Banner 1

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Nova Roma (GO): centenas de arraias são encontradas mortas no Rio Paranã. Comunidade pede providências


A denúncia é grave. 

Centenas de arraias (ou raias) foram encontradas mortas, boiando no leito no Rio Paranã, nesta quinta-feira (29), próximo aos povoados Manguinha e Fecho, no município de Nova Roma, nordeste de Goiás. 

De acordo com um sargento da Polícia Militar, que esteve no local e confirmou a informação, inclusive com fotografias, as arraias, centenas delas, estão boiando a cerca de 200 metros abaixo do sistema de balsas do povoado Fecho, sentido Povoado Prata/Nova Roma. 

"Suspeita-se da poluição (produtos químico) oriunda de frigoríficos instalados ao longo das margens do Rio Paranã", diz o policial.

A Secretaria de Meio Ambiente do estado de Goiás tem que enviar, com urgência, técnicos do órgão para apurar o que está ocorrendo no Rio Paranã, identificar as causas e punir os culpados.

A região nordeste de Goiás tem sofrido muitíssimo com a falta de chuvas; com a devastação terrível do cerrado; o extermínio constante e assustador de animais silvestres e muita degradação. 

Recentemente publicamos aqui no Blog que aviões dedetizadores de veneno estavam dizimando colmeias inteiras de abelhas da região de Alto Paraíso, nas grandes plantações de São João da Aliança e Água Fria (São Gabriel). 

Agora, as arraias do Rio Paranã são as mais novas vítimas. 

Nenhum comentário: