Banner 1

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Concurso premia melhores histórias de combate ao Aedes. Estudantes de Campos Belos e Posse são premiados


Estudantes de todo o Estado contaram histórias reais de combate ao mosquito Aedes aegypt, na 12ª edição do concurso Goiás na Ponta do Lápis. Promovido pela Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce) e pelo jornal Tribuna do Planalto, o concurso, que teve como principal parceira a Secretaria da Saúde (SES-GO), premia nessa quarta-feira, dia 14, os três melhores colocados nas categorias Redação, Fotografia, Desenho e Vídeo.

A premiação acontece às 14 horas, no Auditório Costa Lima da Assembleia Legislativa e contará com a presença de estudantes e autoridades do Governo de Goiás, da SES-GO e da Seduce. 

A exemplo do Goiás Contra o Aedes, que mobilizou todo o Estado, o concurso Goiás na Ponta do Lápis contou com a participação de 1,800 milhão estudantes dos 246 municípios goianos. Eles produziram mais de 900 mil trabalhos, entre redações, fotografias, desenhos e vídeos.

O secretário da Saúde, Leonardo Vilela, comemora o envolvimento de estudantes, professores, gestores, coordenadores e familiares. 

“O Governo de Goiás decidiu erradicar o Aedes em seu território e isso é um compromisso de todo o Estado, não apenas da Saúde, como demonstra esse trabalho que envolve a conscientização nas escolas”, considera.

Os estudantes das redes municipais, estadual e particular foram incentivados a contar histórias reais de atitudes destinadas à erradicação do Aedes, que transmite dengue, zika e chikungunya. 

Motivados, inscreveram 900 mil produções, das quais foram selecionadas 2.305.

O coordenador do Comitê Estadual Contra a Dengue e superintendente executivo da SES-GO, Halim Girade, valorizou a escolha e o engajamento dos concorrentes. 

“É fundamental envolver as crianças nesse processo de sensibilizar cada cidadão sobre sua responsabilidade no combate ao mosquito, por isso a importância desse trabalho que promoveu diversas ações nas escolas e, agora, premia aquelas que mais se destacaram”, diz Girade.

Os vencedores

Estudantes de 16 cidades estão entre os grandes campeões do concurso, que já premiou os melhores trabalhos regionais com bicicletas, medalhas, certificados, placas e estatuetas.

Os três primeiros colocados nas categorias Redação, Fotografia, Desenho, Vídeo e na votação pela internet serão premiados com notebooks, TVs de 24 polegadas, smartphones e bolsas de estudos. 

As escolas também serão premiadas com datashow, TV de 43 polegadas e câmera fotográfica.

Os ganhadores são das cidades de Goianésia, Rio Verde, Goiás, Pires do Rio, Itapuranga, São Miguel do Araguaia, Itaberaí, Goiânia, Posse, Itumbiara, Catalão, Morrinhos, Campos Belos, Santa Helena de Goiás, Silvânia e Anápolis. A colocação dos premiados será revelada apenas na solenidade.

São eles: Gabriella Barros Ferreira, Heitor de Moraes Fagundes, Júlia Helena Oliveira Silva, Sara Vaz Nunes Benfica, Bruna Pereira Cabral de Souza, João Pedro Teixeira de Lima, Amanda Junqueira Mello de Lima, André Muniz da Costa, Marina Lauany Barros da Fonseca, Maria Eduarda Barroso Marques, Daphine Vitória Mesquita Oliveira, Ana Carolina Martins Santos, João Vitor Assunção, Gabriel Rocha Magalhães, Gabrielly Rodrigues Paniago, Érica Pereira Borges, Valdirene Gomes Duarte e Maria Antonia da Silva.

As escolas premiadas são: Colegio Estadual Laurentino Martins (Goianésia) , Escola Sesi Jaiara (Anápolis) e EMREF São José do Pontal (Rio Verde).

Goiás Contra o Aedes

A operação Goiás contra o Aedes foi iniciada em dezembro de 2015 e tem o objetivo de erradicar, em Goiás, o mosquito Aedes aegypt. 

A SES-GO, o Corpo de Bombeiros, prefeituras e voluntários estão visitando todos os imóveis do Estado, habitados ou não, com a finalidade de eliminar criadouros do mosquito. 

Nesse primeiro ano de operação, foram realizadas mais de 15 milhões de visitas, nos 246 municípios. As casas são visitadas mais de um vez e o trabalho envolve ainda a retirada de lixo e entulhos de áreas públicas, margens de córregos e terrenos baldios, inclusive com o uso de maquinário pesado.

Fonte: Governo de Goiás

Nenhum comentário: