoçar.

Em seguida, Glauciane pediu que a criança fosse à casa de uma amiga para pagar 10 reais de uma marmitex e pegar uma tinta de cabelo. A menina foi à casa e desapareceu ao voltar de lá. 

A vizinha disse para a polícia que a menina nem chegou a lhe entregar o dinheiro.

Familiares e amigos estão reunidos na casa de Ana Clara Pires Camargo desde que receberam a informação que o corpo da criança foi localizado. 

Equipes da Cavalaria, do Choque, da Ronda e o Graer estão no local auxiliando na segurança. Uma ambulância do Corpo de Bombeiros está atendendo uma familiar da menina que passou mal após receber a notícia.

A Escola Municipal Orlando de Morais decretou luto e cancelou as aulas de hoje, após a confirmação do encontro do corpo de Ana Clara. Alguns comércios da região também fecharam em luto pela morte da criança.

Vizinhos contaram que o suspeito da morte de Ana Clara já morou na região e foi visto por vizinhos nos últimos dias nas redondezas no carro que foi encontrado na estrada vicinal junto com o corpo da criança. 

Alguns, inclusive, estão se dirigindo até a residência do suspeito, que fica no mesmo setor, com o intuito de incendiar o imóvel. No entanto, o grupo foi impedido pela Cavalaria da Polícia Militar.

Veja a nota divulgada pela Polícia Militar de Goiás:


Em nota, a Polícia Militar informou que a força tarefa criada no âmbito da SSPAP para investigar o desaparecimento da menina Ana Clara Pires Camargo conseguiu localizar o corpo da vítima em uma mata marginal à rodovia GO-462, próximo à Embrapa, após análise de informações que foram coletadas pelas polícias Civil e Militar. 

Os indícios apontam que o autor do crime é Luis Carlos Costa Gonçalves. Ele é procurado pelas forças policiais goianas neste momento. 

Destacamos que as polícias Civil e Militar estão empenhadas na captura do suspeito.Mais detalhes serão divulgados oportunamente.

Fonte: Mais Goiás 

Nenhum comentário:

Postar um comentário