Banner 1

domingo, 1 de janeiro de 2017

Ex-prefeito Ninha não vai à posse passar o cargo e parece encerrar carreira política


O ex-prefeito Aurolino Santos Ninha (PSDB) saiu de fininho do cargo e não compareceu à solenidade de posse do novo prefeito de Campos Belos (GO), Eduardo Terra (PR), da vice-prefeita Brena Santos e dos novos vereadores.

Ele foi representado por sua ex-secretária de Ação Social, Karina Caetano, vereadora eleita, que discursou em nome da Administração Ninha. 

A bem na verdade, foram poucas as pessoas ligadas ao ex-prefeito que compareceram à cerimônia. 

Karina Caetano afirmou, em seu discurso, que Ninha tinha passado a previdência dos servidores municipais com saldo de R$ 16 milhões de reais em caixa e com os salários dos servidores pagos e sem atraso. 

Em contrapartida, um dos vereadores eleitos e empossados na mesma cerimônia afirmou que o ex-prefeito Ninha deixa como herança maldita milhões em resto a pagar, um verdadeiro presente grego ao novo prefeito. 

Este primeiro de janeiro de 2017 parece mesmo que encerra a carreira política de Aurolino Santos Ninha, que foi prefeito da cidade por pelo menos quatro gestões não consecutivas.

Pelo menos foi este foi o teor do discurso do vereador reeleito Márcio Valente. 

4 comentários:

Anônimo disse...

Grande homem. Vai deixar saudade. O povo verá que era feliz e não sabia.

Anônimo disse...

O bom que quando o sardinha não foi entregar o cargo pra esse coronel, por motivo justo? E quem o representou foi o Eduardo, o sarue falou horrores do sardinha, pura barbaridades, e agora coronel, você não é o cara? Porque não compareceu? Covardia? Com certeza.

Anônimo disse...

Apesar de muitos torcerem para que isso aconteça, inclusive boa parte da "nossa imprensa marrom" só Deus é que designa os destinos de um homem, nenhum blogueiro por mais importante que pensa ser não pode vaticinar a morte ou aposentadoria de quem que que seja.
Os interesses da nossa cidade devem sobrepor aos interesses pessoais.
Tomara que a consciência de parte da imprensa, não venha a lhe culpar por ter execrado os bons e exaltados os péssimos e traíras. Não sei o motivos que meus comentários não são publicados, acho que a verdade machuca.

Pascoal disse...

Isso é passado, enquanto estivermos olhando para traz, esqueceremos que a frente está toda nossa vida e de nossos filhos, culpado somos nós de não acompanharmos os trabalhos dos gestores após eleição, ficaremos atentos agora, faremos um pacto conosco de não faltarmos nas reuniões de Câmara, exigir, contestar, é nosso direito saber que aqueles ao qual confiamos o nosso voto, esteja pensando no bem estar da nossa sociedade.