Banner 1

Banner 1

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Marcão x Ludimilla


"Caro Dinomar Miranda, boa noite!!! 

Analisando a maneira em que a frase foi dita não identifiquei o exagero que a mídia deu ao caso, e olha que sou um defensor ferrenho dessas causas por ser neto de trabalhadores escravizados. 

Como o jornalista é natural de Gurupi é normal que ele traga em suas falas algumas características da língua local ou seja, um modo de expressar que caracteriza sua origem. 

Pobre macaca significa dizer que sua pobreza assemelhava-se a dos macacos, portanto a comparação não era da cidadã Ludmila com macacos, mas de sua condição social antes da fama e do dinheiro. 

Quem de nós nunca cantou uma cantiga de roda que assim dizia: eu sou pobre pobre de marré, marré, marré .... 

No sentido em que foi feito o comentário pelo Jornalista ele enquadra-se no politicamente correto, algo que sempre defendi nessa rede. 

Errou a mídia e aqueles que o crucificaram. 

PS: aceito críticas mas todos nós quando citamos algo semelhantes utilizamos desse ou de outros adendos da língua portuguesa."

Crispim Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário