Banner 1

Banner 1

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Carro de suspeito de matar Ana Clara é localizado pela polícia próximo ao local do crime


O autônomo Luiz Carlos Costa Gonçalves, de 35 anos, é o principal suspeito de matar a pequena Ana Clara Pires Camargo, de sete anos, que desapareceu na tarde da última sexta-feira (18), quando saiu de sua casa no Residencial Antônio Carlos Pires, em Goiânia, para comprar um refrigerante. 

O carro dele foi encontrado na manhã desta quarta-feira (22) em uma mata perto de onde estava o corpo da garota.

Luiz Carlos, segundo apurou a polícia, já foi vizinho de Ana Clara, e apesar de ter se mudado no início do ano passado, sempre era visto pela região, uma vez que mantém uma casa de aluguel naquele bairro. Ele é dono de um veículo Gol de cor prata, carro que foi visto por uma testemunha na semana passada abordando Ana Clara Pires.

O veículo, que estava abandonado, foi encontrado por uma equipe da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic) em uma mata na GO-462, em Santo Antônio de Goiás, na Região Metropolitana de Goiânia, a poucos metros de onde os policiais localizaram o corpo da garotinha, que estava parcialmente queimado.

Segundo informações preliminares da polícia, o assassino tentou queimar o cadáver usando álcool e soda. Há suspeita de que ela tenha sido estuprada.

Neste momento, várias equipes de policiais civis e militares fazem buscas em diferentes pontos da Grande Goiânia à procura de Luiz Carlos. O suspeito não possui antecedentes criminais.

O crime causou comoção em toda a cidade, em especial nos moradores do Residencial Antônio Carlos Pires. 

Várias pessoas, incluindo parentes de Ana Clara, estão no local onde o corpo dela foi encontrado.

Fonte: Mais Goiás

Nenhum comentário:

Postar um comentário