Banner 1

Banner 1

quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Niquelândia (GO): ex-marido mata mulher na frente da filha



A empregada doméstica Dhiemercristien de Freitas Silva, 25 anos, estava com a filha de um ano e dois meses no colo, quando foi assassinada com um tiro pelo ex-marido, na noite de sexta-feira (23), na frente da casa da mãe dela, em Niquelândia – Goiás.

De acordo com a família da vítima, o ex-marido, o caminhoneiro Nagir Alves dos Santos, de 50 anos, não aceitava o fim do relacionamento e depois do crime fugiu.

Segundo os familiares, Dhiemercristien foi até a porta para pagar uma leitoa que a mãe tinha comprado, e Nagir chegou e atirou.

“Ele estava escondido no escuro. Veio por trás do carro, segurou pelo braço dela, apontou o revólver no pescoço. Minha irmã gritou para ele não fazer isso. 

Mas não adiantou, ele apertou duas vezes e a bala não saiu. Só na terceira o tiro saiu”, explicou a irmã da vítima, a dona de casa Genesi Aparecida Correia da Silva, de 30 anos.

A empregada doméstica caiu protegendo a filha, que não teve ferimentos. A vítima foi encaminhada ao Hospital Municipal de Niquelândia, mas não resistiu e morreu.

Dhiemercristie tem mais dois filhos, um de 10 anos e outro de nove anos, de outro relacionamento. Apenas a mais nova era filha do caminhoneiro.

Ainda de acordo com Genesi, a irmã e o caminhoneiro foram casados por dois anos e há três meses Dhiemercristie decidiu pela separação, que Nagir não aceitava.

A família disse também que o ex-marido ameaçava a doméstica de morte e ela registrou uma medida protetiva na Polícia Civil e se mudou para a casa da mãe.

Segundo o delegado Cássio Arantes do Nascimento, quem defere ou não o pedido para que seja cumprido é a Justiça. 

O delegado falou ainda que será solicitada a prisão preventiva do caminhoneiro e se alguém souber algo sobre Nagir, pode ligar no 197.

Fonte: O Popular

Nenhum comentário:

Postar um comentário