Banner 1

Banner 1

sábado, 31 de dezembro de 2016

Em 2017, desejo-lhe muita resiliência... porque 2016 foi "osso". "É preciso saber Viver"


O ano de 2016 não foi fácil para ninguém. 

Crise econômica, financeira, fiscal, política e até institucional. 

Até decisão judicial o Senado Federal, que faz as leis, não cumpriu. 

Desemprego, inflação, carestia, dívidas acumuladas, falta de perspectivas, brigas ideológicas intermináveis pelas redes sociais e fora dela.  

Quem disse que o socialismo estava morto?  a esquerda apareceu fortemente. Pior foi a reação dos conservadores de extrema direita. 

Nada pior para a democracia do país, que viu a intolerância política em níveis históricos. 

A radicalização política foi uma pauta que recrudesceu a cada dia. 

Quantos entes queridos nos deixaram em 2016. Quantas personalidades queridas se foram? 

Guerra da Síria e o sofrimento intenso de tantas crianças inocentes. 

Terrorismo, bombas, ataques de fundamentalistas em várias partes do mundo. 

Crescimento significativo do crime organizado no Brasil, desmatamento desenfreado, desrespeito à pessoa humana, crescimento dos homicídios, nas grandes e pequenas cidades. 

A lista de notícias ruins é interminável, em 2016. 

Mas há uma palavra forte que devemos nos agarrar em 2017: a tal resiliência. 

Entre outros significados, resiliência significa "capacidade de se recobrar facilmente ou se adaptar à má sorte ou às mudanças."

É o crescimento das pessoas nos momentos mais difíceis. "É da lapidação da rocha que floresce o diamante", diz o ditado popular. 

Como sou otimista por natureza, creio que estes momentos difíceis, que todos nós passamos neste ano que se encerra, é uma oportunidade de crescimento, de superação para que cada um de nós sejamos lapidados e o país seja passado a limpo e se torne uma nação de verdade. 

Não apenas o país como nação, mas cada um de nós, indivíduos.  

Uma das grandes heranças que o Exército me deixou foi essa tal de resiliência. "Treinamento difícil, combate fácil". 

É isso que desejo a você, caro leitor, que nos acompanha há tantos anos: resiliência, resistência, fé, coragem para ultrapassar esses obstáculos. 

Que em 2017 sejamos mais resilientes, principalmente se todos os obstáculos acima persistirem. 

Mas o nosso desejo é que o ano que se inicia seja mais receptivo e menos duro para todos nós. 

Que Deus continue a iluminar os caminhos de todos vocês e muito obrigado pela compreensão de sempre, a lealdade, e acima de tudo, pela confiança.

É moçada boa, "É preciso saber Viver". 

Feliz Ano Novo, meu povo.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário