Banner 1

terça-feira, 22 de novembro de 2016

'Minha pele não me define': a top model com vitiligo que faz sucesso desafiando padrões






Este blogueiro já foi portador do vitiligo, uma doença caracterizada pela perda da coloração da pele. 

As lesões formam-se devido à diminuição ou ausência de melanócitos - as células responsáveis pela formação da melanina, pigmento que dá cor à pele - nos locais afetados. 

As causas da doença ainda não estão claramente estabelecidas, mas fenômenos autoimunes parecem estar associados ao vitiligo. 

Além disso, alterações ou traumas emocionais podem estar entre os fatores que desencadeiam ou agravam a doença.

No meu caso, o vitiligo apareceu após a morte do meu pai, em 1986, ao completar meus 12 anos de idade.  Minha única mancha apareceu bem acima dos lábios. 

Após quase 15 anos, a cura veio. Não me pergunte qual o tratamento, porque fiz tantos, inclusive o cubano. 

Mas a questão psicológica foi fundamental. 

E quem está dando um show de como se comportar diante do vitiligo é a modelo Winnie Harlow,  uma top model canadense de 22 anos anos.

Ela ficou famosa por desafiar padrões de beleza nas passarelas – a modelo tem vitiligo, doença que ficou conhecida depois de Michael Jackson.

Diagnosticada com a doença desde os 4 anos de idade, ela diz ter sofrido bullying na escola por causa de sua pele, além de ser rejeitada por agências de modelos.

“Quando fui para escola e me disseram que eu era diferente e me provocaram por ser diferente eu comecei a pensar que havia algo errado comigo”, disse à BBC.

Tudo mudou quando sua conta no Instagram foi descoberta pela modelo Tyra Banks, que a convidou para participar de seu reality show 'America’s Next Top Model' em 2014.

Após participar do programa, foi chamada para ser garota propaganda da marca espanhola Desigual e sua carreira só deslanchou a partir daí, tendo participado de inúmeras semanas de moda internacionais, além do álbum 'Lemonade', da cantora Beyoncé.

A vitiligo é uma doença não contagiosa que causa a perda da pigmentação natural da pele, que fica branca.

“O vitiligo é uma parte de mim, é parte de quem eu sou, não é o que me define”, afirmou.

Nenhum comentário: