Banner 1

Banner 1

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

A lei de Gerson e o revés das mídias sociais



A malandragem de certos profissionais, se não está com os dias contados, parece que sofreu um bom revés com as mídias sociais. 

Um exemplo ocorreu nesta quarta-feira (10), em Campos Belos. Uma servidora pública levou o carro dela ao mecânico, por estar apresentando problemas. 

O diagnóstico do profissional foi trocar o bico injetor. 

Hoje a proprietária do carro foi às redes sociais, furiosa da vida, reclamar do serviço. 

"Olhem a eficiência deste mecânico em Campos Belos. R$ 120,00 reais para trocar o bico injetor. Vejam a honestidade dele. Colou a peça com Durepox. Cuidado, não é digno de confiança" disse a servidora na sua rede social, sem identificar o mecânico.

Hoje em dia, que não anda na linha, pode se esbarrar com uma dessa a qualquer momento, se estiver usando a Lei de Gerson. 

A Lei da Vantagem ou Lei de Gérson é um princípio em que determinada pessoa ou empresa brasileira deve obter vantagens de forma indiscriminada, sem se importar com questões éticas ou morais.

Aprenda um pouquinho de Ética com o filósofo Mário Sérgio Cortella

4 comentários:

  1. Tratando-se do Clóvis e do Cortella, todo o tempo ainda é pouco. Obrigado pela sugestão, prezado Dinomar.

    Lucas Dourado dos Santos

    ResponderExcluir
  2. Sevidora, publica o nome da oficia para podermos ficar atento com esse "profissional" da mecânica!

    ResponderExcluir
  3. Servidora, fale o nome da oficina para que possamos ficar atento como esse "profissional" da mecânica.

    ResponderExcluir
  4. Caro amigo Dinomar, sugiro que a denúncia tenha uma direção ou a vítima se identique para que a má fama não se generalize. Conhecemos muitos profissionais, sem acepção de atividade, que usam da honestidade como sua principal ferramenta de trabalho. Denuncias assim devem eleger os que valorizam seus clientes e os classificam como amigos indispensáveis para seu sucesso profissional.
    Vamos facilitar para o nosso próximo a escolha de seus profissionais.
    A concorrência desleal destes não-profissionais tira do nosso bolso a dignidade de um trabalho honesto e tripudia no dinheiro do cliente.

    Grato!

    ResponderExcluir