Banner 1

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Projeto para avaliar impactos do turismo em comunidade calunga realiza atividade de campo


O projeto para avaliar os impactos do turismo na comunidade Calunga Engelho II, realizado em parceria entre o Ministério Público de Goiás e o Instituto de Estudos Socioambientais da Universidade Federal de Goiás (Iesa/UFG), deu início às atividades de campo entre os dias 30 de novembro e 3 de dezembro.

O estudo de campo é uma das etapas da pesquisa, que visa analisar a capacidade de carga turística das cachoeiras Capivara, Santa Bárbara e Candaru.

O Engenho II está situado no município de Cavalcante, no Nordeste goiano, e é uma das 62 comunidades do Sítio Histórico e Patrimônio Cultural Calunga.

O local é conhecido por suas belezas naturais, principalmente as cachoeiras, que recebem diversas visitas turísticas. Porém, conforme alerta o projeto de pesquisa, a comunidade vem sofrendo impactos ambientais, como erosões e assoreamento, além de impactos sociais.

De forma a avaliar as consequências à comunidade e ao meio ambiente, o estudo será composto por cinco momentos, sendo o primeiro a atividade de campo e o último, uma reunião para a apresentação dos resultados à população.

Participaram desta primeira etapa estudantes da Universidade Federal de Goiás e o perito ambiental da Coordenação de Apoio Técnico Pericial (Catep), Thiago Brito Carvalho de Souza. A responsável pela atuação do MP no projeto é a promotora de Justiça Úrsula Catarina Fernandes Silva Pinto.

Fonte: MPGO

Nenhum comentário: