Banner 1

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Suspeitos por explosão de carro-forte em Campinaçu (GO) são presos. Explosivos estavam em Paranã (TO) e Uruaçu (GO)



Foram presos pela Polícia Militar nesta terça-feira (15), sendo Azenilto José Costa, vulgo Contestado e Rafael Marcelo de Souza. 

Os dois são suspeitos de terem participado de ação criminosa que resultou na explosão de um carro-forte da empresa Confederal, na última quinta-feira (10), na GO-241, entre Campinaçu e Formoso, no norte goiano.

Desde que o fato ocorreu, diferentes grupos da Polícia Militar de Goiás, da Polícia Civil e forças de segurança de outras regiões como: Tocantins e Distrito Federal fizeram diversas ações no intuito de localizar e prender os responsáveis pelo crime. 

Na última sexta-feira (11), foi preso pela Policia Civil, em um povoado de Minaçu, outro responsável pelo crime, Hugo Sérgio Borges.

Com ele foram apreendidos armamentos como: um fuzil calibre 30, uma carabina calibre 40. 

No sábado (12), durante bloqueio da PMGO foi preso Lucas Alcântara Santos de Souza, sendo este o encarregado de abandonar e incendiar a SW 4 utilizada no roubo.

Após várias diligências Azenilto José Costa, vulgo Contestado e Rafael Marcelo de Souza foram presos em Samambaia/DF, com os mesmos foram apreendidos aproximadamente R$ 200 mil, porém a PM não informou que o dinheiro localizado era do carro forte que foi explodido. 

Também foram localizadas várias munições de calibres 12, 7,62 curto e .30, 151, além de emulsões de 100 gr, várias espoletas e outros materiais.

Todos explosivos e munições foram apreendidos no municípios de Uruaçu-GO e Paranã-TO. 

As equipes ainda continuam em diligências na tentativa de apreender o armamento e prender os outros autores.

Relembre o caso

Na tarde da última quinta-feira (10), um carro forte da empresa de transporte de valores, Confederal, foi explodido enquanto trafegava na trafegava na Serra do Angico, pela GO-241, entre os municípios de Campinaçu e Formoso, no norte de Goiás. 

O veículo seguia, que fica entre os municípios de Campinaçu e Formoso.

Após explodirem o carro forte, que abasteceria os bancos de Minaçu, os assaltantes fugiram em pelo menos quatro veículos. Os assaltantes atearam fogo em um dos carros utilizados no ataque, uma camionete importada Hilux SW4.

Vídeo registrado por cidadãos mostram muito dinheiro espalhado pela rodovia e os vigilantes da empresa Confederal que saíram sem ferimentos da ocorrência. Peritos foram acionados para analisar o local do crime.

Fonte: Diário de Goiás 

Nenhum comentário: